hipermetropia infantil

Hipermetropia infantil: sintomas, causas e tratamentos

A hipermetropia infantil é a dificuldade em focalizar objetos que estejam próximos e existem sintomas que alertam para o problema.

Sintomas comuns são: dificuldade de concentração e realização de tarefas domésticas ou na escola, dores de cabeça constantes, olhos lacrimejantes.

A hipermetropia infantil é diferente da hipermetropia em um adulto, uma vez que o grau elevado da hipermetropia em uma criança pode desenvolver o estrabismo convergente (olhos desviados para dentro).

Segundo Marcela Barreira, oftalmologista pediátrica, a hipermetropia infantil de graus elevados pode ocasionar estrabismo. Isso acontece pelo fato da criança fazer muito esforço para enxergar – já que está com o grau elevado – e, assim, o olho perde o alinhamento, ficando desviado para dentro.

Inclusive, a hipermetropia infantil pode afetar bastante o bem-estar da criança e seu desenvolvimento escolar.

Uma reportagem do portal de notícias Terra mostrou que cerca de 57% das crianças com visão alterada apresentam dificuldade de concentração na escola e têm muita dificuldade em aprender, segundo dados do Instituto Penido Burnier (Campinas/SP).

 Dessa forma, os pais precisam estar atentos a essa realidade e agir o mais cedo possível. 

Para isso, devem contar com o médico oftalmologista, que é o único capaz de diagnosticar a hipermetropia infantil, por meio de exames.

Vamos discutir mais sobre o assunto e ver os tratamentos disponíveis? 

Continue com a gente, então!

Sintomas de hipermetropia infantil

Os sintomas da hipermetropia infantil incluem:

  • Dificuldade em enxergar objetos de perto, como o caderno escolar ou livro
  • Dificuldade em ler
  • Visão cansada
  • Dores de cabeça constantes
  • Dificuldade de concentração
  • Irritação e lacrimejamento dos olhos

É necessário também prestar atenção ao comportamento da criança. É comum notar a irritabilidade, quando as oscilações na visão passam a acontecer.

Sendo assim, esse é outro sintoma que poderá ajudar aos pais investigarem mais a fundo um possível problema de visão.

Como a hipermetropia infantil é um erro refrativo, ou seja, a imagem é formada atrás da retina, quando o normal é acontecer na própria retina.

Segundo a médica Liana Ventura, especialista em Oftalmologia Pediátrica, a hipermetropia na infância acontece devido a uma alteração no formato da córnea ou no cristalino do olho.

hipermetropia infantil

Causa da hipermetropia infantil

As causas para a hipermetropia infantil são diversas, mas fatores genéticos podem estar ligados ao surgimento nos bebês e em crianças.

Ou seja, se os pais tiverem hipermetropia, as chances de os filhos terem o problema de visão são maiores de acontecer.

Como exemplo, os casos de hipermetropia de grau elevado que são herdados sempre dos pais que têm o problema de visão.

Além disso, é importante também checar todo o histórico familiar. Analisar se alguém da família teve estrabismo convergente ou hipermetropia é um fator a ser levado em conta.

Contudo, o fator hereditário não justifica os casos de hipermetropia infantil em crianças de famílias sem o diagnóstico do problema. Isso porque a hipermetropia é muito comum entre as crianças.

A condição, no entanto, pode demorar para apresentar sintomas. Hipermetropia infantil de grau baixo pode passar desapercebido durante um tempo, porém, observe o comportamento da criança.

Quando as oscilações na visão passam a acontecer, é comum a criança sentir irritabilidade, ardência nos olhos ou ainda dificuldade em ler, como já mencionamos antes.

Por esse motivo, a Lenscope reforça, mais uma vez, sobre a necessidade em levar as crianças ao oftalmologista o mais rápido possível.

Assim, o melhor diagnóstico e tratamento será indicado pelo médico.

Tratamento para hipermetropia infantil

Dentre os tratamentos para a hipermetropia infantil, se destacam:

  • Uso de óculos de grau
  • Cirurgia (em casos de estrabismo convergente)

Por essa razão, é muito importante fazer acompanhamento médico, pois a mudança de grau entre as crianças é muito comum durante seu desenvolvimento. Por isso, ir ao médico periodicamente é primordial para o tratamento!

Para os casos de estrabismo infantil, com a hipermetropia, a cirurgia corretiva pode ser uma opção avaliada e prescrita pelo especialista.

Esse procedimento acaba sendo sugerido como forma de prevenir uma futura cegueira acometida pelo estrabismo.

Isso porque, nos casos de estrabismo, a criança acaba tentando acomodar a sua visão, usando mais um olho do que o outro, resultando na ambliopia (olho preguiçoso).

Assim, o olho não usado com frequência, acaba por se tornar um “olho preguiçoso” e a criança poderá perder a visão desse órgão, caso a cirurgia não for feita de imediato.

Então, fique atento aos sintomas e busque o melhor tratamento para seu filho ou filha. Afinal, eles ainda precisam brincar muito ainda e não vai ser a hipermetropia infantil que vai atrapalhar, né?!

Saiba como escolher o melhor óculos de grau para seu filho!

hipermetropia infantil

Hipermetropia infantil: sintomas, causas e tratamentos
Média 5 de 1 votos



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lenscope

Nós utilizamos a tecnologia a nosso favor e oferecemos uma experiência inovadora para você comprar as lentes para seus óculos sem sair de casa! E o melhor de tudo? Podendo ter as melhores lentes do mercado sem gastar uma fortuna para isso.

Pin It on Pinterest