miopia, hipermetropia e astigmatismo

Diferença entre miopia, hipermetropia e astigmatismo

4.2
(20)

Os problemas de visão mais comuns são a miopia, hipermetropia e astigmatismo. A principal diferença entre eles é a forma que se enxerga um objeto. Por exemplo, quem tem hipermetropia sente dificuldade em enxergar objetos próximos.

Normalmente, esses problemas de visão não costumam ser graves, mas um diagnóstico precoce é importante para dar início a um tratamento que controle a evolução dos transtornos. Ou até mesmo evitar o surgimento de algo mais sério. Confira a seguir o que são esses problemas de visão, seus principais sintomas e os tratamentos adequados para cada um deles. 

Também explicamos a diferença entre miopia, hipermetropia e astigmatismo no vídeo abaixo.

Miopia

A miopia é um dos problemas de visão mais comuns existente. Trata-se da dificuldade para conseguir enxergar os objetos mais distantes, deixando a vista desfocada e embaçada. Isso ocorre por causa do formato mais alongado do seu olho. Ou seja, enquanto quem não tem miopia possui o globo ocular arredondado, o globo ocular de quem tem miopia é mais alongado.

Veja um exemplo disso na imagem a seguir.

miopia, hipermetropia e astigmatismo

Diferença de um globo ocular normal e de uma pessoa que possui miopia (alongado)

 

Esse distúrbio gera dificuldade em enxergar o que está longe, pois a imagem não é focada diretamente na retina, mas sim à sua frente. Os primeiros sintomas começam a surgir ainda na infância ou adolescência. É comum o grau ir aumentando aos poucos, até o problema se estabilizar por volta dos 30 anos de idade.

Apesar de, na maioria das vezes, ocorrer devido a fatores hereditários, maus hábitos podem piorar a gravidade do problema. Por exemplo, o uso excessivo de eletrônicos como celulares e computadores, ou a falta de luz natural. Esses eletrônicos emitem a luz azul violeta, considerada nociva, que pode danificar a nossa visão. Nesses casos, alguns dos principais sintomas são olhos cansados, dor de cabeça constante e até mesmo dificuldade para dormir. 

 

miopia, hipermetropia e astigmatismo

Hipermetropia

Já a hipermetropia, é o oposto da miopia. A hipermetropia prejudica a visão de objetos que estão perto. Isso se deve por uma falha na refração, que faz com que a imagem seja projetada atrás da retina. 

Logo, se você tem hipermetropia consegue ver claramente objetos que estão mais distantes, mas imagens mais próximas ficam desfocadas. Assim como a miopia, a hipermetropia também pode estar relacionada a fatores hereditários. Ou seja, se seus pais têm hipermetropia, você tem chances maiores de adquirir esse problema também.

Veja na imagem como é um globo ocular normal e compare com o globo ocular com hipermetropia.

miopia, hipermetropia e astigmatismo

Astigmatismo

O astigmatismo é caracterizado pela imperfeição da curvatura da córnea do globo ocular, um erro de refração que causa distorções na imagem. Isso acontece porque os raios de luz não atingem apenas um ponto da retina, mas sim vários. Dessa forma, cria-se diversos pontos focais, podendo ser formados antes ou depois da retina.

Então, o astigmatismo nada mais é do que a dificuldade de enxergar tanto de perto, quanto de longe. E nesse sentido, é como se fosse uma junção da miopia e da hipermetropia. Agora, veja na imagem como funciona a visão que tem não tem astigmatismo – com um ponto focal – e de quem tem astigmatismo – com diversos pontos focais sendo formados.

 

miopia, hipermetropia e astigmatismo

Diferença entre presbiopia e hipermetropia ou miopia

A partir dos 40 anos, você pode ter alguma dificuldade para enxergar de perto. Isso é o que chamamos de presbiopia, também conhecida como “vista cansada”, que nada mais é do que a dificuldade em enxergar de perto. 

Ao contrário da hipermetropia (e da miopia), entretanto, a presbiopia é causada pela perda de elasticidade do cristalino, as lentes naturais de nossos olhos. É um processo natural pelo qual todos passamos quando envelhecemos. A miopia e a hipermetropia, por outro lado, têm uma causa diferente, sendo consequência de alterações nas dimensões de nosso globo ocular: muito alongado no caso da miopia ou mais curto no caso da hipermetropia. 

Diferença entre miopia, hipermetropia e astigmatismo

Em resumo, a diferença entre os distúrbios é bem simples: a miopia é a dificuldade de enxergar objetos distantes; já a hipermetropia é a complicação para enxergar objetos muito próximos; por fim, quem tem astigmatismo tem problemas para enxergar com nitidez tanto de perto, quanto de longe.

Para ficar mais fácil para você entender como é a visão de alguém que tem miopia, hipermetropia e astigmatismo, veja na imagem abaixo.

miopia, hipermetropia e astigmatismo

Diferença de miopia, hipermetropia e astigmatismo

 

Já os sintomas dos três problemas são muito parecidos. É importante estar atento a cada um, pois eles querem dizer que algo não está certo com os seus olhos. Veja a seguir os principais sintomas de miopia, hipermetropia e astigmatismo.

Sintomas de miopia, hipermetropia e astigmatismo

É importante ressaltar que, ao notar qualquer anormalidade que possa prejudicar a saúde de seus olhos, é muito importante procurar um oftalmologista. É ele o profissional que irá te ajudar a diagnosticar um possível problema, além de indicar qual o melhor tratamento para evitar a evolução da doença e te orientar, caso você tenha dúvidas sobre o assunto.

Os sintomas mais comuns são:

Miopia

  • Sentir dificuldade para ver objetos distantes;
  • Forçar os olhos para enxergar;
  • Dores de cabeça constantes;
  • Lacrimejamento em excesso dos olhos;
  • Sensibilidade à luz. Por exemplo, luz artificial de computadores.

Hipermetropia

  • Dificuldade em enxergar objetos próximos;
  • Cansaço da visão;
  • Dores de cabeça;
  • Vermelhidão ou lacrimejamento nos olhos;
  • Dificuldade de concentração;
  • Sensação de olhos pesados.

Astigmatismo

  • Visão borrada ou duplicada;
  • Confundir letras e números parecidos. Por exemplo, trocar “M” ou “N” ou “5” ou “6”;
  • Sensação de ardor nos olhos;
  • Vermelhidão nos olhos;
  • Cansaço ocular.

Existe relação entre Miopia e Astigmatismo? E entre Hipermetropia e Astigmatismo?

O astigmatismo pode ocorrer em combinação com outro erro refrativo, como a miopia ou hipermetropia. A combinação entre astigmatismo e miopia, também conhecido como astigmatismo miópico, é um dos problemas refrativos mais comuns.  Já a combinação entre astigmatismo e hipermetropia é conhecida como astigmatismo hipermetrópico. 

Em ambos os casos, a visão de quem tem astigmatismo combinado com miopia ou hipermetropia não é nítida nem para perto nem para longe.

É possível ter miopia, astigmatismo e hipermetropia ao mesmo tempo?

É possível que um olho tenha astigmatismo combinado com miopia ou astigmatismo combinado com hipermetropia. Entretanto, é impossível que um mesmo olho apresente tanto miopia quanto hipermetropia (combinado ou não com astigmatismo).

Em raros casos, entretanto, é possível que um dos olhos seja míope e apresente também astigmatismo, enquanto o outro olho seja hipermétrope e também apresente astigmatismo.

Diagnóstico de Miopia, Hipermetropia e Astigmatismo

Um dos testes mais comum para avaliar a perda da acuidade visual utiliza a Tabela de Snellen  – conhecida também como escala optométrica de Snellen ou optótico de Snellen – nomeada em homenagem ao oftalmologista holandês que desenvolveu a escala em 1862, Herman Snellen. Trata-se daquele teste familiar quando vamos ao oftalmologista e lemos linhas consecutivas de letras cada vez menores.

Além deste teste simples, profissionais da saúde também podem utilizar outros exames em complemento aos testes de refração. Como, por exemplo, retinoscopia, utilizada para mensurar o poder refrativo do olho ou a ceratometria, que mede a curvatura da córnea. 

Tratamento da Miopia Hipermetropia e Astigmatismo

Os tratamentos para miopia, hipermetropia e astigmatismo são basicamente os mesmos, por não serem considerados problemas tão graves na visão. Veja as três principais e mais simples maneiras de corrigir a visão nesses casos

Cirurgia refrativa

A cirurgia refrativa é um procedimento buscado, principalmente, por aqueles que possuem um grau muito elevado de óculos. Ela é recomendada apenas para maiores de 21 anos de idade. E, é claro, com prescrição médica. Esse procedimento consiste na remodelação da córnea. Os métodos mais conhecidos são o LASEK, PRK e LASIK, procedimentos em que se retira o epitélio da córnea.

Essa cirurgia tem o objetivo de diminuir a dependência de óculos de grau ou lentes de contato, podendo até fazer com que você dispense o uso deles. Se você quer saber em detalhes cada uma dessas cirurgias acima, nosso artigo pode ajudarNós separamos esses principais procedimentos e explicamos tudo para você. Então, não deixe de consultar antes de falar com seu oftalmo.

Aliás, em alguns casos, a cirurgia refrativa não é a solução. Isso porque, dependendo da gravidade do problema no globo ocular, o grau pode continuar evoluindo, principalmente se for um problema hereditário. Por isso, é importante consultar um médico oftalmologista, para saber todos os riscos e qual a melhor forma de lidar com o seu caso, especificamente.

Lentes de contato

As lentes de contato são uma boa opção para quem está preocupado com a questão estética. Mas seu uso nem sempre é o mais adequado. Isso porque o produto dificulta a absorção de oxigênio que vem da sua córnea. Quem tem um grau mais baixo (até 4 graus) costumam utilizar as lentes gelatinosas. Enquanto quem possui mais de 4 graus, podem adquirir lentes de contato rígidas que acabam sendo as mais recomendadas para alto grau.

Mas, se você possui astigmatismo, a lente de contato mais recomendada para você é a lente de contato tórica. Pois ela consegue se ajustar ao eixo do seu astigmatismo, de forma que mesmo se sair do lugar, não causará tantas distorções na imagem quanto os outros tipos de lente. Mas não se esqueça: por se tratar de um produto mais delicado, as lentes tóricas exigem maiores cuidados com limpeza diária e armazenamento correto.

Óculos de grau

Nos casos de miopia, hipermetropia e astigmatismo, o óculos de grau é a melhor opção e a mais recomendada pelos oftalmologistas. Isso porque o óculos é capaz de controlar a quantidade de luz que chega aos seus olhos, principalmente se as lentes forem fotocromáticas (que alteram o seu tom, de acordo com a exposição à luz). Esse conforto, por exemplo, as lentes de contato não podem proporcionar.

Além disso, as lentes de óculos causam menores desconfortos por não sair do lugar em seu olho, enquanto que as lentes de contato podem causar desconfortos , enquanto “se perdem em nossos olhos”. Mas caso você escolha usar óculos de grau, um fator muito importante que deve ser levado em consideração é a escolha da armação. 

Veja o modelo de óculos ideal para o seu grau de astigmatismo, miopia ou hipermetropia.

Você tem algum problema de visão?

Agora que você já conhece as diferenças entre miopia, hipermetropia e astigmatismo, não se esqueça que é importante estar atento aos sintomas ou dificuldades para enxergar. A busca por um oftalmologista e um diagnóstico precoce são fundamentais para a efetividade do tratamento , e para evitar problemas mais drásticos no futuro.

Pesquise sobre os cuidados que realmente irão atender às suas necessidades. Lembrando que alguns procedimentos podem ser mais caros, e nem sempre atendem às expectativas. Para complementar e ainda verificar se sua visão sofreu alguma alteração, você pode acessar o nosso teste de visão.

Teste de visão

A nossa missão aqui na Lenscope, como uma health tech, é levar conhecimento de qualidade e saúde ocular acessível para todos os brasileiros. Para continuar informado sobre sua saúde visual, assine nossa newsletter e acompanhe o conteúdo que postamos em nosso canal.

Atualizado em 23/08/2021.

Fontes:

Mayo Clinic

Hopkinsmedicine

My Myopia

Sky Vision Centers 

American Optometric Association

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.2 / 5. Número de votos: 20

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lenscope

Somos uma Health Tech que faz uso do que há de mais moderno na tecnologia para transformar a jornada de compra de lentes para óculos no Brasil. Com nosso serviço 100% online, você faz as lentes do seu óculos de grau pela internet, sem precisar sair de casa.

E, para nos ajudar a continuar desenvolver tecnologias exclusivas no Brasil e no Mundo, fomos selecionados para o programa Creative Startups da Samsung, além de fazer parte do Eretz.bio, incubadora de startups do Hospital Israelita Albert Einstein, considerado um dos melhores hospitais da América Latina. Também fazemos parte da Supera, incubadora da Universidade de São Paulo (USP/FM-RP) e do Cubo Itaú, um dos principais ecossistemas de startups do Brasil.

Conte com a gente para ver e se sentir bem.

Loading comments...