cegueira noturna

Cegueira noturna: como é, causas e como tratar

Este post foi atualizado em 5 maio, 2021

A cegueira noturna é a dificuldade em enxergar à noite ou com baixa luz. Não é uma doença, mas um sintoma de que algo pode estar em desequilíbrio na nossa visão. Por isso, devemos observar e procurar ajuda médica.

É uma condição que não causa cegueira permanente, apenas desconforto e maior dificuldade na visão em algumas situações, como dirigir à noite por exemplo.

O que pode provocar cegueira noturna?

A cegueira noturna é causada pela diminuição dos pigmentos dos receptores da retina (que chamamos de rodopsina), que são responsáveis por ajudar os nossos olhos a enxergar objetos que tenham mais luz.

Além disso, outros fatores podem provocar a cegueira noturna:

Sintomas

Os principais sintomas da cegueira noturna são:

Além disso, o que pode caracterizar a cegueira noturna é a sua presença nas tarefas do dia a dia: pode ser que seja muito difícil para você enxergar em um ambiente iluminado, ou fazer a transição de um ambiente escuro para o claro. Pode ser que sentiu dificuldade para dirigir ou ver o pôr-do-sol no fim da tarde.

Por isso, devemos estar sempre atentos aos sintomas, e cuidar da saúde dos nossos olhos.

Tratamentos

O tratamento para a cegueira noturna vai depender bastante da causa. Se é derivada de uma lesão ou problema ocular, como a miopia ou glaucoma por exemplo, é indicado o uso de óculos escuros ou lentes de contato

Se a causa é falta de vitamina A, deve-se incluir mais alimentos ricos nessa vitamina na dieta (ovos, leite, laranja, entre outros).

Para casos mais graves, o tratamento para cegueira noturna pode incluir cirurgia LASIK. 

Como a cegueira noturna é diagnosticada?

O oftalmologista terá que fazer exames oculares gerais e profundos, para descartar algumas hipóteses.

Pode ser também que ele faça um exame com um gráfico de cores, para detectar se de fato (e quanto) a sua visão está prejudicada.

Além disso, também é comum que o médico peça alguns exames clínicos, para medir o seu nível de vitamina A, a sua glicemia, e outros fatores que possam gerar cegueira noturna.

Como se prevenir da cegueira noturna

Quando a cegueira noturna é genética, não há chance de prevenção. Do contrário, alguns hábitos podem nos ajudar a prevenir a condição. 

  • Ingerir mais vitamina A na alimentação
  • Agendar exames médicos regulares – assim você descobre no início qualquer problema nos olhos
  • Usar óculos de sol ao ar livre
  • Fazer exercícios regularmente 

A vitamina que evita a cegueira noturna

Você já deve ter ouvido a sua mãe ou a sua avó falarem que cenoura faz bem para a visão. E elas estão certas!

A vitamina A é essencial para a saúde dos nossos olhos, pois ajuda a transformar positivamente os impulsos nervosos que formam a imagem na nossa retina. Por isso é tão importante ter como hábito ingerir na alimentação.

Ela está presente normalmente em alimentos alaranjados e avermelhados (como cenoura, abóbora etc) ou ainda, nas verduras de cor verde escuro (como couve, espinafre etc.).

A falta da vitamina A pode gerar uma doença progressiva chamada xeroftalmia. Para saber mais, acesse o nosso artigo completo sobre a condição.

Esperamos que nosso conteúdo possa ter te ajudado. Você já sabia que a cegueira noturna não é uma doença, mas um sintoma que pode indicar que algo não está certo com a sua saúde? 

Conte pra gente nos comentários.

Fontes

Healthline

Optometrist

Medical News Today

Hospital de olhos 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lenscope

Somos uma Health Tech que faz uso do que há de mais moderno na tecnologia para transformar a jornada de compra de lentes para óculos no Brasil. Com nosso serviço 100% online, você faz as lentes do seu óculos de grau pela internet, sem precisar sair de casa.E, para nos ajudar a continuar desenvolver tecnologias exclusivas no Brasil e no Mundo, fomos selecionados para o programa Creative Startups da Samsung, além de fazer parte do Eretz.bio, incubadora de startups do Hospital Israelita Albert Einstein, considerado um dos melhores hospitais da América Latina. Também fazemos parte da Supera, incubadora da Universidade de São Paulo (USP/FM-RP) e do Cubo Itaú, um dos principais ecossistemas de startups do Brasil.Conte com a gente para ver e se sentir bem.

Pin It on Pinterest