Deficiência de vitamina D

Deficiência de vitamina D: veja esse e outros nutrientes que o novo normal priva seus olhos

0
(0)

A deficiência de vitamina D pode causar fraqueza muscular, dor, fadiga e até depressão. A vitamina D ajuda a fortalecer nossos ossos e ainda ajuda a prevenir alguns tipos de câncer.

No artigo de hoje falaremos sobre a importância da vitamina D e outros nutrientes para nosso corpo e seus benefícios para a saúde ocular. Continue a leitura!

Afinal, qual a importância da vitamina D para a saúde dos olhos?

Estudos recentes apontam que a vitamina D protege a visão, de forma a evitar doenças oculares degenerativas relacionadas à idade, como por exemplo catarata, degeneração macular e glaucoma.

Outro benefício da vitamina D é a melhora nos processos celulares dos olhos, bem como existem proteínas específicas entre todas as células da córnea, que trocam açúcares, aminoácidos, proteínas e vitaminas responsáveis em manter o organismo em constante equilíbrio.

Portanto, quantidades suficientes de vitamina D ajudam a fortalecer a comunicação desses processos oculares nos nossos olhos. Em contrapartida, a deficiência de vitamina D pode prejudicar a cicatrização da córnea em casos de lesões e doenças.

Como identificar a deficiência de vitamina D?

A carência de vitamina D está relacionada à falta de exposição ao sol (de forma adequada), pessoas acima dos 50 anos, falta de alimentos ricos em vitamina D, ou viver em lugares frio onde raramente tem sol.

A princípio, a falta dessa vitamina não apresenta sintomas característicos, no entanto, podem surgir sintomas como:

  • fraqueza muscular, ficando mais fáceis de quebrar, principalmente os ossos da coluna, quadril e pernas;
  • dores ou cãibras musculares e nos ossos;
  • deformidades nas articulações, entretanto, isso é mais raro de acontecer;
  • osteomalácia e osteoporose em adultos;
  • sensação de fadiga;
  • mudanças de humor e depressão;
  • fraqueza e mal-estar;
  • alargamento das extremidades dos ossos da perna e dos braços;
  • espasmos musculares;

Em crianças, os sintomas podem ser especialmente de:

  • dores musculares;
  • fraqueza muscular;
  • arqueamento das pernas;
  • raquitismo (condição que afeta o desenvolvimento dos ossos na infância afetando seu crescimento);
  • atraso no nascimento dos primeiros dentes do bebê e o surgimento de cáries desde muito cedo.

Covid-19 causa deficiência vitamina D e outros nutrientes essenciais os olhos

Desde o início da pandemia, onde a orientação principal foi ficar dentro de casa o máximo de tempo possível, muitas pessoas passaram a trabalhar remotamente.

Nesse sentido, estudantes e trabalhadores passaram mais tempo trabalhando em frente às telas, aumentando problemas oculares como por exemplo fadiga ocular, sensibilidade à luz, desconforto ocular, olhos secos e irritados, visão turva e miopia.

Esses sintomas juntamente a hábitos irregulares como a falta de exercícios físicos, pouca exposição ao sol, e alto consumo de lanches e fast foods, podem se tornar ainda mais graves. 

O novo coronavírus atinge especialmente os pulmões, causando problemas respiratórios como a falta de ar. No entanto, estudos mostraram que a doença também pode causar problemas oculares moderados a graves, e sequelas da covid-19 nos olhos.

Segundo especialistas, pessoas com infecções graves da Covid-19, correm alto risco de anormalidades oculares como a oclusão vascular. 

Assim também, com o uso prolongado de esteróides aumenta o risco de mucormicose, uma consequência grave da Covid, especialmente em pacientes diabéticos ou imunocomprometidos.

A infecção do nariz e do seio da face, se espalha pela órbita ocular, podendo causar perda da visão e até levar até a morte, se não tratada a tempo.

A Covid longa também causa um sintoma frequente: a conjuntivite. Esse problema pode ser tratado com medicamentos, mas, em casos específicos, a retina e seus vasos retinianos são danificados, causando perda considerável da visão e levando tempo para cicatrização.

Portanto, a deficiência de vitamina D e outros nutrientes como a vitamina A, que são essenciais para a nossa saúde, pode contribuir com o agravamento da doença caso você contraia o Covid-19.

Como suprir a deficiência de vitamina D no novo normal?

A princípio consumir vitamina D não significa que vai impedir que você contraia a Covid-19, e sim que ela pode ajudar a prevenir e combater outras doenças como diabetes e osteoporose, segundo especialistas.

De acordo com um estudo feito na Universidade de Chicago, e publicado no Journal of the American Medical Association, mostrou que a falta de vitamina D pode aumentar em até 7% as chances de infecção do vírus. 

Mas com as restrições sociais, ficou mais difícil tomar sol, essa que é uma fonte importante de vitamina D. Por isso, nós separamos 5 dicas para suprir a falta de vitamina D durante o isolamento social:

  • Se expor mais ao sol:

Tome sol por 10 a 15 minutos. O melhor horário para obter vitamina D é das 10h às 16h, horários prejudiciais para nossa pele, portanto, passe protetor solar principalmente em áreas mais sensíveis;

  • Alimentação:

A vitamina D também está presente em alimentos, suprindo cerca de 20% das necessidades do corpo. Os principais alimentos ricos nesta vitamina são folhas escuras, peixes, ovos, manteiga, iogurte entre outros;

  • Suplementação:

Com nossa realidade atual estamos mais em casa, trabalhando, e comendo mais comidas rápidas, que geralmente não têm vitamina D;

Portanto, suplementos alimentares podem ajudar a complementar a alimentação, como por exemplo vitaminas A, C, E, B6, B9 e B12, sendo ótimos suplementos para os olhos;

  • Suplemento de vitamina D:

O médico é quem irá prescrever o nível adequado deste suplemento de vitamina D para você. Normalmente, esse tipo de suplemento é prescrito acompanhado de outros minerais, como o cálcio;

Nesse caso, como a vitamina D é essencial para absorver o cálcio no nosso organismo, o metabolismo ósseo é alterado, como por exemplo a osteoporose;

  • Faça exames:

Existem exames específicos capazes de mostrar se há deficiência da vitamina D no corpo ou não. Dessa forma, se houver carência da vitamina, seu médico saberá prescrever o ideal para você;

Alimentos para ajudar a suprir a deficiência de vitamina D

Esta, é uma vitamina que ajuda na absorção do cálcio no nosso organismo, função extremamente importante para o fortalecimento de ossos e dentes, e evitando doenças como diabetes, câncer, osteoporose, raquitismo, problemas cardíacos e hipertensão.

A vitamina é encontrada por exemplo em carnes, frutos do mar e em óleos e fígado de peixes, entretanto, se expor ao sol é a principal fonte de obtenção da vitamina D. Para te ajudar, nós separamos 6 alimentos que ajudam a suprir a deficiência de vitamina D:

  • Salmão:

O salmão selvagem é sem dúvidas, um dos alimentos mais ricos em vitamina D. Por exemplo, cerca de 100g de salmão enlatado oferece 600 UI (em unidades internacionais), a mais de vitamina D do que uma pessoa precisa diariamente;

  • Arenque e sardinha:

O arenque é um peixe comido no mundo todo, e pode ser ingerido cru, enlatado, defumado ou em conserva. Este pequeno peixe também é uma das melhores fontes de vitamina D, e as sardinhas enlatadas também são ótimas fontes;

Outros tipos de peixes gordurosos também são excelentes fontes de vitamina D, como por exemplo o alabote e a cavala,  fornecendo 384 IU e 360 ​​IU em meio filé, respectivamentes;

  • Óleo de fígado de bacalhau:

Este é um suplemento muito popular, e se você não gosta de comer peixe, tomar óleo de fígado de bacalhau é excelente para obter certos nutrientes que não estão disponíveis em outras fontes.

Portanto, óleo de fígado de bacalhau também é excelente fonte de vitamina D, assim como também é rico em ácidos graxos e ômega-3;

  • Gemas de ovo:

Os ovos são ótimas fontes de vitamina D, além de serem alimentos extremamente nutritivos. A maior parte da proteína do ovo é encontrada na clara. As gorduras, vitaminas e minerais, são encontrados principalmente na gema.

Os níveis de vitamina D nas gemas, dependem muito da exposição ao sol e do teor de vitamina D da ração das galinhas. Portanto, criadas ao ar livre e sob a luz do sol, produzem ovos com níveis maiores de vitamina D;

  • Cogumelos:

Os cogumelos são a única boa fonte vegetal de vitamina D, e como nós, humanos, eles podem absorver a vitamina, quando expostos à luz do sol.

Entretanto, cogumelos produzem vitamina D2, enquanto os animais produzem a vitamina D3. E embora a vitamina D2 ajude a aumentar os níveis de vitamina D no sangue, podem não ser tão eficazes quanto a vitamina D3 de origem animal.

 Em contrapartida, cogumelos cultivados comercialmente são frequentemente cultivados no escuro, resultando em muito pouco D2;

  • Atum enlatado:

O atum costuma ser mais barato do que comprar peixe fresco, sendo ótima fonte de vitamina D, niacina e vitamina K, mas, infelizmente, o atum enlatado contém metilmercúrio, uma toxina encontrada em muitos tipos de peixes.

Dessa forma, se ele se acumular em seu corpo, pode causar sérios problemas de saúde. No entanto, alguns tipos de peixes apresentam menos riscos do que outros.

Por exemplo, o atum light é normalmente uma escolha melhor do que o atum branco, sendo seguro comer até 170 gramas por semana.

Descubra se seus olhos foram afetados pela pandemia

Será que seus olhos foram afetados durante o isolamento social? Você viu que alguns sintomas podem ser sinais da falta de cuidados com os olhos e da vitamina D no corpo, facilitando o contágio da Covid-19.

Ter bons hábitos como praticar exercícios, se alimentar melhor, e tomar sol de forma adequada, são fundamentais para obter a vitamina D, mantendo o organismo saudável, contribuindo para o cuidado dos olhos.

Lembre-se também que é muito importante estar em dia com as suas consultas com o médico oftalmologista e ter suas lentes sempre atualizadas para o seu grau.

Nós da Lenscope somos uma health tech que usa tecnologia e inovação para impactar a saúde das pessoas. Fazemos isso facilitando o acesso a lentes para óculos de qualidade, com valor justo e um modelo de compra descomplicado.

Além disso, investimos em tecnologia para facilitar seu entendimento da sua saúde visual. Então, realize nosso teste de visão online e gratuito, assim você descobre em alguns cliques se possui astigmatismo ou miopia! Não esqueça de assinar nossa newsletter para receber as melhores dicas sobre saúde.

deficiência de vitamina d - teste de visão

Fontes:

Onmanorama.com

My.clevelandclinic.org

Versanthealth.com

Yoursightmatters.com

Healthline.com

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lenscope

Somos uma Health Tech que faz uso do que há de mais moderno na tecnologia para transformar a jornada de compra de lentes para óculos no Brasil. Com nosso serviço 100% online, você faz as lentes do seu óculos de grau pela internet, sem precisar sair de casa.

E, para nos ajudar a continuar desenvolver tecnologias exclusivas no Brasil e no Mundo, fomos selecionados para o programa Creative Startups da Samsung, além de fazer parte do Eretz.bio, incubadora de startups do Hospital Israelita Albert Einstein, considerado um dos melhores hospitais da América Latina. Também fazemos parte da Supera, incubadora da Universidade de São Paulo (USP/FM-RP) e do Cubo Itaú, um dos principais ecossistemas de startups do Brasil.

Conte com a gente para ver e se sentir bem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *