óculos infantil

Dicas importantes antes de comprar o óculos infantil para seu filho

As crianças absorvem quase 90% de tudo que aprendem através de seus olhos. Além disso, pouca gente sabe, mas, normalmente, os primeiros sinais de miopia e de outras doenças dos olhos aparecem na infância. Daí a importância de escolher o óculos infantil correto para o seu filho.

Mais do que entender a necessidade e o momento em que a criança deve começar a usar óculos, é preciso pensar também na segurança. O óculos infantil deve ser confortável, e garantir máxima proteção aos olhos.

Por isso, neste artigo, vamos falar sobre os aspectos mais importantes a serem levados em consideração para adquirir um óculos infantil: a escolha correta da armação, das lentes, e o tipo de grau para cada necessidade. Vamos lá?

Os problemas de visão mais comuns entre as crianças

Os problemas mais comuns na infância são três: miopia, hipermetropia e astigmatismo. Sendo o mais comum de todos a miopia, que afeta em sua maioria crianças e é descoberta normalmente entre os 8 e 12 anos de idade. Além disso, é comum que as crianças possam ter estrabismo também.

Quando a criança é diagnosticada com algum desses problemas, ela irá precisar óculos. E é aí que começam as dúvidas sobre como escolher o óculos ideal para elas. Vamos te ajudar.

O fator mais importante do óculos infantil: o apoio nasal

Diferentemente dos adultos, as crianças tem a ponte baixa, ou seja, não possuem o osso do septo nasal 100% desenvolvido. Por isso, é recomendado que as armações tenham sempre o suporte com a plaqueta. Isso porque vai melhorar o apoio para o nariz, e permitir o ajuste do óculos conforme a criança cresce e os ossos do nariz se desenvolvem.

Escolhendo a melhor armação para óculos infantil

Este é um ponto crucial para a escolha de um óculos infantil, pois se diferencia muito de como escolhemos uma armação para o óculos de um adulto.

A escolha começa no cuidado  do material do óculos. Os mais recomendados são silicone, grilamid ou resina morfa termoplástica, que são materiais mais anatômicos, mais leves e por isso não causam peso no rosto da criança.

Já adiantamos que o metal não é recomendado. Isso porque, além de ser um material mais sensível, pode romper com facilidade e também ferir a criança ou os olhos dela.

Armação de silicone

É o material mais conhecido quando o assunto é óculos infantil. Aliás, esse material foi o primeiro utilizado para a confecção de óculos para a criança e é recomendado para crianças com menos de 12 anos.  

É muito recomendado também por especialistas, por ser flexível, ajustável e anatômico – e, por esse mesmo motivo, é mais prático para os pais. Entretanto, também existe uma desvantagem: por ser mais “mole”,  ele não tem a estrutura da distância vértice (distância entre o olho e a lente do óculos) e eventualmente pode se adaptar em qualquer posição que a criança colocar – inclusive alguma posição que não seja correta. Por esses motivos, é sempre bom ficar de olho como que a criança está usando o óculos.

Grilamid

Muito utilizado para armação de óculos infantis, pois é bastante flexível em caso de quedas, e não machuca as crianças que, às vezes, esquecem de tirar o óculos para dormir. 

Resina morfa termoplástica

Uma resina tão resistente quanto a Grilamid, mas ainda mais flexível.

Armação de Aro fechado

Quando se trata de óculos infantil, é importante dar preferência para armações de aro fechado, pois, além de garantir toda a proteção dos olhos, as proteção das lentes também são asseguradas, no momento em que o aro envolve todos os lados. Para as crianças que correm, brincam, e se aventuram muito durante a rotina, é importante ter esse cuidado redobrado com as lentes!

óculos infantil
Modelo Kizo da marca Hatsu: aro fechado, recomendado para óculos para criança

Armações não recomendadas

Existem alguns materiais e modelos para óculos que não são recomendadas para óculos de criança. Os mais comuns são: óculos de acetato, de três peças e meio aro.

Acetato

É um material mais pesado para crianças. Além disso, uma vez que esta armação deforma, é preciso levar a ótica mais próxima para tentar reajustar – mas ela nunca mais volta a ser como era originalmente. Portanto, adquirir uma armação de acetato é um risco tratando-se de crianças.

Três peças

Mesmo que feita de policarbonato (um material bem resistente), o modelo de três peças pode se tornar um quebra-cabeça nas mãos de uma criança. É um modelo curioso, com o qual muitas crianças gostam de brincar de desencaixar a hastes e a ponte, quebrando o óculos com facilidade.

Além disso, é uma armação que demanda ajustes periódicos – é necessário parafusar para deixar mais firme a armação. Você, como adulto, pode já ter passado por isso com o seu óculos… então, imagine quantas vezes isso pode acontecer com uma criança!

óculos infantil
Não recomendado: armação três peças

Meio aro

A armação meio aro tem todo um mecanismo: necessita de um fio de nylon apoiado no chanfro (na cavidade da lente), que é encaixado e amarrado. Portanto, qualquer criança ativa que faça força ou torça um pouco a armação, pode fazer com que a lente escapa e esse fio se arrebente com facilidade.

óculos infantil
Armação meio aro não recomendado para óculos infantil

Tipos de lentes para óculos infantil

As lentes mais recomendadas para as crianças variam conforme o grau de miopia, hipermetropia e astigmatismo que elas possuem.

Dessa forma, você encontra várias opções de lentes no mercado quando descobre que seu filho(a) precisa usar óculos. As mais conhecidas  são as lentes CR-39, conhecidas como lentes de acrílico ou Orma®; lentes trivex 1.53, lentes de policarbonato, lentes de resina de alto índice de refração como as lentes 1.74 e 1.76 e lentes de vidro, também conhecidas como lentes de cristal.

Veja qual delas é mais indicada para cada caso.

Lentes para óculos de criança com até 4 graus de miopia

As lentes mais indicadas para crianças com até 4 graus de miopia ou hipermetropia, com até 2 grau de astigmatismo são as lentes de policarbonato 1.59 e as lentes trivex 1.53. Estes números se referem ao índice de refração, ou seja, a espessura das lentes. Quanto maior o índice de refração, mais finas as lentes ficam. 

A principal desvantagem das lentes Trivex 1.53 é que elas são caras e ficam um pouquinho mais grossas que as lentes de policarbonato que possuem índice de refração maior de 1.58 e 1.59.

As lentes de policarbonato, são super resistentes e muito leves, sendo ideais para óculos de criança. Entretanto, é difícil encontrar esse tipo de lente por um preço mais acessível.

Pensando nisso, a Lenscope disponibiliza essas lentes por um preço ainda menor do que o valor de mercado. Você pode conferir no nosso site.

As lentes CR-39, de acrílico, também conhecidas como Orma®, são lentes que você também encontra no mercado, porém elas não são indicadas por serem mais frágeis, podendo quebrar facilmente nas mãos das crianças.

Lentes para óculos de criança com mais de 4 graus de miopia

As lentes mais indicadas para crianças com alta miopia, ou seja, mais de 4 graus de miopia ou hipermetropia, com mais de 2 graus de astigmatismo são as lentes de resina de alto índice de refração, como as lentes 1.74 e 1.76.

Por terem alto índices de refração, essas são as lentes que proporcionam óculos mais finos e, principalmente, mais resistentes para as crianças.

As lentes de vidro, também conhecidas como lentes de cristal, são lentes com índice de refração 1.8 e 1.9. Elas não são indicadas para as crianças pois são bastante frágeis, quebrando facilmente até mesmo para adultos.

Por serem lentes de vidros, outro agravante é que elas podem ferir as crianças. Além disso, elas são bem mais caras que as demais opções que citamos aqui.

Quando se trata de crianças, o grau pode variar com o tempo (em média a cada 6 meses), e, com isso, os pais terão que comprar outras lentes. Com a constante mudança, os olhos da criança terão de se adaptar aos óculos e à variação de marca/modelo muitas vezes pode gerar estresse nos olhos devido a possível mudança de índice de refração, experiência com o óculos, visão periférica, etc.

Por isso, é importante que se alinhe preço com qualidade e fidelidade à um modelo, de modo que a criança apenas se acostume com o novo grau, e não sofra com tanto estresse nos olhos a cada 6 meses durante toda a sua infância e adolescência.

Cuidados na hora de escolher lente para óculos de criança com alto grau

Se a criança possui um grau alto de miopia, hipermetropia e astigmatismo, outro fator que deve ser levado em conta na hora de comprar um óculos infantil é o design das lentes. Há dois tipos de lentes para óculos tanto para crianças como para os adultos: lentes asféricas e lentes esféricas.

Lentes asféricas ou esféricas

As lentes asféricas são mais planas e finas do que as convencionais e o material é distribuído proporcionalmente na lente. Sabe aquele efeito fundo de garrafa comum em óculos de grau forte? Então, as lentes asféricas reduzem bastante esse efeito e, muitas vezes, chegam a eliminá-los. 

Já as  lentes esféricas seguem o  formato de uma esfera na face interna e externa das lentes. Dessa forma, há pouco material no centro e muito na borda das lentes causando as distorções nos cantos das lentes.

Ao usar uma lente esférica o campo de visão da criança acaba ficando limitado, principalmente o campo de visão periférico (das laterais do óculos). Isso pode acabar atrapalhando as brincadeiras típicas das crianças como queimada, pega-pega e brincadeiras mais agitadas no geral.

Já as lentes asféricas proporcionam menos distorções e, por isso, o campo periférico é mais amplo. Com isso, elas são as lentes mais indicadas para as crianaças, principalmente para aquelas que possuem mais de 4 graus de miopia. 

Tratamentos de lentes para óculos infantil

Os tratamentos disponíveis hoje para óculos de grau ajudam a proteger e a trazer mais conforto para as crianças que precisam de óculos. Os tratamentos essenciais que não podem faltar em um óculos infantil são: proteção UV, antirreflexo e antirrisco.

O tratamento contra os raios UV é o principal que um óculos infantil deve ter. Esse tratamento protege os olhos contra os raios agressivos do sol desde a infância, para que isso não gere problemas de visão mais graves a longo prazo.

Já o antirreflexo e antirrisco ajudam a fazer com que as lentes durem mais. Além de facilitar a limpeza das lentes.

Considerações finais

Um óculos infantil adequado é aquele que tem um apoio nasal consistente. Já os materiais mais indicados de armação é o silicone, grilamid, resina morfa termoplástica. Todos eles são materiais mais leves.

Caso seu filho utilize até 4 graus, dê preferência para as lentes trivex 1.53 e as de policarbonato 1.59.

E, para mais de 4 graus, você consegue ter um óculos mais fino e sem aspecto “fundo de garrafa”:  quando escolhe uma lente de alto índice de refração, como as Lentes Tokai 1.76 e as lentes 1.74. 

Mas, apesar de ter te ensinado a escolher corretamente um óculos infantil, a nossa principal recomendação  é: tenha o costume de levar o seu pequeno frequentemente ao oftalmologista. Quanto mais cedo for descoberto o diagnóstico, maior a chance de tratamento – e de melhorar a qualidade da visão!

Caso você tenha ficado com alguma dúvida, escreva aqui pra gente nos comentários. Nós também temos um Consultor Óptico totalmente online que pode te ajudar. Lá você preenche os campos de acordo com a receita do seu filho(a) e pronto! Você já fica sabendo todas as opções de lentes que existem e também as armações mais indicadas para cada caso. Tudo isso 100% gratuito.

Dicas importantes antes de comprar o óculos infantil para seu filho
Média 5 de 3 votos



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lenscope

Nós utilizamos a tecnologia a nosso favor e oferecemos uma experiência inovadora para você comprar as lentes para seus óculos sem sair de casa! E o melhor de tudo? Podendo ter as melhores lentes do mercado sem gastar uma fortuna para isso.

Pin It on Pinterest