colírio

Colírio para conjuntivite, glaucoma, olhos vermelhos, coceira, irritação, olhos secos

0
(0)

Na maioria das vezes, o colírio é uma solução salina com medicamentos que serve para tratar algum problema ocular ou até doenças da vista.

O seu uso deve ser sempre recomendado pelo oftalmologista e, em alguns casos, pode durar por alguns dias ou semanas (como no tratamento de infecções oculares) ou por um tempo maior, para tratar doenças como glaucoma.

Além disso, há ainda colírios sem medicamentos, mas que servem para lubrificação dos olhos, ajudando a aliviar os sintomas da síndrome do olho seco.

Inclusive, o colírio pode ser usado também para limpeza dos olhos, quando entrarem em contato com agentes alérgenos, como poeira, ou objetos estranhos.

Colírio lubrificantes

Os colírios lubrificantes têm a função de tratar a síndrome do olho seco, irritação ocular ou ardência dos olhos.

Estes colírios imitam as lágrimas, por isso são conhecidos também por lágrimas artificiais. 

O uso desse tipo de colírio, geralmente, dura pouco tempo ou é indicado em apenas algumas situações.

Como exemplo, se você passa muitas horas em frente ao computador é normal que sinta que seus olhos estão mais secos.

Nesse caso, o colírio lubrificante é uma aposta certa e, geralmente, indicada pelo oftalmologista. 

Em condições de exposição excessiva à luz solar ou vento, o uso das lágrimas artificiais pode ajudar com a lubrificação dos olhos também.

Aliás, estes colírios mudaram muito com o passar do tempo. Atualmente, são colírios cada vez mais semelhantes às lágrimas, ou seja, imitam a condição úmida e confortável da lágrima verdadeira produzida pelo organismo.

Colírio antibiótico

Esse colírio é usado em um caso bem específico: tratar uma doença ocular que afeta diretamente o nosso olho. Nesse caso, tratar a conjuntivite. 

A conjuntivite bacteriana dura alguns dias ou semanas e, geralmente, os sintomas desaparecem sozinhos.

No entanto, existem formas de aliviar o incômodo que a conjuntivite pode causar em nossos olhos e isso pode funcionar com o uso dos colírios.

No caso das conjuntivites virais o uso do colírio pode também ser indicado para tratar a infecção ocular.

Mas, atenção, estes colírios são vendidos apenas sob prescrição médica.

Aliás, uma dica valiosa: nunca toque a ponta do frasco do colírio no olho acometido pela infecção, já que o frasco do colírio pode ser totalmente contaminado.

Colírio anti-inflamatório

O colírio anti-inflamatório é usado para tratar infecções oculares e o seu uso é sempre indicado pelo médico especialista. Além disso, a compra do colírio é possível apenas sob prescrição médica. 

Serve para tratar vários tipos de inflamações, mas geralmente o uso se dá, principalmente, para tratar diferentes tipos de conjuntivite.

Colírio antialérgicos

Este tipo de colírio, conhecido também por anti-histamínico, é indicado para tratar alergias oculares que causam muita coceira nos olhos.

Estes colírios ajudam a reduzir a histamina, presente nos tecidos oculares.

Esse tipo de colírio não só alivia a coceira, como ajuda a reduzir a vermelhidão dos olhos, inchaço e lacrimejamento, todos sintomas comuns da alergia.

Colírio anestésicos

Os colírios anestésicos têm o objetivo de tratar qualquer dor que esteja afetando os nossos olhos.

No entanto, é imprescindível que a causa da dor seja descoberta pelo médico para ser tratada.

Outro detalhe importante é que é normal que os nossos olhos fiquem doloridos quando estão muito secos, fatigados ou tensos. Portanto, é preciso cuidado também aos seus hábitos diários para não afetar a sua saúde visual.

Colírio descongestionantes

Estes colírios são sempre recomendados para o uso prolongado e devem ser usados com muita cautela!

Isso porque o uso dele serve para eliminar os olhos vermelhos, tanto é que são conhecidos como colírios clareadores também.

Graças a sua fórmula, que contém vasoconstritores, há a diminuição dos vasos sanguíneos dos olhos na parte branca do olho (esclera), tornando-os menos visíveis.

Infelizmente, esse tipo de colírio pode causar olho seco, irritação ocular e até dilatação da pupila se usado com muita frequência.

Por isso, todo cuidado é pouco, então não deixe de seguir a recomendação médica e respeitar o tempo de uso dele, de acordo com a prescrição do oftalmologista. 

Colírio para glaucoma

Esses colírios diminuem a pressão sanguínea interna do olho e seu uso é diário, a fim de tratar o glaucoma e prevenir a perda de visão. Alguns colírios usados para tratar o glaucoma são:

  • Alphagen;
  • Combigan;
  • Timoptol;
  • Lumigan;
  • Xalatan;
  • Trusopt;
  • Cosopt;
  • Entre outros.

Colírio para lente de contato

O uso do colírio para lente de contato são chamados por colírios de reconfiguração e ajudam a tratar os sintomas do olho seco ou qualquer outro desconforto causado pelo uso recorrente da lente de contato.

Colírio para olho seco

Este tipo de colírio é usado para tratar a síndrome do olho seco, mantendo a umidade externa dos olhos.

Além disso, não só ajuda com os sintomas da síndrome do olho seco, mas também com a falta de lubrificação pela exposição ao vento, poeira, cirurgia ocular ou outra condição médica. 

Os colírios para olho seco são vendidos sem prescrição médica e existem de dois tipos no mercado:

  • Colírios sem conservantes: geralmente indicado para ser aplicado até 4 vezes por dia, conforme sentir os olhos secos. É um colírio livre de conservantes e aditivos. 
  • Colírios com conservantes: Usados para combater o crescimento de bactérias nos olhos. Geralmente são vendidos em frascos com várias doses e possuem conservantes e, por isso, podem causar irritação nos olhos se eles estiverem muito secos. 

Como usar colírio do jeito certo

Preparamos para você um passo a passo em 9 etapas para te ajudar a entender como aplicar colírio do jeito certo. Veja só:

  1. Lave bem as mãos antes de aplicar o colírio e já reserve um pedaço de papel limpo ou outro pano limpo para limpar o excesso de gotas que escorrer pelo rosto;
  2. Se estiver indicado no frasco para agitar o produto antes do uso, faça isso;
  3. Retire a tampa do frasco e coloque ela sobre uma superfície limpa. Verifique se a ponta do conta-gotas está limpa antes de usar. Se não estiver, descarte o colírio e compre um novo;
  4. Incline a cabeça para trás ou deite-se de costas e puxe a pálpebra inferior para baixo com o dedo até formar uma bolsa onde o colírio será aplicado;
  5. Segure o frasco do colírio sobre o olho, apontando o conta-gotas do frasco para baixo, em direção ao olho. Aproxime o frasco o máximo que der do olho, mas sem tocar o frasco na superfície ocular;
  6. Olhe para cima, aperte o frasco de forma a cair uma gota na bolsa que é formada na pálpebra inferior;
  7. Depois da aplicação, feche os olhos e olhe para baixo, inclinando o rosto para o chão por 2-3 minutos. Evite piscar ou mover a pálpebra; 
  8. Com o olho ainda fechado, pressione o canto interno do olho, impedindo com que o colírio vá para as vias nasais;
  9. Coloque a tampa no frasco do colírio e feche o medicamento. Lave as mãos e não esqueça de usar o lenço para secar as gotinhas que escorrer no rosto

Cuidados durante o uso de colírios para os olhos

Se você está fazendo uso de algum tipo de colírio, existem cuidados específicos que você precisa tomar. Olha a seguir o que preparamos para te ajudar a não errar mais durante e depois do tratamento:

  • Nunca toque a ponta do frasco do colírio nos olhos, já que pode haver contaminação do colírio e ele perder o seu efeito;
  • Descarte o produto se estiver vencido;
  • Em caso de efeitos colaterais adversos, suspenda o uso e vá ao oftalmologista;
  • Esteja atento(a) às recomendações médicas acerca do tempo de uso, a frequência e a posologia de aplicação do colírio;
  • Se precisar fazer uso de dois colírios ao mesmo tempo, não os aplique na mesma hora. Dê um intervalo de pelo menos 5 minutos de uma aplicação até outra.

Cuidados no uso de colírios para crianças

Algumas vezes, o oftalmologista poderá prescrever o uso de colírios para as crianças. Neste caso, existem cuidados especiais com essa faixa etária. Confira:

  • Em caso de reação alérgica ao colírio, busque atendimento médico imediatamente
  • Caso a criança já faça uso da lente de contato, ela precisa retirar elas para fazer a aplicação do colírio
  • Os adultos ou responsáveis devem sempre estar perto da criança quando for a hora da aplicação do medicamento, ajudando elas com possíveis dúvidas sobre como aplicar o remédio

Riscos de uso de colírios para os olhos

Qualquer medicamento que você usa por um tempo representa riscos à sua saúde. Isso acontece também com os colírios, independentemente do tipo que for. 

Como exemplo, colírios descongestionantes podem provocar reações nos olhos, como vermelhidão, dilatação excessiva da pupila ou sensação de olho seco.

Além disso, este tipo de colírio pode até causar o quadro de hiperemia de rebote, ou seja, cada vez mais, conforme você vai usando por um longo tempo, os vasos sanguíneos dos olhos se dilatam mais.

Sem falar que os nossos olhos também podem parar de responder ao tratamento após o uso prolongado de algum tipo de colírio.

Já os colírios antibióticos, quando não usados apenas pelo tempo determinado, podem causar a volta da infecção ocular.

Outros riscos aos olhos com o uso de colírios (de diferentes tipos) são: 

  • Sensação de olho seco
  • Vermelhidão
  • Irritação no olho
  • Turvação transitória da visão
  • Dilatação da pupila

Vale lembrar que todos estes riscos são efeitos colaterais dos colírios quando usamos este tipo de medicamento por muito tempo, desrespeitando, às vezes, a indicação médica sobre o tempo de uso.

Por isso, é muito importante estar atento(a) ao uso correto deste tipo de remédio para tratar do seu problema ocular.

Não passando os sintomas e nem melhorando o quadro, busque ajuda médica imediatamente. 

Quando ir ao médico

Você deve ir ao médico caso o uso dos colírios não surtirem o efeito desejado ou mesmo se você tiver alguma reação ou efeito colateral a ele.

Inclusive, cuidado aos sintomas dos problemas oculares que parecem não melhorar. Nestes casos, ou diante da piora do quadro da doença ocular, você deve ir ao oftalmologista imediatamente.

Isso porque ele poderá receitar um novo medicamento, além de realizar exames específicos.

Recomendações sobre colírio para os olhos

Se você estiver usando colírio, anote estas recomendações importantes:

O que fazer

  • Saiba por quanto tempo você pode usar o frasco do colírio depois de aberto o medicamento;
  • Se estiver usando dois colírios ao mesmo tempo, use-os na ordem correta sempre, respeitando o horário de aplicação;
  • Faça intervalos entre as aplicações dos colírios diferentes que estiver usando

O que não fazer

  • Não deixe que a ponta do conta-gotas do frasco toque o seu olho por nenhum momento
  • Não permaneça com a lente de contato enquanto aplica a solução a menos que o seu médico diga que não há problema
  • Não compartilhe o medicamento com outra pessoa 

Fontes

Web Med

E Lens

News Medical Life Science

Olhar Certo 

Mayo Clinic

All About Vision 

American Academy of Ophthalmology

Healthline

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lenscope

Somos uma Health Tech que faz uso do que há de mais moderno na tecnologia para transformar a jornada de compra de lentes para óculos no Brasil. Com nosso serviço 100% online, você faz as lentes do seu óculos de grau pela internet, sem precisar sair de casa.

E, para nos ajudar a continuar desenvolver tecnologias exclusivas no Brasil e no Mundo, fomos selecionados para o programa Creative Startups da Samsung, além de fazer parte do Eretz.bio, incubadora de startups do Hospital Israelita Albert Einstein, considerado um dos melhores hospitais da América Latina. Também fazemos parte da Supera, incubadora da Universidade de São Paulo (USP/FM-RP) e do Cubo Itaú, um dos principais ecossistemas de startups do Brasil.

Conte com a gente para ver e se sentir bem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *