tremor nos olhos e espasmos oculares

Espasmo ocular: 6 causas mais comuns (a 4 você não sabia!)

espasmo ocular – também chamado de tremida das pálpebra – são comuns de acontecerem, além de serem inofensivos.

Esses espasmos podem durar poucos segundos, mas há situações em que essas contrações nas pálpebras duram por mais de um dia.

Caso você tenha uma contração ocular que não desapareça relativamente rápido, é necessário consultar um oftalmologista.

Isso porque espasmos no olho que não desaparecem rapidamente podem sinalizar condições neurológicas graves, o que acaba afetando as pálpebras. 

Essa condição neurológica é conhecida pelos médicos por blefarospasmo. Tal condição neurológica é mais rara de acontecer, porém a seriedade do problema é maior.

Por isso que essas sempre precisam ser investigadas imediatamente pelo oftalmologista e fazer a prescrição ideal. 

Além disso, são problemas com tratamentos relativamente simples e que funcionam, melhorando o bem-estar do paciente.

tremor nos olhos

Muitas vezes, os sintomas do blefarospasmo passam espontaneamente, bastando apenas algumas ações que podem ajudar:

  • Dormir mais
  • Evitar consumo exagerado de cafeína e/ou álcool
  • Usar colírios para lubrificação dos olhos, evitando irritações

Veja que essas medidas estão ligadas as mudanças de hábito que talvez você tenha e afete negativamente a sua saúde ocular. 

Entretanto, lembre-se que são somente ações que ajudam a diminuir ou tratar os sinais da condição.

Portanto, a ida ao médico especialista permanece sendo indispensável!

 Mas, afinal, quais sinais pedem por atenção e uma possível ida ao oftalmologista? 

Repare nos sintomas da blefarospasmo a seguir e fique atento:

  • Tremores e espasmos involuntários na pálpebra superior;
  • Sensibilidade intensa à luz (fotofobia);
  • Visão embaçada.

Continue lendo o artigo para conhecer outras principais causas dos espasmos oculares.

Prontos?

Principais causas

O espasmo muscular é mais comum de acontecer do que você imagina! Listamos aqui as principais causas desses movimentos:

  1. Estresse
  2. Fadiga ocular
  3. Olhos secos
  4. Consumo excessivo de cafeína e álcool
  5. Desiquilíbrios nutricionais e falta de vitaminas 
  6. Alergias

Agora, entenda cada um deles:

1. Estresse

O estresse é um dos principais fatores que podem causar espasmos oculares.

O tremor involuntário das pálpebras pode acontecer por conta da liberação excessiva de hormônios relacionados a condição.

Logo, reduzir a causa do estresse pode fazer parar os espasmos oculares

Pratique mais exercícios físicos, faça algo que gosta para relaxar e dedique mais tempo a você mesmo. 

Dessa forma, vai perceber que são maneiras de reduzir o estresse e, consequentemente, reduzir o que pode estar causando tremor nas pálpebras. 

2. Fadiga Ocular 

O cansaço físico e a fadiga ocular são outros possíveis fatores para o tremor involuntário das pálpebras. 

Procure dormir mais horas, já que o cansaço provocado por poucas horas de sono é prejudicial à saúde dos olhos e à saúde do corpo e mente. 

Além disso, siga a “regra 20-20-20”. E como ela funciona?

A cada 20 minutos de uso de aparelhos eletrônicos, desvie o olhar da tela por 20 segundos, proporcionando descanso aos seus olhos.

E enquanto tirar esses 20 segundos de descanso, procure piscar e captar luz natural. 

Essa regra vai te ajudar a tratar a fadiga ocular e reduzir os espasmos oculares. 

Além dessa simples atitude, procure usar óculos para computador.

E o melhor de tudo é que você não precisa ter grau para usar esse tipo de óculos. Essa medida vai te ajudar a evitar a fadiga ocular e a síndrome dos olhos secos. 

3. Olhos Secos 

Outro fator que acarreta espasmo ocular é o olho seco

Muitos adultos – especialmente os idosos – sentem o incômodo dos olhos secos. 

Além desse grupo, pessoas que usam com frequência computadores ou outros aparelhos eletrônicos podem ser afetadas também. 

Aliado a isso, uso de lentes de contato, certos medicamentos e hábitos não saudáveis conseguem ocasionar a síndrome do olho seco. 

Ficou fácil de entender como o espasmo ocular pode aparecer, não é mesmo?

Isso porque os espasmos involuntários acontecem como resultado do trabalho excessivo dos olhos para hidratar a área. 

Se você apresenta olhos ressecados, ou secos, procure um oftalmologista para os cuidados necessários. 

A restauração da umidade de seus olhos é importante para evitar problemas futuros e tratar os espasmos do olho que já estejam acontecendo. 

Leia mais sobre a síndrome do olho seco.

4. Consumo excessivo de cafeína e álcool

Muita gente ama tomar café pela manhã e esse hábito pode se estender ao longo do dia. 

Já o consumo de álcool pode se dar em eventos comemorativos, happy hour e até aos fins de semana. 

Mas, fique atento! O consumo excessivo dessas substâncias pode acarretar espasmos involuntários dos seus olhos

Isso acontece uma vez que a cafeína em excesso desidrata o corpo, além do efeito estimulante que provoca no organismo de quem a ingere. 

O álcool pode também ocasionar os espasmos involuntários, fazendo as pálpebras se contraírem. 

Por isso, caso consumir cafeína e/ou álcool e observar que os espasmos de seus olhos aumentaram, tente diminuir o consumo por um tempo e observe. 

5. Desiquilíbrios nutricionais e falta de vitamina

Há relatos que a falta de algumas vitaminas ou minerais podem ocasionar espasmos involuntários dos olhos. 

A falta de magnésio, por exemplo, pode acarretar as contrações involuntárias das pálpebras. 

Embora os relatórios médicos ainda não confirmem a relação dessa informação com os espasmos involuntários, investigue com seu oftalmologista essa outra possível causa para as contrações oculares. 

6. Alergias

Sim! Alergias na região dos olhos podem causar espasmos oculares. 

Pessoas com alergia podem ter olhos inchados, lacrimejantes e até coceira. 

Acontece que uma pessoa com todos esses sintomas típicos de alergia ocular, acaba liberando uma substância que acarreta os espasmos oculares. 

Essa substância é a histamina. Ela é liberada quando nossos olhos são friccionados em excesso. 

Nesse caso, o uso de colírios ou comprimidos podem ajudar. Mas, é importante se consultar com o médico antes. Nunca se automedique!

Como tratar o tremor nos olhos?

Antes de mais nada, observe se os tremores nos olhos são recorrentes ou esporádicos. 

Caso acontecer de vez em quando, procure tentar relaxar, evitando o estresse, além de cuidar da alimentação, evitando o consumo excessivo de cafeína e álcool. 

Outro detalhe importante é manter sempre seu grau de óculos atualizado. Observe se a sua receita já venceu ou não. 

Caso já tenha vencido, significa que é hora de procurar o médico especialista, se consultar com ele e fazer uma nova receita de óculos. Assim, poderá ver se seu grau mudou ou não. 

Agora, caso o tremor nos olhos acontece com frequência, procure um oftalmologista imediatamente. 

Casos em que o tremor nos olhos acontece frequentemente são conhecidos como “tique nervoso”, onde o tremor da pálpebra é contínuo. 

Uma vez consultando o médico e averiguando a saúde dos olhos, o melhor tratamento é prescrito. 

Além disso tudo, o que você já pode começar a fazer é uma mudança de hábito que, possivelmente, já vai te ajudar muito na diminuição dos sintomas que incomodam.

Emtão, fique atento a alguns sinais que podem indicar a necessidade de usar óculos ou verificar a mudança do seu grau.

Veja 11 sinais que indicam que você precisa usar óculos (urgente)!

Então, percebeu que são bastante sinais? Por isso, avalie a sua saúde ocular com o seu oftalmologista de confiança e procure tratar dos sintomas que estejam incomodando. 

Agora, queremos saber: você já sofreu ou sofre com espasmos involuntários dos olhos?

Conte para gente nos comentários. Se tiver dúvidas, nos escreva também! Ficaremos contentes em poder ajudar. 

espasmos oculares

Espasmo ocular: 6 causas mais comuns (a 4 você não sabia!)
Média 5 de 1 votos



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lenscope

Nós utilizamos a tecnologia a nosso favor e oferecemos uma experiência inovadora para você comprar as lentes para seus óculos sem sair de casa! E o melhor de tudo? Podendo ter as melhores lentes do mercado sem gastar uma fortuna para isso.

Pin It on Pinterest