estrabismo tem cura?

Estrabismo tem cura?

O estrabismo tem cura por meio do uso de óculos de grau , uso de tapa-olho (também chamado de tampão), além da cirurgia em casos específicos. 

Mas, antes de conhecer todos os métodos, é fundamental entender que a cura para o estrabismo depende exclusivamente do tratamento adequado.

A regressão dessa doença não acontece de forma espontânea, é necessário, portanto, sempre algum tipo de intervenção. 

E quanto antes o tratamento tiver início, melhores serão os resultados.

estrabismo tem cura

Óculos de grau

Um método bastante comum e indicado para tratar o estrabismo é o uso de óculos especiais. Esse tipo de óculos é desenvolvido de forma que o olho do paciente seja endireitado.

Basicamente, o objetivo dos óculos é diminuir o esforço natural que o olho faz ao focalizar objetos.

Essa opção de tratamento pode resultar na cura, ou então, ser combinado com outros métodos.

Tampão Ocular

Agora, com relação ao uso do tampão ocular (conhecido como Tapa-Olho), essa opção é bastante comum entre as crianças até 3 anos de idade. 

É indicada pelos oftalmologistas e o objetivo é forçar o alinhamento do olho afetado pelo estrabismo. Pode ser indicado o uso por algumas horas do dia ou em períodos maiores.

Intervenção Cirúrgica 

A cirurgia corretiva para o estrabismo é bastante segura e é recomendada apenas para casos específicos, ou seja, quando nenhum dos tratamentos anteriormente surtiram o efeito desejado pelo médico especialista.

No caso de necessidade de intervenção cirúrgica, o procedimento consiste no reposicionamento do músculo ocular, ou então, no encurtamento desse mesmo músculo.

A cirurgia se concentra nesses músculos oculares, pois são eles os responsáveis – no caso do estrabismo – por fazer o olho ficar desalinhado. 

Dessa forma, através de micro incisões, o paciente consegue fazer a doença regredir. 

A recuperação é bastante tranquila e é comum ao paciente notar a visão um pouco embaçada após a cirurgia, porém, isso é apenas um sinal de que o organismo está se adaptando. 

Além das opções mencionadas como forma de tratamento, existem ainda outros métodos recomendados pelos médicos oftalmologistas.

Destacamos aqui a realização dos exercícios oculares e aplicação da toxina botulínica.

Exercícios Oculares 

No caso dos exercícios oculares, é considerado uma alternativa prática e que, segundo médicos, acaba ajudando muito com a regressão da doença.

O objetivo desses exercícios oculares é fortalecer os músculos dos olhos e devem sempre ser acompanhados pelo médico.

Toxina Botulínica

Já a aplicação da toxina botulínica, é uma alternativa menos agressiva, reduzindo o tempo de recuperação. 

Essa toxina é oriunda de uma bactéria, a Bacilo clostridium botulinum, popularmente conhecida como Botox.

A aplicação dessa toxina se dá diretamente no músculo ocular, bloqueando impulsos nervosos na região e, assim, ajudando no alinhamento do olho afetado.

estrabismo ocular

Causas do estrabismo

As causas do estrabismo podem ocorrer pela disfunção nos próprios músculos ou lesão no nervo.

O cérebro é o responsável por controlar os movimentos dos músculos e, por esse motivo, qualquer lesão ou mesmo doenças que afetam o sistema nervoso podem ser responsáveis pela causa do problema.

Alguns exemplos estão: paralisa cerebral, Síndrome de Down, hidrocefalia, traumas ou tumores no cérebro

Dentre os sintomas, destacamos:

 

  • Dor de cabeça
  • Visão dupla – principalmente para as crianças até os 6 anos de idade, mas pode afetar adultos também
  • Desvio do olho – ligada diretamente ao aspecto físico da doença

 

Já com relação ao estrabismo infantil, destacamos aqui a importância do diagnóstico precoce e tratamento adequado para a criança. Existem tratamentos e a cura para a condição.

Segundo o médico Drauzio Varella, é fundamental encaminhar as crianças para o médico e, assim, realizar uma avaliação oftalmológica. 

Quanto custa uma cirurgia de estrabismo?

O preço médio da cirurgia de estrabismo costuma variar entre R$ 2 mil até R$ 5 mil reais por convênios de saúde particular.

Isso porque tudo vai depender do grau do estrabismo e sua complexidade para a cirurgia.

Se for atestado pelo médico a necessidade de cirurgia, exames serão realizados para avaliar o desalinhamento do olho, além dos músculos que devem ser manipulados no processo cirúrgico.

O Sistema Único de Saúde (SUS) oferece o procedimento de cirurgia de estrabismo de forma gratuita. O que contribui bastante para quem não tem condições financeiras para arcar com o preço da cirurgia.

Veja aqui como conseguir a cirurgia para estrabismo pelo SUS.

Importância do tratamento do estrabismo

A correção do estrabismo é muito importante e a Lenscope reforça sobre a necessidade de se atentar para os sintomas do estrabismo e buscar orientação médica para o melhor tratamento. 

Cuidar da saúde visual é fundamental. 

Por isso, consulte regularmente seu médico especialista em saúde dos olhos e converse com ele acerca dos métodos disponíveis para cura do estrabismo.

O diagnóstico precoce faz toda a diferença para o tratamento!

Estrabismo tem cura?
Deixe sua avaliação



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lenscope

Nós utilizamos a tecnologia a nosso favor e oferecemos uma experiência inovadora para você comprar as lentes para seus óculos sem sair de casa! E o melhor de tudo? Podendo ter as melhores lentes do mercado sem gastar uma fortuna para isso.

Pin It on Pinterest