Cirurgia refrativa: o que é e como fazer?

Vamos começar quebrando um mito: a Cirurgia Refrativa, que os seus pais, tios ou avós costumam chamar de “cirurgia dos olhos” ou “cirurgia da visão”. Apesar de bem famosa, normalmente é feita por alguém que possui algum problema de visão. Como: miopia, hipermetropia ou astigmatismo em um grau médio ou alto (normalmente mais de 6 graus). Esse procedimento é feito para corrigir esses problemas de visão ou eliminar a necessidade do óculos.

Os principais procedimentos que realizam as correções de Cirurgia Refrativa são a Lasik, PRK e Lasek. Ok, os nomes são diferentes mesmo, mas, ao longo deste artigo, vamos te explicar certinho cada um deles!

Entendendo melhor sobre Cirurgia Refrativa

A Cirurgia Refrativa é um procedimento a laser que mexe na curvatura da córnea, modelando seu formato de maneira a corrigir os principais erros refrativos. São eles: miopia, hipermetropia e astigmatismo.

  • Miopia: é a dificuldade em enxergar de perto
  • Hipermetropia: dificuldade em enxergar de longe
  • Astigmatismo: dificuldade em enxergar de ambos os jeitos, longe e perto.

Classificação de grau

Para cada um destes erros, existe uma escala de graus que uma pessoa pode ter:

  • Grau baixo: 0 a 3 graus
  • Grau moderado: de 3 a 6 graus
  • Grau Alto: mais de 6 graus.

Mas, se você se pergunta: “Como saber se meu grau é alto?” temos certeza que podemos te ajudar com isso, pois além de entender essa classificação, existem outros fatores a levar em consideração. Esse artigo pode ajudar a esclarecer todas as suas dúvidas, então não deixe de acessar.

Como dito no início, existem alguns critérios para se fazer a cirurgia refrativa.

Antes de tudo, é necessário que todos os passos sejam orientados por um Oftalmologista de confiança. Não se baseie em fontes não-confiáveis e não faça exames de vista grátis, pois a maioria desse serviço oferece a famosa “venda casada”. Uma prática proibida pelo Código de Defesa do Consumidor e pelo PROCON, além de não oferecer um teste 100% confiável como o realizado na clínica com o médico especialista. 

Recomendações para fazer o procedimento

A Cirurgia Refrativa é recomendada para:

  • Maiores de 21 anos;
  • Quem quer diminuir a dependência de óculos ou lentes de contato;
  • Tenha o grau já estabilizado;
  • Pessoas que não possuem NENHUM tipo de doença ocular;
  • Pessoas que possuem algum erro de refração (miopia, hipermetropia ou astigmatismo).

Entretanto, como toda a cirurgia, a Refrativa tem seus prós e contras. Quem passa pelo procedimento precisa, necessariamente, aceitar os riscos envolvidos e os efeitos colaterais que podem ocorrer.

A cirurgia, em si, não tem um histórico de ser perigosa ou de ter riscos preocupantes. Os principais efeitos já relatados foram olho seco e o descolamento da camada da córnea que é modificada na cirurgia, mas ambos os efeitos possuem tratamento.

Além disso, outro ponto de alerta é que, mesmo realizando a cirurgia, você ainda pode precisar utilizar óculos ou lentes de contato para melhor resultado e aproveitamento da sua visão.

Por esse motivo, para identificar qual o melhor tipo procedimento recomendado para você e seu grau é importante o acompanhamento de um Oftalmologista.

Cirurgias refrativas: Lasik, PRK e Lasek

Existem três tipos de Cirurgia Refrativa: a Lasik, a PRK e a Lasek. Vamos te explicar em detalhes agora a diferença entre cada um deles. Olha só:

Lasik

É a aplicação do laser na camada mais interna da córnea, que modifica seu formato para tentar “consertar” a visão. Basicamente, ela corta um pedacinho da córnea para facilitar a correção. É indicado para pacientes que tenham miopia de 4 a 9 graus, dependendo da curvatura e da espessura da córnea.

É um procedimento de pós-operatório prático, que não necessita de curativos ou pontos, apenas alguns medicamentos e descanso do paciente.

Veja na imagem abaixo como é o procedimento da cirurgia Lasik.

Cirurgia refrativa
Procedimento LASIK. Fonte: Clínica Tércio Rezende

PRK

Ou Ceratectomia Fotorrefrativa, é um procedimento mais antigo. Surgiu antes da Lasik, mas ainda assim é utilizado em alguns casos, conforme necessidade. Trata miopia, hipermetropia e astigmatismo, e é bem parecida com a Lasik, mas ao invés de cortar um pedaço da córnea, a PRK raspa este mesmo pedaço.

Entretanto, se você fizer uma PRK, deve se preparar para o pós-operatório: o paciente usa uma lente de contato terapêutica na superfície da córnea, para ajudar na cicatrização e aliviar dores e desconfortos que aparecem nos primeiros dias após a cirurgia. Na imagem a seguir, veja como é o procedimento da cirurgia PRK.

Cirurgia Refrativa
Procedimento da cirurgia PRK. Fonte: Clínica de Olhos Roisman

Lasek

Ao invés de cortar ou raspar a cavidade da córnea, na Lasek o médico “cria” esse pedacinho da cavidade. O médico utiliza uma solução de álcool que faz o tecido se soltar, enquanto o laser entra para remodelar a córnea.

Mas o pós operatório é semelhante ao da PRK: as mesmas lentes de contato terapêuticas, os mesmos desconfortos nos primeiros dias, e a necessidade de repouso absoluto e bloqueio da luz direta nos olhos.

O que os médicos dizem sobre Cirurgia Refrativa

Antigamente, a Cirurgia Refrativa já dividiu opiniões. Era um procedimento novo, sem tantas opções de segurança, recursos e pós-operatório. Entretanto, hoje em dia, a tecnologia mudou, possibilitando segurança e tranquilidade para a realização destes procedimentos.

Além disso, os médicos defendem o uso da cirurgia especialmente para quem tem alto grau. Principalmente pessoas que, por esse motivo, já possuem certo grau de esclerose nos cristalinos dos olhos, e portanto necessitam de cirurgia.

Alguns médicos também defendem que é um procedimento mais indicado para pessoas mais velhas.

Entretanto, algumas regras são sempre válidas. Como: deve-se ter mais de 21 anos, utilizar alto grau, e consultar um Oftalmologista para identificar a necessidade ou não de cirurgia. Aliás, muito importante saber as opções de cirurgias disponíveis para o seu problema de visão.

Outras formas de correções de grau alto

Não há o que temer: basta analisar qual tipo de cirurgia se encaixa no seu grau e a necessidade para os seus olhos.

Isso tudo, sempre com a ajuda de um Oftalmologista de confiança, claro! É ele quem vai poder dar o diagnóstico completo, e te auxiliar a encontrar a melhor opção possível.

Entretanto, se você ainda tem medo ou algum tipo de receio quanto à Cirurgia Refrativa, os óculos podem ser uma opção. Isso porque, mesmo utilizando um grau alto, você só precisa escolher o óculos correto! Com armação confortável, lentes que não pesam e nem têm o efeito “fundo de garrafa”. O que acaba sendo o principal motivo pela maioria das pessoas procurarem fazer cirurgia nos olhos.

Ou seja: você não terá mais nenhum problema se tiver lentes com alto índice de refração, pois quanto maior o índice, mais fina serão suas lentes.

Lentes para grau alto

As lentes para alto grau mais recomendadas são lentes fabricadas no material de resina. Isso porque são mais leves e resistentes a qualquer dano que possa sofrer. E hoje, as lentes mais resistentes para alto grau e com maior índice de refração são as lentes Tokai 1.76 exclusiva da Lenscope.

Além de serem as lentes mais finas do mundo, elas não deixam de cumprir as funções principais dos óculos: proteção e segurança. As lentes acompanham todos os tratamentos necessários, oferecendo maior conforto para os seus olhos. Inclusive, por um preço bem mais acessível que outros tipos de lentes. Veja também o Top 5 com as lentes Tokai 1.76.

Então, se você ainda está com receio sobre fazer ou não essa cirurgia, basta levar esses (e outros) fatores em consideração para ter um bom óculos. Temos certeza que sabendo disso, você vai se sentir bem melhor com seu óculos. 

Para entender melhor sobre essa lente e comprar com outras oferecidas no mercado, você não pode deixar de ler o nosso artigo sobre as lentes para alta miopia. Depois, você pode comparar o  preço de lentes para óculos e escolher de forma mais consciente a melhor para você!

E, por último, mas não menos importante…

Queremos saber: este artigo foi útil para você? A qualquer momento, você pode deixar um comentário, uma dúvida, uma crítica, um elogio, que nós teremos o maior prazer em respondê-lo rapidamente!

Cirurgia refrativa: o que é e como fazer?
Média 5 de 1 votos



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lenscope

Nós utilizamos a tecnologia a nosso favor e oferecemos uma experiência inovadora para você comprar as lentes para seus óculos sem sair de casa! E o melhor de tudo? Podendo ter as melhores lentes do mercado sem gastar uma fortuna para isso.

Pin It on Pinterest