cor dos olhos

Cor dos olhos: entenda tudo sobre a cor de seus olhos

2
(4)

Sabe como é definida a cor dos olhos de cada pessoa? Será que quem possui olhos claros é mais sensível à luz?  Quais as variações de cores existem? Veja nossas dicas de cuidados que você precisa começar hoje mesmo, curiosidades e muito mais.

O que define a cor dos olhos?

A cor dos nossos olhos é definida pela genética e elas só aparecem devido a presença do pigmento chamado melanina. Caso contrário, nossa íris seria esbranquiçada. O oposto disso é o excesso desse pigmento que resulta em uma íris com tom mais escuro, como é o caso do olho castanho-escuro.

Por que a cor dos olhos das pessoas é diferente?

Uma curiosidade é que a cor dos nossos olhos é única, assim como as digitais. Isso é devido à combinação de genes específicos de nossos pais. Além disso, os filhos podem ter a cor dos olhos diferente dos pais, e as cores mais escuras tendem a dominar.

Quando um bebê nasce, a cor dos olhos tende a ser uma das características mais fascinantes, pois a cor tem o “poder” de se transformar à medida que a criança cresce.

Você conhece alguém que nasceu com olhos de uma cor e, após algum tempo, a cor mudou completamente? Pois é. Isso é muito mais comum do que você imagina e vamos te explicar o motivo.

Assim como a pele e o cabelo, os olhos do bebê ao nascer geralmente apresentam tom mais claro e podem escurecer nos três primeiros anos de vida. Esse escurecimento acontece devido à presença de pigmentos naturais do corpo, como é o caso da melanina, e que se desenvolvem com o avançar da idade.

Então, esse é o motivo pelo qual nossos olhos possuem cores diferentes. Pois, a cor é determinada pela combinação de tipo e quantidade de pigmentos na íris.

Variações de cores da íris

Se você pensou que as cores dos olhos se resumem a verde, azul e castanho, está enganado. Existem muitas cores e variações delas. Preparamos uma lista com algumas das inúmeras cores da íris que existem. Confira:

  • Azul clara
  • Azul-esverdeada
  • cinza
  • azul escura
  • azul-cinza com manchas amarelas/marrons
  • cinza-verde com manchas amarelas/marrons
  • verde
  • verde com manchas amarelas/marrons
  • avelã (castanho-esverdeada)
  • âmbar (laranja-amarelo)
  • castanho clara
  • castanho escura (a verdade é que não existem olhos naturalmente pretos, mas sim pigmentação muito escuro do castanho)

Já sabemos que existem várias cores de íris nos seres humanos, mas saiba que as cores também podem mudar temporariamente a depender do clima, horário do dia e humor.

O olho castanho-escuro, por exemplo, pode aparentar ser preto em ambientes com baixa luminosidade e em pessoas com olhos claros é possível perceber variações no tom. Ou até mesmo um olho de cada cor por questões vinculadas às emoções.

As variações mais comuns acontecem em resposta à expansão ou contração da íris na presença de luz ou conforme ela envelhece.

Qual a cor dos olhos mais rara?

Levantamento realizado pelo Owlcation, site americano de educação e ciência. Afirma que é mais difícil encontrar no mundo algumas cores. Veja o resultado desse estudo baseado em dados mundiais.

  • Olhos verdes – presente em apenas 2% das pessoas em todo o mundo;
  • Olhos pretos – como essa cor não existe naturalmente, algumas doenças podem ser responsáveis por essa pigmentação rara, como é o caso da aniridia, em que o portador não possui a íris, sendo visível apenas a pupila;
  • Olhos cor de âmbar – o tom lembra o dourado ou acobreado e está entre os mais raros do mundo. Muito comum no mundo animal, em lobos, gatos e cães;
  • Olhos cor violeta – algumas variações de luz podem fazer os olhos azuis parecerem violetas;
  • Olhos vermelhos – mais comum em pessoas com albinismo, doença que se caracteriza pelo baixo volume de melanina.

Independentemente de qual seja a cor dos olhos, todas as cores e tons são como obras de arte, únicas e incrivelmente lindos, não é mesmo?

Olhos claros são mais sensíveis à luz?

É comum ouvir que pessoas que possuem os olhos claros são mais sensíveis à luz. Mas, essa afirmação não passa de um mito. Pois a parte “colorida” do nosso olho tem o nome de íris e o modo como os olhos recebem luz não tem ligação com a sua pigmentação (cor).

As células fotossensíveis, que estão localizadas na retina, e não na íris, é que são responsáveis por desempenhar esse papel de agir de modo diferente, a depender da iluminação.

Sendo assim, uma pessoa com os olhos azuis e outra com olhos castanho-escuros podem reagir com maior ou menor sensibilidade à luz, mas não é devido à cor. Aliás, a íris mais escuro pode, sim, ser mais fotossensível do que o olho claro, justamente porque o que acontece na íris não tem nenhuma relação com o que ocorre na retina.

Entenda a fotofobia

A luz pode provocar incômodo em situações muito especificas, e pra isso damos o nome de fotofobia. Uma delas torna as células ineficientes em captar a luz, a distrofia dos cones (células oculares capazes de reconhecer as cores). Dessa maneira, a luz machuca os olhos, tornando necessário o uso de óculos escuros.

Esse incômodo pode aparecer momentaneamente durante uma forte dor de cabeça e acabar passando quando o mal-estar cessar. Mas, a sensibilidade à luminosidade pode surgir como um sintoma no caso de doenças da córnea ou membrana conjuntiva, como é o caso da ceratoconjuntivite.

É também possível desenvolver a fotofobia em caso de astigmatismo e devido a maus cuidados com os olhos. 

A recomendação médica é sempre agendar uma consulta com um profissional de saúde de sua confiança o quanto antes, se você sentir desconforto em ambientes luminosos ou perceber alteração repentina na tonalidade. Quanto antes o problema for identificado, mais simples e indolor será a solução.

Uma coisa é certa, a cor dos seus olhos não é o motivo de qualquer desconforto dessa natureza.

Entenda mais sobre fotofobia e sensibilidade à luz.

Esperamos que esse conteúdo tenha ajudado você a entender melhor sobre seus olhos e ter sempre um olhar bonito e saudável. Visite regularmente seu oftalmologista.

Continue lendo outros artigos! Mas, antes deixe seus comentários sobre o que achou deste conteúdo e aproveite a visita para realizar nosso teste de visão com resultados precisos.

Faça agora mesmo seu teste de visão (online e gratuito).

Fonte:

Asia News

Very Well Helth

NVision Center

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 2 / 5. Número de votos: 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lenscope

Somos uma Health Tech que faz uso do que há de mais moderno na tecnologia para transformar a jornada de compra de lentes para óculos no Brasil. Com nosso serviço 100% online, você faz as lentes do seu óculos de grau pela internet, sem precisar sair de casa.

E, para nos ajudar a continuar desenvolver tecnologias exclusivas no Brasil e no Mundo, fomos selecionados para o programa Creative Startups da Samsung, além de fazer parte do Eretz.bio, incubadora de startups do Hospital Israelita Albert Einstein, considerado um dos melhores hospitais da América Latina. Também fazemos parte da Supera, incubadora da Universidade de São Paulo (USP/FM-RP) e do Cubo Itaú, um dos principais ecossistemas de startups do Brasil.

Conte com a gente para ver e se sentir bem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *