exoftalmia

Exoftalmia: olhos esbugalhados ou olhos saltados. Veja as causas

Exoftalmia, também chamado de olhos esbugalhados, ocorre quando um ou ambos os olhos se projetam das órbitas oculares devido a lesões que ocupam espaço, como inchaço dos músculos, gordura e tecido atrás do olho.

Isso faz com que uma parte maior da córnea seja exposta ao ar, tornando mais difícil manter os olhos úmidos e lubrificados. Em casos extremos, olhos esbugalhados podem criar uma grande pressão sobre o nervo óptico, podendo levar à perda de visão.

Muitas vezes, olhos proeminentes são confundidos com olhos esbugalhados. Olhos proeminentes são geralmente hereditários e, na maioria dos casos, inofensivos. No entanto, olhos esbugalhados podem estar relacionados a uma condição mais grave.

O que são olhos esbugalhados?

A protrusão de um ou ambos os olhos é denominada proptose ou exoftalmia. A exoftalmia é geralmente usada para descrever olhos esbugalhados causados ​​pela doença de Graves, um distúrbio que causa hiperatividade da glândula tireoide (hipertireoidismo). 

A saliência às vezes causa outros sintomas. Dessa forma, os olhos podem ficar secos e irritados (o que causa lacrimejamento) porque a saliência pode impedir que as pálpebras fechem corretamente.

Além disso, as pessoas podem piscar com menos frequência. Dependendo da causa da protuberância, as pessoas podem ter outros sintomas, como visão dupla ou dificuldade para focar em objetos. Se a protuberância for prolongada, o nervo óptico é alongado, o que pode prejudicar a visão.

Causas da exoftalmia

A causa mais comum de olhos esbugalhados é o hipertireoidismo ou glândula tireóide hiperativa. Sua glândula tireóide está localizada na frente do pescoço e libera vários hormônios que ajudam a controlar o seu metabolismo.

Dessa forma, o hipertireoidismo ocorre quando a tireoide libera muitos desses hormônios.

Uma doença autoimune chamada doença de Graves é a causa mais comum de hipertireoidismo e olhos esbugalhados. Nessa condição, os tecidos ao redor do olho ficam inflamados. Isso cria o efeito protuberante.

Qualquer pessoa pode desenvolver a doença de Graves. Mas mulheres com idades entre 30 e 60 anos são as mais afetadas.

Outras causas potenciais de olhos esbugalhados incluem: 

 

  • Neuroblastoma, um tipo de câncer que pode afetar o sistema nervoso simpático;
  • Leucemia, um tipo de câncer que pode afetar seus glóbulos brancos;
  • Rabdomiossarcoma, um tipo de câncer que pode se desenvolver em seus tecidos moles;
  • Linfoma, na maioria das vezes linfoma não-Hodgkin;
  • Celulite orbitária, uma infecção que pode afetar os tecidos ao redor do olho;
  • Hemangioma, uma coleção anormal de vasos sanguíneos;
  • Sangramento atrás do olho causado por lesão;
  • Tumores metastáticos de um câncer em outra parte do corpo;
  • Doenças do tecido conjuntivo, como sarcoidose.

 

 

Especialmente nas crianças, a protuberância em um dos olhos pode indicar uma condição séria e deve ser examinada por um oftalmologista. 

Sintomas

Olhos esbugalhados (exoftalmia) são um sintoma de outras doenças. Dependendo da causa, os sintomas que podem acompanhar olhos esbugalhados podem incluir:

 

 

 

Quando ir ao médico?

Consulte um médico de família ou um oftalmologista se notar que um ou ambos os olhos estão salientes.

É importante identificar a causa, pois o tratamento costuma ser mais eficaz se for iniciado o mais rápido possível.

Se necessário, um médico de família ou oftalmologista pode encaminhá-lo a um oftalmologista para avaliação adicional.

No médico

Os médicos primeiro fazem perguntas sobre os sintomas e o histórico médico da pessoa. Depois, então, realizam um exame físico. O que eles descobrem durante o histórico e o exame físico geralmente sugere uma causa para olhos esbugalhados e os demais exames que podem ser necessários.

Os médicos podem perguntar: 

 

  • Há quanto tempo a protuberância está presente;
  • Se ambos os olhos estão esbugalhados;
  • Se a protuberância parece estar piorando com o tempo;
  • Se há outros sintomas oculares, como secura, aumento da formação de lágrimas, visão dupla, perda de visão, irritação ou dor;
  • Se há sintomas de hipertireoidismo, como incapacidade de tolerar calor, aumento da sudorese, movimentos involuntários de agitação (tremores), ansiedade, aumento do apetite, diarreia, palpitações e perda de peso;
  • O crescimento dos olhos que se desenvolveu rapidamente ao longo de alguns dias sugere causas diferentes do que o crescimento que se desenvolveu ao longo dos anos. Ou seja, a protuberância rápida em apenas um dos olhos sugere sangramento na cavidade ocular (órbita), que pode ocorrer após uma cirurgia ou lesão, ou infecção ou inflamação da cavidade ocular. Já a protuberância que se desenvolve lentamente sugere doença de Graves (quando afeta os dois olhos) ou um tumor na órbita do olho (quando afeta um olho).

 

 

 

Diagnóstico

O exame físico é focado nos olhos. Dessa forma, os médicos examinam os olhos em busca de vermelhidão, feridas e irritação usando uma lâmpada de fenda (um instrumento que permite ao médico examinar o olho em grande ampliação).

Eles, então, verificam se as pálpebras se movem tão rápido quanto o globo ocular quando a pessoa olha para baixo. Além disso, verificam se está olhando fixamente. Pálpebras lentas e olhar fixo podem indicar doença de Graves.

Os médicos também podem verificar outros sinais que podem indicar hipertireoidismo, como aumento da frequência cardíaca ou pressão arterial, tremores e glândula tireoide inchada ou sensível no pescoço.

O médico pode, então, querer investigar a causa da exoftalmia com os seguinte exames:

 

  • Medição do grau de protusão do olho com um exoftalmômetro;
  • Exames de sangue;
  • Hemograma completo;
  • Estudos da função tireoidiana;
  • Culturas nasais;
  • Estudos de imagem;
  • Tomografia computadorizada;
  • Raios X;
  • Imagem de ressonância magnética;
  • Ultrassom;
  • Biópsia de medula óssea.

 

 

Exoftalmia tem cura?

Dependendo da causa da exoftalmia, é possível curar os olhos esbugalhados.

Tratamentos

Se a exoftalmia for causada por doença ocular da tireoide, os seguintes tratamentos costumam ser úteis:

  • Medicamento para corrigir o nível de hormônios da tireoide no sangue. Isso não vai necessariamente melhorar os problemas com seus olhos, mas pode impedir que eles piorem;
  • Injeções de esteróides em uma veia (por via intravenosa) – isso pode ajudar a reduzir a inflamação associada à doença;
  • Cirurgia corretiva – pode ser feita para melhorar a aparência de seus olhos, uma vez que a inflamação esteja sob controle

 

 

Se você tem problemas oculares associados ao hipertireoidismo, fumar pode piorá-los.  Por isso, parar de fumar pode ajudar a reduzir seus sintomas.

Seu médico pode recomendar uma combinação de medicamentos prescritos, terapia de reposição de nicotina ou aconselhamento para ajudá-lo a parar de fumar.

Outros tratamentos úteis incluem o uso de colírios para reduzir a secura e irritação ocular e o uso de lentes especiais para corrigir a visão dupla. 

Em outros casos, o tratamento irá variar dependendo da causa: 

 

  • Óculos de sol para facilitar a sensibilidade à luz;
  • Corticosteróides;
  • Parar de fumar;
  • Radioterapia para o estágio ativo da doença ocular da tireoide;
  • Quimioterapia para causas cancerosas;
  • Antibióticos para causas infecciosas;
  • Cirurgia em casos graves;
  • Cirurgia de descompressão orbital, em que uma pequena quantidade de osso é removida de 1 ou ambas as órbitas;
  • Cirurgia da pálpebra para melhorar a posição, fechamento ou aparência das pálpebras
  • Cirurgia do músculo ocular para alinhar os olhos e reduzir a visão dupla

 

 

Complicações

Dependendo do que está causando seus olhos esbugalhados, você também pode ter outros sintomas associados. Por exemplo, se a exoftalmia for causada por uma doença ocular da tireoide, seus olhos também podem:

 

  • Ficar inflamados, vermelhos e doloridos;
  • Ficar secos;
  • Ficar lacrimejando;
  • Ficar sensíveis à luz (fotofobia);
  • Você também pode ter visão dupla.

 

 

Se você tiver exoftalmia grave, pode não conseguir fechar os olhos corretamente. Isso pode danificar o tecido transparente que cobre a frente dos olhos (córneas), fazendo com que sequem.

Se suas córneas ficarem muito secas, pode ocorrer infecção ou úlceras. Dessa forma, sua visão pode ficar prejudicada se não for tratado.

Dependendo do tempo que a pessoa tem exoftalmia, o alongamento do nervo óptico pode levar à perda de visão. Por isso, é tão importante buscar ajuda médica e iniciar o tratamento adequado o mais rápido possível.

Sente que seus olhos são esbugalhados?

De modo geral, o primeiro passo para qualquer pessoa que perceba olhos esbugalhados é procurar imediatamente atendimento médico.

Lembre-se de que a exoftalmia é um sinal de que algo mais está acontecendo. Se você perceber que algum conhecido seu também está começando a ficar com olhos esbugalhados, recomende que ele vá a um médico.

A causa mais comum de exoftalmia é a doença de Graves. Mas é importante trabalhar em estreita colaboração com a equipe médica para chegar a um plano de tratamento para controlar quaisquer problemas de tireoide, juntamente com quaisquer complicações oculares.

Dessa forma, parar de fumar é fundamental para melhorar o resultado da exoftalmia, enquanto um acompanhamento rigoroso garantirá o melhor atendimento possível.

Fontes

Healthline

emedicineHealth

MSD Manuals

Bausch

NHS

Medical News Today



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lenscope

Somos uma Health Tech que faz uso do que há de mais moderno na tecnologia para transformar a jornada de compra de lentes para óculos no Brasil. Com nosso serviço 100% online, você faz as lentes do seu óculos de grau pela internet, sem precisar sair de casa.E, para nos ajudar a continuar desenvolver tecnologias exclusivas no Brasil e no Mundo, fomos selecionados para o programa Creative Startups da Samsung, além de fazer parte do Eretz.bio, incubadora de startups do Hospital Israelita Albert Einstein, considerado um dos melhores hospitais da América Latina. Também fazemos parte da Supera, incubadora da Universidade de São Paulo (USP/FM-RP) e do Cubo Itaú, um dos principais ecossistemas de startups do Brasil.Conte com a gente para ver e se sentir bem.

Pin It on Pinterest