cirurgia para prebiopia

Cirurgia para presbiopia. Veja quais existem

Os principais métodos de cirurgia para presbiopia são:

  • LASIK
  • PRK
  • LIO – Lente Intraocular para presbiopia
  • Radiofrequência
  • Lente reversível

Além de corrigir a presbiopia, esses procedimentos têm como objetivo a independência total do óculos. Ou seja, após a operação o paciente consegue enxergar normalmente tanto de perto, quanto de longe.

Mais conhecida como “vista cansada”, a presbiopia caracteriza-se pela diminuição da capacidade para enxergar objetos próximos. É um problema de visão comum causado pelo envelhecimento natural do cristalino. 

cirurgia para presbiopia

Segundo o oftalmologista Leôncio Queiroz Neto do Instituto Penido Burnier de Campinas, praticamente todas as pessoas sentem dificuldade para enxergar de perto após os 40 anos.

Para se ter uma ideia, a Organização Mundial de Saúde (O.M.S.) calcula que aproximadamente 50 milhões de pessoas sofrem com a vista cansada no Brasil. Ou seja, praticamente 25% da população brasileira têm presbiopia.

E apesar de não ser um desvio de visão grave, a presbiopia dificulta a realização de atividades simples do dia-a-dia. Enxergar letras e números pequenos, por exemplo, é uma das maiores dificuldades para quem tem vista cansada.

Por isso, ao perceber algum sintoma, é importante consultar um oftalmologista para avaliar a melhor opção de tratamento.

LASIK

A LASIK é um tipo de cirurgia a laser que modifica o formato da córnea do olho para corrigir a presbiopia. Trata-se da técnica mais comum de cirurgia refrativa.

Basicamente, o procedimento consiste em aplicar um laser chamado Excimer nas camadas internas do globo ocular. O laser irá corrigir o tamanho da córnea e, assim, compensar a falta de elasticidade do cristalino. 

O resultado é bastante semelhante ao uso de lentes multifocais, com a diferença de não causar nenhuma distorção na visão.

Em média, no máximo em 24 horas após a cirurgia já é possível perceber o aumento de nitidez na visão de perto.

PRK

No PRK, abreviação de Photorefractive Keratectomy, a correção do grau também é feita a laser, mas a aplicação é feita na superfície da córnea. Este procedimento é mais recomendado para quem tem a córnea mais fina e para pacientes mais jovens. 

A técnica consiste em retirar a camada superficial da córnea para moldá-la e assim corrigir o grau de presbiopia. Em seguida, coloca-se uma lente gelatinosa sem grau para ajudar na cicatrização. O paciente deve ficar com a lente por aproximadamente uma semana depois da cirurgia.

Apesar de ser uma cirurgia segura, o pós-operatório é mais delicado e a recuperação mais demorada. Após feita a operação, é preciso evitar a exposição dos olhos ao sol por um 1 ano.

LIO – Lente Intraocular para presbiopia

Outra intervenção cirúrgica feita para corrigir a presbiopia consiste em trocar o cristalino por lentes intra-oculares (LIO). No entanto, este tipo de procedimento é indicado somente para quem tem presbiopia grave. 

A cirurgia se resume na substituição da lente natural do olho (cristalino) por uma lente artificial (lente intraocular). 

Além da presbiopia, as Lentes Intraoculares também são utilizadas para corrigir outros problemas de visão, como o astigmatismo e a Catarata 

Radiofrequência

Não é um tratamento definitivo pois corrige a presbiopia apenas temporariamente. O método é feito através de uma sonda ligada ao aparelho de radiofrequência que modifica o encurvamento da córnea. 

Trata-se de um procedimento feito com colírios anestésicos, ou seja, o paciente não sente dor. Por ser um tratamento temporário, recomenda-se que o procedimento seja realizado a cada três ou cinco anos.

Lente reversível

Outra forma de corrigir a presbiopia é através do implante de microlentes no interior da córnea. É o tratamento cirúrgico menos invasivo para vista cansada.

Em uma matéria para a Revista Universo Visual, o oftalmologista Queiroz Neto descreve como o procedimento é feito. Com a ajuda de um laser abre-se um bolso na córnea para encaixar a microlente.

Existem três tipos de microlentes no mercado que variam de acordo com as características da visão do paciente. 

Assim como a radiofrequência, o implante de lentes reversíveis também não é um procedimento definitivo. Como o próprio nome já diz, é possível retirar as lentes caso seja necessário.

Outras formas de tratamento

Além da cirurgia, também é possível corrigir a presbiopia através de lentes de contato e de óculos com lentes multifocais.

Os óculos são indicados para quem sente dificuldade em usar lentes de contato. A vantagem é que além de corrigir a visão de perto, os óculos progressivos para presbiopia também corrigem a visão de longe.

E para quem não gosta de usar óculos, é possível optar pelo uso de lentes de contato em um dos olhos ou em ambos. Ela pode ser para perto ou longe ou ser bifocal e funcionar para perto e longe ao mesmo tempo. 

Agora você sabe que existem diversos tratamentos para presbiopia, definitivos e temporários. No entanto, somente quem pode avaliar qual o melhor tratamento a ser feito é o médico profissional da saúde dos olhos.

Então não se esqueça: se você tem mais de 40 anos e sente dificuldade para enxergar objetos próximos, consulte seu médico!

cirurgia para presbiopia

Cirurgia para presbiopia. Veja quais existem
Média 5 de 3 votos



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lenscope

Nós utilizamos a tecnologia a nosso favor e oferecemos uma experiência inovadora para você comprar as lentes para seus óculos sem sair de casa! E o melhor de tudo? Podendo ter as melhores lentes do mercado sem gastar uma fortuna para isso.