Hipermetropia: o que é e tudo que você precisa saber sobre hipermetropia

5
(1)

A hipermetropia nada mais é do que a dificuldade em ver objetos próximos. É um problema mais comum do que se pode imaginar, que afeta 30 a 40% da população brasileira. Por isso, nesse artigo vamos falar tudo o que você precisa saber sobre a hipermetropia: sintomas, causas e, claro, a melhor maneira de tratá-la. Continue a leitura!

Afinal, o que é hipermetropia?

A hipermetropia diz respeito à dificuldade em enxergar de perto. Mas, não prejudica enxergar de longe.
Isso porque, a luz que forma a imagem nos nossos olhos tenta se adaptar e faz isso atrás da retina, e não na própria retina, como deveria ser.

Os principais sintomas da hipermetropia são:

  • Vista embaçada e cansada.
  • Dor de cabeça.
  • Vermelhidão nos olhos.
  • Lacrimejamento.
  • Sensação de olhos pesados.

Causas da hipermetropia

Quem tem hipermetropia possui o olho mais achatado que o normal. Dessa forma, interfere na maneira como os nossos olhos funcionam, como a imagem é formada nele com a luz. Por isso, tem dificuldade em enxergar de perto.
Entretanto, ainda assim, a principal causa da hipermetropia é o fator genético, ou seja, quem tem alguém com esse problema na família pode herdar e adquirir.

olho com hipermetropia

Veja como enxerga quem tem grau positivo

Normalmente, a pessoa que tem hipermetropia enxerga embaçado o que está perto dela. Por outro lado, enxerga bem o que está mais longe. Entretanto, a maneira como a hipermetropia nos afeta varia de acordo com o grau de cada pessoa. Além disso, existem pessoas mais jovens que mal notam que possuem o problema, por exemplo.

visão com hipermetropia

Hipermetropia com astigmatismo

É muito comum que pessoas tenham hipermetropia e astigmatismo ao mesmo tempo, no mesmo olho. Ou seja, acabam tendo dificuldade em enxergar de perto e de longe também. No caso do astigmatismo, o olho é em formato oval, o que também faz com que a imagem se forme nos nossos olhos de maneira incorreta.

Entretanto, quando a pessoa tem ambos os problemas, os sintomas podem piorar. Por isso, é importante sempre consultar o médico oftalmologista de confiança, para ter o diagnóstico e o tratamento mais adequado.

Hipermetropia e miopia no mesmo olho: é possível?

Não! É impossível ter hipermetropia e miopia no mesmo olho, pois ambos são problemas opostos, que provocam reações opostas. Confuso? Explicamos melhor: a miopia é a dificuldade em enxergar de longe e que deixa os olhos super alongados, enquanto à hipermetropia nos dificulta enxergar de perto e deixa os olhos achatados.

No entanto, é possível ter hipermetropia e miopia no mesmo óculos, mas em olhos diferentes. É o que chamamos de anisometropia, uma condição em que o erro refrativo é diferente entre os olhos e há uma grande diferença de graus entre o olho direito e o olho esquerdo, normalmente mais de 4 graus.

Tratamentos para hipermetropia: óculos de grau, lentes ou cirurgia?

A hipermetropia pode ter cura, mas apenas com cirurgia refrativa. Além disso, a cirurgia também só pode ser feita em casos mais avançados do problema. De resto, os tratamentos disponíveis (e funcionam bem para o dia a dia) são: óculos de grau ou lentes de contato. Mas esses tratamentos não garantem que o problema evolua, até chegar ao ponto de uma cirurgia, por exemplo.  Veja os tipos adequados de tratamento para a hipermetropia:

Lentes de óculos para hipermetropia:

São lentes convergentes, ou seja, que convergem a luz com a retina, puxam e posicionam a luz para o lugar correto da retina, para podermos enxergar com mais nitidez.

hipermetropia com lente

Em graus altos de hipermetropia, essas lentes são mais grossas no centro e mais finas nas bordas. Ou seja, para quem tem mais de 4 graus de hipermetropia, essas lentes provocam o efeito de olhos grandes, conhecido como “olho de boi”. Entretanto, dependendo do índice de refração, é possível ter lentes mais finas e com menos distorções.
São exemplos de lentes para hipermetropia:

  • Acrílico: Lentes CR-39 (ORMA®)
  • Lentes de policarbonato
  • Lentes de Resina: 1.67
  • Resina: Lentes 1.74
  • Resina: Lentes 1.76
  • Lentes de cristal

Lentes de contato para grau positivo:

As lentes de contato para hipermetropia são feitas em formato convexo, sendo mais espessas no centro e mais finas nas bordas. Dessa forma, conseguem direcionar a luz para a retina, evitando que a imagem se forme atrás dela. Por isso, para hipermetropia, o indicado são lentes de contato esféricas, pois corrigem a visão desfocada e embaçada.

Cirurgia refrativa para hipermetropia

A cirurgia mais comum para hipermetropia é a cirurgia LASIK. É um procedimento simples, feito à laser, no qual o médico “corta” a parte irregular dos olhos para que o formato se adeque novamente e a pessoa possa enxergar com nitidez.

É um procedimento indicado para pacientes que tenham miopia de 4 a 9 graus, dependendo da curvatura e da espessura da córnea. Trata-se de um procedimento de pós-operatório prático, que não necessita de curativos ou pontos, apenas alguns medicamentos e descanso do paciente.

Classificação dos graus de hipermetropia

A hipermetropia se apresenta em três graus diferentes:

  • Leve: até 2 graus
  • Moderada: de 2 a 6 graus
  • Alta ou Grave: acima de 6 graus.

Dessa forma, você pode saber se possui grau baixo, alto e moderado. E essa informação é muito importante na hora de escolher lentes mais finas e adequadas ao seu grau e às necessidades dos seus olhos.

Melhores lentes de óculos para hipermetropia

Para cada grau, existe um tipo de lente que é mais fina e mais adequada, portanto, é importante passar pelo médico e ter o diagnóstico do grau correto, além da receita. Isso porque, quanto maior o grau do óculos, mais grossas as lentes podem ficar, por isso é necessário escolher as lentes com muito cuidado.

As lentes de policarbonato são indicadas para grau baixo de hipermetropia e as de resina para graus moderados a altos. Já para quem tem grau muito elevado (acima de 12), são recomendadas lentes de vidro/cristal. No próximo tópico, vamos detalhar as indicações. Saiba mais a seguir.

 

Lentes de qualidade e com melhor custo-benefício

Agora que você já sabe o que é hipermetropia e como escolher a melhor lente para o seu grau positivo, chegou o momento de conhecer também as lentes para hipermetropia mais finas, de qualidade e com o melhor custo-benefício do mercado.

Aqui na Lenscope, por exemplo, você encontra lentes para até +4 graus: Lentes Lenscope Poli 1.59. Essas lentes são resistentes, leves, e cerca de 30% mais finas quando comparadas às lentes de acrílico (CR-39), as lentes mais comuns do mercado.

Agora se você tem mais de +4 graus de hipermetropia, na Lenscope, você encontra as Lentes Tokai 1.76. Essas são as lentes de resina mais finas do mundo e possuem design asférico. Essa característica ajuda reduzir as distorções nas laterais das lentes de alto grau que causam aquele efeito estético indesejado de olhos grandes.

Além disso, todas as lentes disponíveis na Lenscope contam com os tratamentos essenciais já inclusos, sem custos adicionais. Além de orientações gratuitas para você ter a melhor versão do seu óculos, independente do seu grau. Confira diversas fotos de óculos com alto grau em nosso Instagram!instagram

E, ao contrário do que você pode pensar, isso não vai deixar as suas lentes absurdamente mais caras! Quer ver? Aqui no nosso site você pode calcular o valor das lentes para hipermetropia sem compromisso, com o melhor custo-benefício e de acordo com os dados da sua receita médica.

orçamento

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lenscope

Somos uma Health Tech que faz uso do que há de mais moderno na tecnologia para transformar a jornada de compra de lentes para óculos no Brasil. Com nosso serviço 100% online, você faz as lentes do seu óculos de grau pela internet, sem precisar sair de casa.

E, para nos ajudar a continuar desenvolver tecnologias exclusivas no Brasil e no Mundo, fomos selecionados para o programa Creative Startups da Samsung, além de fazer parte do Eretz.bio, incubadora de startups do Hospital Israelita Albert Einstein, considerado um dos melhores hospitais da América Latina. Também fazemos parte da Supera, incubadora da Universidade de São Paulo (USP/FM-RP) e do Cubo Itaú, um dos principais ecossistemas de startups do Brasil.

Conte com a gente para ver e se sentir bem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *