Cirurgia de catarata. Como funciona e o que eu não posso fazer?

cirurgia de catarata
  • por
4.3
(257)

A cirurgia de catarata pode ser feita da maneira convencional, chamada de facoemulsificação ou a laser.

Da forma convencional, é feita com a técnica de facoemulsificação, que utiliza um aparelho de ultrassom e bisturi para fazer pequenas incisões nos olhos.

Essas incisões quebram o cristalino opaco (causado pela “sujeira” que a catarata deixa nos nossos olhos) em pedaços pequenos. Depois, durante o procedimento cirúrgico, esses pedaços são aspirados. 

Após isso, uma lente maleável é colocada na córnea.

Já no procedimento feito a laser, a diferença é que não é necessário o bisturi. O laser faz o trabalho de fragmentar o cristalino opaco.

cirurgia de catarata

Como é a cirurgia de catarata?

Basicamente, a cirurgia de catarata não costuma durar mais do que 20 minutos e consiste em aplicar colírios para a dilatação da pupila. É comum também o uso de anestésicos na região, para aliviar a sensação dolorosa durante o procedimento.

Algumas vezes pode-se administrar outros remédios sedativos também.  

cirurgia de catarata

Cirurgia de catarata a laser. Fonte: Pixaby

A cirurgia de catarata facoemulsificação

Depois, o procedimento tem início com a remoção da lente turva e substituindo ela por outra lente; uma lente nova, artificial e transparente. 

Mas, em alguns casos, às vezes é só necessário a remoção da lente turva, sem necessidade de colocar uma nova no lugar.

Para remover a catarata será necessário o uso de uma sonda de ultrassom para quebrar a lente turva e removê-la. Esse processo é chamado também por facoemulsificação.

A lente turva é quebrada através do som que a sonda emite, após o cirurgião ter feito um pequeno corte na frente do olho (na córnea), inserindo a sonda fina diretamente no cristalino do olho, região onde a catarata se formou. 

Depois que a lente é quebrada, os pedaços são aspirados e a parte de trás da lente é deixada na região, intacta, para servir como apoio para a fixação da nova lente. 

Por fim, os pontos na região servem para fechar o pequeno corte feito na córnea do olho.

Incisão no olho e remoção da lente

No entanto, existe ainda outra opção, mas que não é tão comum. O procedimento consiste na remoção completa da lente turva, na região do cristalino, onde a catarata se formou. 

Essa cirurgia exige um corte maior na córnea do olho e o médico cirurgião vai precisar de aparelhos cirúrgicos para remover a catarata. Os pontos também na região são em maior quantidade, já que o corte foi maior. 

A segunda opção, por ser muito menos comum, é apenas indicada para casos muito específicos de complicações oculares. O médico apenas poderá avaliar isso.  

Tipos de anestesia utilizada na cirurgia

As anestesias usadas para a cirurgia de catarata são geralmente colírios e uma leve sedação.

No entanto, caso seja recomendado algum outro tipo de anestesia, em decorrência de outro problema ou condição de saúde, o médico poderá usar outro método anestésico. 

Tempo de duração da cirurgia de catarata

O tempo médio de duração da cirurgia é de aproximadamente 20 minutos, ou seja, é um procedimento bastante rápido e a cirurgia de catarata é indicada para qualquer pessoa que tenha catarata.

Antes da cirurgia de catarata

Agora que você já entendeu como funciona a cirurgia da catarata, vamos esclarecer as maiores dúvidas que recebemos de vocês, sobre questões antes do procedimento, durante e depois. 

Vamos lá!

Devo ter alguma restrição alimentar antes da cirurgia da catarata?

É indicada alimentação mais leve antes e depois da cirurgia.

Além disso, não é permitido fumar ou ingerir bebidas alcoólicas antes, durante e até o dia de cicatrização da cirurgia. 

Quais são os riscos da cirurgia?

No geral, a cirurgia da catarata é bastante segura, desde que realizada em uma clínica apropriada e profissional, sempre seguindo a orientação dos médicos.

Mas, após a cirurgia, pode-se relatar: vista embaçada por dias, infecção, perda vítrea ou, ainda, perda da visão em poucos casos.

Qual o valor de uma cirurgia da catarata?

A cirurgia da catarata custa, em média, R$5.000,00 por olho.

Entretanto, pode ser feita pelo SUS e por alguns convênios médicos.

Vou sentir dor durante a cirurgia de catarata?

Possivelmente não. Isso porque é aplicado colírio e anestesia local antes de iniciar o procedimento.

Posso operar os dois olhos juntos?

Não. De acordo com os especialistas, é indicado que a cirurgia da catarata aconteça um olho de cada vez. Normalmente com um intervalo de, no mínimo, 48 horas (2 dias).

Depois da cirurgia da catarata

Veja algumas recomendações do pós operatório sobre o procedimento:

Posso dirigir após a cirurgia da catarata?

Pode, entretanto o intervalo varia de pessoa para pessoa. É recomendado aguardar ao menos uma semana, e apenas com recomendação médica.

Posso assistir TV após a cirurgia da catarata?

Sim, a TV é considerada uma atividade leve. Porém é aconselhado que se espere pelo menos 24 horas (1 dia) ou 48 horas (2 dias). 

Posso viajar após a cirurgia?

É permitido viajar de avião após a cirurgia da catarata, por exemplo.

Mas, o problema não está no trajeto em si, mas nos cuidados tomados durante a viagem. Deve-se evitar excesso de luz solar, piscina, praia, atividades físicas (principalmente pesadas) etc.

Preciso usar óculos após a cirurgia da catarata? 

A necessidade de usar óculos depende da situação do paciente antes, bem como da lente que lhe é implantada.

Ou seja, se você já tinha miopia ou astigmatismo antes, por exemplo, dependendo da lente que for implantada na sua cirurgia, você pode ter o problema corrigido e não precisar mais de óculos.

Caso contrário, o uso do óculos prossegue. Lembrando que não é o paciente quem escolhe a lente a ser implantada, e sim o médico oftalmologista, de acordo com a gravidade da sua catarata. 

Vou ter visão embaçada ou dor nos olhos após a cirurgia?

A visão embaçada é comum após a cirurgia, por alguns dias ou semanas.

Já dor nos olhos ou perda da visão não é comum. Portanto, se ocorrer, procure seu médico imediatamente.

Qual é o tempo de recuperação da cirurgia?

Em média, recomenda-se que a pessoa espere entre 4 e 5 dias para retornar às atividades.

Entretanto, recomendamos que você sempre respeite o seu próprio ritmo. Se sentir que mesmo após esse período você está forçando muito a sua visão, espere mais um pouco.

E tenha sempre orientação do seu médico oftalmologista quanto a isso.

Quais os cuidados que devo tomar após a cirurgia?

Alguns cuidados são essenciais após o procedimento:

  • Tomar os remédios como de costume e avisar o médico que vai fazer a cirurgia sobre os nomes dos medicamentos usados;
  • Tratar gripes e resfriados para evitar tosses durante e após a cirurgia;
  • Repouso relativo no primeiro dia. Sentar somente para refeições e ir ao banheiro. Muito importante evitar esforços físicos.
  • Cuidados extremos com a higiene (para evitar infecção);
  • Alimentação mais leve pelo menos nos primeiros 7 dias;
  • Evitar atividades físicas e levantar peso;
  • Evitar usar maquiagem ao redor dos olhos e tingir o cabelo;
  • Evitar piscina ou mar;
  • Utilizar protetor para os olhos para dormir;
  • Utilizar colírios e medicamentos indicados pelo médico.
  • Não fumar na semana anterior e após a cirurgia;
  • Tomar cuidado: com crianças, animais domésticos e escadas;
  • Não dirigir por 15 dias;
  • Não praticar esportes;
  • Não faltar aos retornos médicos.

Catarata volta?

A catarata não volta. Como o cristalino é removido, dificilmente a doença retorna.

Lembre-se sempre: visite com frequência um médico oftalmologista de confiança, para evitar tanto a catarata quanto outros problemas que prejudicam a sua visão. 

Se eu não fizer a cirurgia de catarata, o que pode acontecer?

Caso você ainda não realizou a cirurgia de catarata, porém, já tem este problema, saiba que cada vez mais será difícil para enxergar e até mesmo você corre o risco de perder a visão.

Inclusive, você sabia que a catarata é uma das principais causas de cegueira no mundo? Em estudo recente, divulgado em 2020, no Brasil a catarata foi a razão que mais levou pessoas acima de 50 anos perderem por completo a visão.

O estudo, que foi publicado no periódico científico Lancet, revelou que 45% das causas de cegueira no mundo são em decorrência da catarata não tratada.

Bastante sério, não é mesmo?

Por isso, é fundamental você realizar a cirurgia o quanto antes caso já tenha apresentado os sintomas e feito os exames clínicos para detectar a doença.

Não se esqueça de que a catarata é uma doença séria que exige um tratamento adequado e rápido. 

Cirurgia de catarata - Instagram

Você tem catarata ou conhece alguém que tenha?

Você foi diagnosticado com catarata ou conhece alguém que tenha? Conte pra gente aqui nos comentários.

E se você já fez cirurgia de catarata ou vai fazer, conta pra gente nos comentários como foi todo o processo.

 

cirurgia de catarata

Fontes: Mayo Clinic

American Academy of Ophthalmology

Uol – Catarata é a principal causa de cegueira em pessoas com mais de 50 anos em 2020.

 

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.3 / 5. Número de votos: 257

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lenscope

A Lenscope descomplica a correção visual, oferecendo lentes para óculos com todos os tratamentos entregues em casa a uma fração do custo. Desenvolvemos tecnologias que possibilitam uma jornada 100% digital, precisa e acessível, permitindo oferecer produtos superiores até 70% mais baratos do que alternativas encontradas em ópticas tradicionais. Fomos incubados pela Eretz.bio, incubadora do Hospital Albert Einstein, acelerados pela Samsung, através do programa Creative Startups e recebemos apoio da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), no desenvolvimento tecnológico. Fazemos parte do Cubo Itaú e da Supera, parque tecnológico da USP de Ribeirão Preto.

55 comentários em “Cirurgia de catarata. Como funciona e o que eu não posso fazer?”

  1. Maria do Carmo Assis fernandes

    Eu fiz cirurgia dia 19/04/2022. Estou muito bem enxergando clarinho e perfeito. Fiz do olho esquerdo, já tenho um pouquinho no olho direito. Devo fazer no próximo ano.

  2. Juanide Rodrigues Santana

    Fiz uma cirurgia catarata e glaucoma no dia 28/06/22.
    Deu infelizmente pós-operatório. Fizeram previsão a leizer e já tem 20 dias. Ainda não estou enxergando mas espero a recuperação!
    Eu creio que vou enxergar. Fiz pelo SUS, mas acredito na recuperação total do olho esquerdo. Moro em Belo Horizonte.

  3. Geraldo Ferreira da Rocha

    Fiz a cirurgia catarata do olho direito 30/8/22 na clínica Sanare, em São João da Boa Vista-SP. Muito recente e seguindo os procedimentos pós-operatório.

  4. Vou fazer a cirurgia até 30.1.23. Li com atenção as recomendações e informações e achei-as importantes. Meus parabéns por tais orientações que me deixaram bastante aliviado, pois estava preocupado. Meus cumpri-mentos pela matéria.

  5. ANTONIO LUIS DOS SANTOS

    Eu fiz a cirurgia com um dos médicos mais renomados do país, gastei em torno de R$ 45.000,00, no entanto, após a cirurgia apareceu uma mancha preta fixa no meu olho e quando mexo os olhos vejo pequenos riscos nas bordas do olho como se fossem cabelos. Além disso, embaça e tenho que piscar fortemente para melhorar a visão. Outro fator de desconforto é a sensibilidade à luz. Os faroletes traseiros de carro parecem uma bicicleta de fogo. É muito desconfortante dirigir a noite. Por isso, se não houver muita necessidade, não arrisque, pois na hora de vender os serviços eles omitem tudo isso para pegar seu dinheiro.

  6. EU FIZ DUAS CIRURGIA DE RETINA DO OLHO DIREITO E DEU CATARATA DEVIDO A CIRURGIA , AGORA VOU FAZER A CIRURGIA DE CATARATA. TENHO FÉ EM JESUS QUE VOU VOLTAR ENXERGAR AO MENOS UM POUCO

  7. Fiz cirurgia de catarata, deu certo em um olho, mas o que eu enxergava melhor, algo deu errado. Fiquei uma semana sem ver e no momento estou com a visão prejudicada e com restrição na minha CNH. O pior é que o médico ignora quando faço comentário a respeito desse fato ter ocorrido.

    1. Olá, Maria. Sentimos muito pela sua situação. O ideal é que procure um oftalmologista de sua confiança para que você explique o que está acontecendo e tire suas dúvidas sobre o que está acontecendo com esse olho.
      Esperamos ter ajudado. 🙂

  8. Thereza Christina Ramalho

    Boa tarde,

    Tenho 59 anos e farei 60 em agosto deste ano. Uso óculos desde criança, quando fui diagnosticada com hipermetropia e astigmatismo. Hoje só tenho astigmatismo (grau 3), pois graças a Deus me curei da hipermetropia. De uns 09 (nove) meses para cá vinha sentindo muitas dores de cabeça fortes e também dores “atrás da bola dos olhos”, principalmente no direito e muita dificuldade para enxergar, mesmo usando óculos e colírio lubrificante, pois trabalho o dia inteiro em frente ao computador. Achando então que já era hora de trocá-los, marquei uma consulta com um oftalmologista para o final da tarde, pois durante o dia teria uma consulta com um cardiologista. Durante os exames físicos, o cardiologista colocou uma luz em meus olhos e, para minha surpresa, me perguntou se eu já estava cuidando da catarata que tinha em ambos os olhos, sendo o direito o mais afetado. Levei um choque. Desejei que ele estivesse enganado e que isso não fosse confirmado pela oftalmologista a qual me atenderia quando saísse dali. Nunca pensei que teria catarata na vida, pois sempre cuidei de minha visão com muita atenção e responsabilidade. Aí veio logo o pensamento de que eu estava fisicamente envelhecendo e, por mais que me recusasse a aceitá-lo, isso não saía de minha cabeça: Jesus, eu envelheci! Envelheci e apareceu mais um problema de saúde, dentre os muitos que já carrego comigo há anos… Chegou do nada, não percebi quando nem como, e sempre imaginei que da forma como cuidava de minha visão isso jamais me passaria. Mas é fato, ela está aqui em mim, me deixando insegura, ansiosa, angustiada. Parei para pensar e decidi que teria de me acalmar e agir; então procurei ler muito sobre ela, sobre a cirurgia que precisaria fazer para removê-la, o antes, o durante e o depois desta e hoje estou finalizando os exames pré-operatórios para levar para a dra. que os passou e ver se consigo marcar logo o procedimento e voltar para casa com a esperança de logo me recuperar para seguir a vida. Sairei vitoriosa, mais uma vez, pois tenho um Deus que me cuida, tenho muita vontade de viver, tenho responsabilidade para seguir as orientações médicas e muita estrada pela frente para percorrer!
    A você que está ansioso(a), indico leitura a respeito da catarata e da cirurgia para removê-la, pois talvez isto te deixe mais tranquilo(a), como ocorreu comigo. O importante é se informar acerca do problema, prevenir-se, cuidar-se, porque a visão é um bem muito precioso que Deus nos deu. Cuide bem de sua visão!
    Obrigada a todos os profissionais que, em uma linguagem clara e simples escrevem seus artigos e esclarecem nossas dúvidas sobre este problema. Obrigada aos profissionais que nos alertam sobre problemas de saúde que sequer sabemos portar, mesmo que não sejam de sua área de atuação. Obrigada sempre!
    Que Deus nos acompanhe, abençoe e nos faça melhores a cada amanhecer!

    T. Christina Ramalho
    Paulista, 11/04/2023

    1. Olá, Luis. Tudo bem? O ideal é que esclareça todas as suas dúvidas em relação ao seu procedimento cirúrgico com um oftalmologista da sua confiança. Esperamos ter ajudado. 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *