hipermetropia presbiopia

Hipermetropia e presbiopia: entenda as diferenças

A Hipermetropia e a Presbiopia são problemas de visão que causam dificuldade em enxergar objetos de perto. No entanto, há diferença entre esses dois problemas de visão.

Começando pela idade, a hipermetropia pode afetar desde crianças até adultos, em qualquer momento da vida. Enquanto a presbiopia afeta pessoas a partir dos 40 anos. 

Então, confira a seguir a diferença entre esses dois problemas:

O que é hipermetropia?

A hipermetropia é a dificuldade em enxergar objetos que estejam próximos de nosso campo de visão. 

Uma pessoa com hipermetropia enxerga os objetos de maneira embaçada, quando eles estão próximos, mas enxerga normalmente objetos que estejam longe. 

A causa tem relação com um problema de refração da luz que passa pela córnea do olho. Isso acontece porque a é formada atrás da retina, quando o normal é na própria retina.

hipermetropia presbiopia

O que é presbiopia?

A presbiopia ou vista cansada é caracterizada pela dificuldade em enxergar objetos de perto, assim como a hipermetropia. 

A diferença é que a presbiopia pode afetar pessoas a partir dos 40 anos, devido o envelhecimento natural do cristalino do olho. Já hipermetropia não tem idade definida para o seu surgimento, por isso pode, afetar crianças, jovens e adultos.

A presbiopia afeta a maioria da população e acontece devido ao desgaste natural dos olhos. Nesse processo, o cristalino do olho perde elasticidade e com isso fica difícil enxergar objetos que estejam próximos.

E por esse motivo que é comum você ver pessoas de idade avançada esticarem os braços e afastarem o objeto para enxergar melhor.

hipermetropia e presbiopia

Mas, não se preocupe! Isso é facilmente diagnosticado através de exames oftalmológicos.

Sintomas principais de hipermetropia e presbiopia

Hipermetropia e presbiopia são problemas de visão que causam dificuldade em enxergar de perto, porém, seus sintomas são diferentes.

Sendo assim, você pode conferir a seguir sintomas para identificar o problema de visão que está enfrentando.

Os principais sintomas da hipermetropia são:

  • Dores de cabeça;
  • Visão cansada;
  • Dificuldade de concentração;
  • Sensação de olhos pesados;
  • Vermelhidão ou lacrimejamento nos olhos;
  • Dificuldade em enxergar objetos próximos;
  • Ardência nos olhos;

Os principais sintomas da presbiopia são:

  • Dificuldade para enxergar de perto;
  • Afastar e aproximar objetos para focar;
  • Dores de cabeça;
  • Dificuldade para ler letras muito pequenas;
  • Visão borrada para ler a uma distância normal;
  • Vista cansada ou fadiga ocular;
  • Precisa de muita luz para enxergar de perto;

Tratamentos para hipermetropia e presbiopia

Dentre as opções de tratamento para a hipermetropia e para a presbiopia, destacam-se:

  • Uso de lentes de contato
  • Uso de óculos de grau
  • Cirurgia refrativa

É normal usar óculos de grau para corrigir a hipermetropia ou a presbiopia. Na verdade, é o tratamento mais indicado pelos oftalmologistas. 

No caso da hipermetropia, as lentes dos óculos para o tratamento devem ser as monofocais ou visão simples.

Esse tipo de lente corrige somente a dificuldade em enxergar de perto.

Já com relação a presbiopia, as lentes de óculos indicadas são as lentes multifocais.

Essas lentes são as mais comuns de serem receitadas, porque proporcionam grande conforto a visão para enxergar de perto, intermediário ou de longe. 

Por último, a cirurgia refrativa, conhecida como LASIK, é indicada em casos de grau alto de hipermetropia e indicada também para casos de presbiopia, com exigências pré-operatórias. 

Essa cirurgia é sempre e somente indicada pelo médico, após exames períodos. Além disso, a pessoa que realiza a LASIK, deve estar ciente dos riscos e das exigências.

Ter acima de 21 anos, boa saúde, tecido da córnea do olho não pode ser muito fino e o grau estar estabilizado dentro do período de 6 meses a 1 ano são algumas exigências para o LASIK.

No entanto, a cirurgia LASIK não impede que o grau da hipermetropia, por exemplo, progrida, mesmo após o procedimento ter sido feito.

E existem riscos como aumento da sensibilidade do olho, distribuição e produção irregular de lágrimas, podendo resultar em episódios de ressecamento do olho, entre outros.

O mais importante é conhecer o procedimento, por meio de uma conversa com o seu médico e, assim, chegarem juntos a melhor opção de tratamento tanto para a hipermetropia quanto para a presbiopia. 

hipermetropia e presbiopia

Hipermetropia e presbiopia: entenda as diferenças
Média 5 de 1 votos



Comentários

    1. Olá, Valdilene! Tudo bem?

      Muito obrigada pelo seu comentário! Ficamos muito felizes em saber que ajudamos a esclarecer suas dúvidas 🙂

      Queremos te fazer o convite para continuar acompanhando o blog da Lenscope 🙂 Toda semana lançamos novos conteúdos para ajudar mais pessoas em relação à saúde visual, problemas de visão, óculos de grau, de sol, armações e muito mais.

      Sempre que precisar, conte com a gente! 😊

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lenscope

Nós utilizamos a tecnologia a nosso favor e oferecemos uma experiência inovadora para você comprar as lentes para seus óculos sem sair de casa! E o melhor de tudo? Podendo ter as melhores lentes do mercado sem gastar uma fortuna para isso.

Pin It on Pinterest