Ceratocone tem cura?

Este post foi atualizado em 14 fevereiro, 2020

Ceratocone tem cura através de tratamentos feitos por uso de óculos ou lentes de contato no início da doença. Mas, para casos avançados da doença, a cirurgia de transplante de córnea é a melhor solução.

No procedimento de transplante, uma córnea mais saudável substitui a que apresenta a doença no olho do paciente.

O ceratocone atinge 150 mil pessoas no Brasil todos os anos e ela se caracteriza como uma doença de caráter hereditário não inflamatória. Essa doença afeta a estrutura da córnea, deixando-a com um formato irregular e cônico.

O resultado é uma visão com imagem distorcida, impedindo que imagens se formem com nitidez na retina.

ceratocone tem cura

Além disto, o ceratocone pode promover o aumento do grau do astigmatismo irregular e da miopia. Por se tratar de uma doença progressiva, é preciso agir com rapidez para obter o diagnóstico e, posteriormente, o tratamento adequado. 

O diagnóstico da ceratocone é feito através de exames específicos, pelo médico especialista em saúde dos olhos. É necessário realizar tomografia e topografia da córnea para identificar a doença.

Após o diagnóstico, o médico irá discutir com o paciente as opções de tratamento. Dessa forma, proporcionando melhor qualidade de vida e saúde dos olhos do portador.

Cura para ceratocone

A principal forma de cura do ceratocone é através do transplante de córnea. Mas, esse procedimento é indicado para casos avançados da doença.

Para isso, substitui por uma córnea saudável e sem a doença de uma pessoa é transplantada para o paciente que tem ceratocone. 

Além do transplante, existe a chance de fazer a implantação do anel de ferrara ou a intervenção chamada Crosslinking

O implante do anel ou o Crosslinking são indicados para os casos de pacientes que não se acostumam com o uso dos óculos ou das lentes de contato ou então para situações em que os óculos e as lentes de contato não conseguem mais corrigir o problema.

Anel de ferrara para ceratocone

O processo de implante do anel de ferrara tem por objetivo regular a curvatura da córnea, deixando ela mais lisa. Afinal, o ceratocone deixa a córnea mais alongada.

Para isso, necessário apenas uma anestesia local e após 30 minutos todo o procedimento é feito no olho do paciente. 

A cirurgia consegue oferecer ao paciente condições tranquilas de recuperação e os resultados costumam ser satisfatórios.

Ceratocone tem cura
Anel de ferrara. Foto: Dr. Komatsu

Crosslinking para ceratocone

Já com relação ao Crosslinking, é um procedimento que visa fortalecer as moléculas do colágeno da córnea. Dessa forma, evitando que ela prossiga adquirindo a forma cônica

Basicamente, a técnica consiste em raspar a superfície da córnea, para depois aplicar um colírio à base de vitamina B2 (riboflavina). Feito isso, é aplicado um feixe de luz ultravioleta na região. 

Ainda não existem formar de prevenir a doença ceratocone, pois a doença é hereditária. Porém, é possível controlar a evolução dela.

Já com relação as pessoas que ainda não apresentam a ceratocone, é importante estar atento a prática de hábitos nada saudáveis, como coçar os olhos com frequência.

Esse hábito acaba liberando citocinas inflamatórias, aumentando ainda mais a coceira. Por isso, uso de colírios prescritos por médicos podem controlar o desconforto.

Além disso, é imprescindível ir periodicamente ao oftalmologista.

Qual é o valor de uma cirurgia para ceratocone?

Desde 2016, no Brasil, o Sistema Único de Saúde (SUS) atende e trata a ceratocone em pacientes. Dentre o procedimento que ele oferece, o Crosslinking corneano passou a ser oferecido.

Segundo a assessoria de imprensa do SUS, a cirurgia auxilia no aumento da força de ligação das células do olho do paciente, evitando ou retardando a necessidade do transplante de córnea.

Além disso, o Sistema avalia que é uma forma de tratamento terapêutica com a aplicação de colírio de riboflavina (vitamina B2), seguido de aplicação de luz ultravioleta na região por 30 minutos.

No entanto, para os pacientes que desejam realizar o tratamento em clínicas e hospitais particulares também é possível.

A média do valor de cada implante na córnea é de R$ 6.850,00 e a técnica Crosslinking chega a custar, em média, R$ 3.850,00. 

Já com relação ao transplante de córnea, o paciente é atendido através do seu cadastro no banco de dados de doação de órgãos. A importância de receber uma córnea saudável é tão grande que é capaz de dar qualidade de vida a quem enfrenta a ceratocone.

Por esse motivo, a Lenscope também apoia sobre a relevância de ser um doador de órgãos, pois assim é possível ajudar futuros portadores da doença, além de outras enfermidades que afetam a saúde de tantas pessoas.

ceratocone tem cura



Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lenscope

Nós utilizamos a tecnologia a nosso favor e oferecemos uma experiência inovadora para você comprar as lentes para seus óculos sem sair de casa! E o melhor de tudo? Podendo ter as melhores lentes do mercado sem gastar uma fortuna para isso.

Pin It on Pinterest