campo visual

Campo visual: como saber quando há um problema e exames indicados

0
(0)

A perda de campo visual pode impactar a qualidade de vida e a mobilidade de quem sofre com o problema. Por isso, é importante medir sua visão frequentemente a fim de acompanhar possíveis alterações.

Para isso, o teste de campo visual é uma boa forma de medir sua visão em cada olho e verificar se houve alguma perda de visão e o quanto essa perda representa. Além disso, o teste é também uma parte importante do check-up para pessoas que correm o risco de perder a visão devido a doenças e outros problemas, ou doenças na família.

Por isso, neste artigo vamos te mostrar com detalhes o que é o campo visual, sintomas que indicam problemas e quais doenças podem afetá-lo. Então, continue lendo para saber mais.

O que é o campo visual

O campo visual é a área total que uma pessoa pode enxergar ao seu redor. Ele é importante porque auxilia nas atividades diárias, como dirigir ou cozinhar, por exemplo. Mas também porque a partir dele, o sistema visual pode detectar estímulos, por meio da referência de um ponto fixo para onde se olha. 

Muitas doenças podem afetar adversamente o campo visual, incluindo: 

  • Glaucoma;
  • Derrames;
  • Pressão alta (hipertensão);
  • Diabetes;
  • Esclerose múltipla;
  • Hiperatividade da glândula tireoide (hipertireoidismo). 

Por isso, pessoas com alguma dessas condições preexistentes devem monitorar regularmente o campo visual. Além de que, alguns sintomas podem facilmente indicar problemas no campo de visão.

Sintomas que indicam problemas no campo visual

A perda do campo visual ocorre quando um indivíduo sofre danos em qualquer parte de seu caminho visual, o caminho que os sinais viajam do olho ao cérebro.  Existem muitas causas diferentes de perda de campo visual. O tipo de perda depende de qual parte exata da via foi danificada. 

Lembre-se de que também pode não ser um processo de doença, mas um problema de processamento que causa uma perda temporária do campo visual funcional. Contudo, independentemente da causa ou tipo de perda, os sintomas ou sinais mais comuns de perda do campo visual são:

  • manchas na visão;
  • perda total (um ponto cego) na visão. 

No entanto, em muitos casos, um indivíduo nem mesmo tem consciência de que está sofrendo de perda de campo visual. Conheça a seguir algumas doenças que-o afetam.

Doenças que afetam o campo visual

Os problemas do campo visual têm uma série de causas, incluindo distúrbios que não se originam no olho, mas no sistema nervoso central ou na parte do cérebro que lida com a visão. Assim, as causas e doenças podem afetar o campo de visão e consequentemente provocar alterações na visão.

Dessa forma, o médico pode usar as informações dos testes de campo visual para diagnosticar:

  • Glaucoma;
  • Degeneração macular;
  • Glioma óptico;
  • Tumor cerebral;
  • Esclerose múltipla;
  • Golpe;
  • Arterite temporal;
  • Distúrbios do sistema nervoso central;
  • Distúrbios da glândula pituitária;
  • Pressão alta.

Além disso, o médico pode solicitar outros exames oftalmológicos para diagnosticar um problema específico. Nesse caso, se um problema de visão não for indicado como a causa da perda do campo visual, o médico poderá encaminhá-lo para um exame físico e exames de sangue.

Limitações do campo visual afetado

Quando o campo visual é afetado, ele pode trazer várias limitações como:

  • Dificuldade para dirigir;
  • Aumento de quedas;
  • Perda de mobilidade;
  • Comprometimento da realização de atividades diárias;
  • Dificuldade em fazer atividades físicas.

De acordo com um estudo do Wilmer Eye Institute,“ atividade física ocorre em uma variedade de locais e configurações, e muitas intervenções para melhorar a atividade física se concentram em aumentar a atividade em um local específico, como em casa ou dentro de uma academia de ginástica,”.

Jian-Yu E, doutor em medicina do Wilmer Eye Institute, e seus colegas usaram o rastreamento por GPS para ver a distância que 229 participantes do estudo viajaram de suas casas e a intensidade de seus níveis de atividade física por 7 dias consecutivos. A idade média dos participantes era de 71 anos e 51% eram homens.

Os pesquisadores calcularam o dano do campo visual dos indivíduos, definido como “sensibilidade média dentro do campo de visão integrada.” Metade dos participantes teve dano de campo visual normal ou leve, 40% teve dano de  moderado e 10% teve dano grave.

De acordo com os dados do estudo, os participantes com dano grave de campo de visão passaram mais tempo em casa do que pacientes com dano normal ou leve.

Campo visual, doenças da retina e glaucoma

Como o glaucoma costuma ocorrer em pessoas que sofrem com a pressão intraocular elevada, as alterações visuais podem afetar o nervo ótico desses pacientes e levar à perda de visão. Da mesma forma acontece com quem tem doenças da retina, já que ela está diretamente conectada ao nosso cérebro por meio do nervo óptico.

Além disso, há outras limitações que, assim como o glaucoma e as doenças da retina, estão entre as principais e mais perigosas limitações das alterações no campo visual. Por exemplo, a deficiência visual associada à mortalidade.

Assim, é muito importante acompanhar a saúde ocular, monitorando seus olhos constantemente por meio de exames de vista. Dessa forma, é possível evitar problemas mais sérios nos olhos ou mesmo acidentes relacionados à perda de visão.

Exame de campimetria

O teste de campo visual, mais conhecido como campimetria, é uma forma do seu oftalmologista medir a quantidade de visão que você tem em cada um dos olhos e a quantidade de perda de visão que pode ter ocorrido com o tempo. Além disso, ele pode determinar se você tem pontos cegos (escotoma) em sua visão e onde eles estão. 

O tamanho e a forma de um escotoma podem mostrar como uma doença ocular ou um distúrbio cerebral está afetando sua visão. Por exemplo, se você tem glaucoma, este teste ajuda a mostrar qualquer possível perda de visão lateral (periférica) devido a essa doença.

Os oftalmologistas também usam testes de campo visual para avaliar como a visão pode ser limitada por problemas palpebrais, como ptose e pálpebras caídas. Portanto, a campimetria é uma parte importante do cuidado regular com os olhos para pessoas que correm o risco de perder a visão devido a doenças e outros problemas.

Assim, pessoas com as seguintes condições devem ser monitoradas regularmente pelo oftalmologista, que determinará com que frequência o teste de campo visual é necessário:

  • Glaucoma;
  • Esclerose múltipla;
  • Doença dos olhos da tireoide;
  • Distúrbios da glândula pituitária;
  • Problemas do sistema nervoso central (como um tumor que pode estar pressionando partes visuais do cérebro);
  • Golpe.

Além disso, pessoas com diabetes e hipertensão têm maior risco de desenvolver vasos sanguíneos bloqueados no nervo óptico e na retina. Dessa forma, elas podem precisar de teste de campo visual para monitorar quaisquer efeitos dessas condições em sua visão.

Cuide da saúde da sua visão: visite seu oftalmologista regularmente

Lembre-se que é muito importante cuidar da visão e visitar regularmente o oftalmologista, principalmente se você já tem problemas de visão ou doenças que podem comprometer os olhos. Além disso, você deve acompanhar as mudanças das suas vistas com frequência para prevenir problemas graves no futuro.

Nós da Lenscope temos um propósito bem claro: criar um mundo onde todos possam enxergar com clareza. Um par de olhos de cada vez. E como uma Health tech comprometida com a saúde dos olhos das pessoas, nós usamos a tecnologia para te ajudar da forma mais prática possível.

Dessa forma, desenvolvemos um teste de visão com tecnologia exclusiva. O nosso teste te permite averiguar suas vistas com precisão e totalmente online. Assim, você consegue saber se possui miopia ou astigmatismo e se precisa ir ao oftalmologista.

Realizar nosso teste de visão online e gratuito.

campo visual - teste de visão

E aí, gostou deste conteúdo? Assine nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades!

Fonte

Healio

Medicinenet

Visionforlifeworks

Healthline

Ncbi

Aao

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lenscope

Somos uma Health Tech que faz uso do que há de mais moderno na tecnologia para transformar a jornada de compra de lentes para óculos no Brasil. Com nosso serviço 100% online, você faz as lentes do seu óculos de grau pela internet, sem precisar sair de casa.

E, para nos ajudar a continuar desenvolver tecnologias exclusivas no Brasil e no Mundo, fomos selecionados para o programa Creative Startups da Samsung, além de fazer parte do Eretz.bio, incubadora de startups do Hospital Israelita Albert Einstein, considerado um dos melhores hospitais da América Latina. Também fazemos parte da Supera, incubadora da Universidade de São Paulo (USP/FM-RP) e do Cubo Itaú, um dos principais ecossistemas de startups do Brasil.

Conte com a gente para ver e se sentir bem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *