Cirurgia de catarata recuperação

Cirurgia de catarata: recuperação e exercícios físicos

A recuperação da cirurgia de catarata é bastante tranquila. E se você acabou de realizar uma cirurgia de catarata e quer voltar a praticar exercícios físicos, esse artigo é para você.

Em geral, é seguro fazer exercícios leves na primeira semana após a cirurgia de catarata. Isso inclui caminhar e alongar-se sem dobrar a cintura.

Na segunda semana, você pode retomar a atividade de intensidade moderada.

Com 4 a 6 semanas, você deve estar totalmente curado. Neste ponto, geralmente é seguro fazer atividades vigorosas como levantamento de peso ou corrida.

Entretanto, sempre converse com o médico que realizou o procedimento, pois ele saberá melhor seu quadro clínico, complicações e outras doenças relacionadas que pedem atenção especial na hora da recuperação da cirurgia.

Este é um prazo geral para quando você pode retomar diferentes níveis de atividade física:

Semana 1 após a cirurgia

Na semana após a cirurgia, você pode fazer atividades físicas de baixo impacto, como:

  • Caminhada ao ar livre;
  • Caminhada suave em esteira;
  • Tarefas domésticas leves;
  • Alongamento suave (sem dobrar na cintura)

Evite empurrar e levantar qualquer coisa com mais de 4 a 6 quilos, incluindo roupas e mantimentos. Porque isso pode aumentar a pressão nos olhos e interferir na cura adequada.

Semana 2 após a cirurgia

Em 2 semanas, seu médico pode liberá-lo para atividades de nível moderado, como:

  • Breve passeio;
  • Caminhada rápida (jogging);
  • Ioga;
  • Dança lenta;

Você deve ser capaz de retomar atividades físicas mais intensas:

  • Levantamento de peso;
  • Corrida;
  • Natação;
  • Ciclismo intenso;

Mas, lembre-se. Recomendamos que você verifique sempre com seu oftalmologista antes de retornar a este nível mais intenso de exercícios.

O que é catarata

A catarata é uma doença que afeta as lentes naturais dos olhos, tornando-as opacas. Por isso, esse problema faz com que o paciente tenha a sua capacidade de enxergar comprometida.

Ou seja, a visão passa a ficar turva, como se olhássemos através de um vidro embaçado. A catarata se desenvolve lentamente e se torna mais comum com a idade.

Cirurgia de catarata recuperação
Olho normal e com catarata

Como funciona a cirurgia de catarata

A única maneira de remover uma catarata é com cirurgia. Este procedimento envolve a substituição da lente turva do olho por uma lente artificial conhecida como IOL.

Geralmente, você precisará de cirurgia se a catarata interferir nas atividades diárias, como assistir televisão ou dirigir.

Você também pode precisar do procedimento se a catarata dificultar o tratamento de outras doenças oculares.

Antes da cirurgia, seu oftalmologista avaliará seus olhos e sua visão. Porque isso os ajudará a planejar o procedimento.

Aqui está o que você pode esperar durante a cirurgia:

  1. Primeiro, um médico colocará colírio anestésico em seu olho para que você não sinta dor. Você ficará acordado durante a cirurgia.
  2. O médico cortará seu olho com uma ferramenta minúscula e removerá o cristalino turvo.
  3. Em seguida, uma lente artificial será inserida. Toda a cirurgia leva cerca de 30 a 60 minutos.
  4. O médico colocará um curativo sobre seu olho para protegê-lo.
  5. Você vai descansar em uma área de recuperação, onde médicos irão monitorá-lo.
  6. Antes de ir para casa, o médico fornecerá instruções de cuidados posteriores. Mas, saiba, você vai precisar de um membro da família, amigo ou serviço de transporte para levá-lo para casa.
  7. A cirurgia de catarata é feita em um olho de cada vez. Por isso, se precisar de cirurgia em ambos os olhos, você precisará esperar cerca de 4 semanas entre os dois procedimentos.

Sintomas que indicam sérias complicações após a cirurgia de catarata

As complicações após a cirurgia de catarata são raras, mas possíveis.

Os sintomas de efeitos colaterais graves incluem:

  • Aumento da dor, vermelhidão ou viscosidade nos olhos;
  • Aumento do inchaço dentro ou na frente do olho;
  • Perda de visão;
  • Visão embaçada;
  • Sangramento no olho;
  • Dor que não responde à medicação;
  • Fashes;
  • Moscas volantes;
  • Ver clarões ou sombras escuras;
  • Náusea;
  • Vômito.

Os sintomas acima podem indicar uma complicação séria, como:

Por isso, entre em contato com o seu oftalmologista se sentir que algo está errado com o seu olho. Os efeitos colaterais podem ser resolvidos se forem tratados o mais rápido possível.

Já fez ou está para fazer uma cirurgia de catarata?

É muito importante fazer acompanhamento com o seu oftalmologista, pois ele é o único profissional capaz de diagnosticar todo e qualquer problema de visão que você possa ter. A partir do diagnóstico completo, quanto mais cedo for tratada a doença, maior a chance de evitar seu avanço!

A catarata, no geral, quando diagnosticada precocemente, o uso de óculos ajuda na adaptação do problema. 

O procedimento cirúrgico é relacionado ao avanço da doença. Após feito, normalmente a pessoa precisa usar óculos multifocal. Isso porque as pessoas que têm catarata são, normalmente, pessoas acima de 40 anos e possuem a vista cansada.

Outra dica para reduzir o risco de catarata é usar óculos de sol que bloqueiam 100% dos raios UV e comer alimentos que façam bem a sua visão!

Gostaram das nossas dicas? Este texto foi útil para você?

Que tal fazer um teste 100% online gratuito para checar como está sua visão?

Fontes:

Healthline



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lenscope

Somos uma Health Tech que faz uso do que há de mais moderno na tecnologia para transformar a jornada de compra de lentes para óculos no Brasil. Com nosso serviço 100% online, você faz as lentes do seu óculos de grau pela internet, sem precisar sair de casa.E, para nos ajudar a continuar desenvolver tecnologias exclusivas no Brasil e no Mundo, fomos selecionados para o programa Creative Startups da Samsung, além de fazer parte do Eretz.bio, incubadora de startups do Hospital Israelita Albert Einstein, considerado um dos melhores hospitais da América Latina. Também fazemos parte da Supera, incubadora da Universidade de São Paulo (USP/FM-RP) e do Cubo Itaú, um dos principais ecossistemas de startups do Brasil.Conte com a gente para ver e se sentir bem.

Pin It on Pinterest