hipertensão arterial

A hipertensão arterial e o impacto na saúde dos olhos: sintomas, tratamentos e complicações

0
(0)

A hipertensão arterial pode danificar os vasos sanguíneos da retina. A retina é a camada de tecido na parte posterior do olho. Ela transforma a luz e as imagens que entram no olho em sinais nervosos que são enviados ao cérebro.

Quando sua pressão arterial está muito alta, as paredes dos vasos sanguíneos da retina podem engrossar. Portanto, isso pode fazer os vasos sanguíneos se estreitarem, o que impede o sangue de chegar à retina.

Por isso, com o tempo, a pressão alta pode causar danos aos vasos sanguíneos da retina, limitar a função e colocar pressão no nervo óptico, causando problemas de visão. Essa condição é chamada de retinopatia hipertensiva (RH).

Mas, contudo, a retinopatia hipertensiva pode ser tratada e, assim, evitar possíveis complicações. Por isso desenvolvemos este artigo mostrando tudo o que você precisa saber sobre esta condição, inclusive os possíveis tratamentos para quando a pressão arterial afeta os olhos.

Então, continue lendo para saber mais e veja também quando você deve procurar um médico!

Os efeitos da hipertensão arterial nos olhos

Sabemos que a hipertensão pode ser muito prejudicial ao corpo, porque causa problemas cardíacos e renais, entre outros. Porém, se não for tratada, a pressão alta também pode afetar sua visão e causar doenças oculares. 

Mas, apesar de a retinopatia hipertensiva ser a doença ocular mais comum causada pela hipertensão arterial, há a possibilidade de ocorrer outros problemas com a retina como, por exemplo:

  • Neuropatia óptica isquêmica: Danos aos nervos do olho devido ao fluxo sanguíneo insuficiente;
  • Oclusão da artéria retiniana: Bloqueio do suprimento de sangue nas artérias para a retina;
  • Oclusão da veia da retina: Bloqueio das veias que transportam o sangue para fora da retina.

Mas, a maioria das pessoas com doenças oculares por hipertensão arterial não apresenta sintomas até o estágio final da doença. Contudo, os sintomas podem incluir, por exemplo:

Mas, afinal, quais são as causas desta condição? Saiba mais a seguir!

As causas da hipertensão arterial e danos oculares

A hipertensão arterial prolongada é a principal causa de retinopatia hipertensiva. A pressão alta é um problema crônico no qual a força do sangue contra as artérias é muito alta.

Por que a força é o resultado do sangue bombeando para fora do coração e para as artérias. Assim como a força criada quando o coração descansa entre os batimentos cardíacos.

Quando o sangue se move pelo corpo com uma pressão mais alta, o tecido que constitui as artérias começa a se esticar e, por isso, fica danificado. Portanto, é evidente que isso leva a muitos problemas ao longo do tempo.

A RH geralmente ocorre depois que sua pressão arterial fica consistentemente alta, mas por um período prolongado. Seus níveis de pressão arterial podem ser afetados por exemplo:

  • Falta de atividade física;
  • Estar acima do peso;
  • Comer muito sal;
  • Um estilo de vida estressante;
  • Histórico familiar de hipertensão.

Por isso, quanto mais alta for a pressão arterial e quanto maior for o tempo que ela estiver alta, mais grave será o dano.

Mas, saiba que além disso, você corre um risco maior de sofrer danos e perder a visão quando também tem diabetes, níveis elevados de colesterol ou quando fuma, por exemplo.

Raramente, a pressão arterial muito alta se desenvolve repentinamente. Mas, no entanto, quando isso acontece, pode causar alterações graves no olho.

Outros problemas com a retina também são mais prováveis, como por exemplo:

  • Danos aos nervos do olho devido ao fluxo sanguíneo insuficiente;
  • Bloqueio das artérias que fornecem sangue à retina;
  • Bloqueio das veias que levam o sangue para longe da retina.

Por isso, somando esses fatores, a hipertensão arterial pode te expor a sérios problemas de saúde.

Condições sérias de saúde 

Uma em cada quatro pessoas tem pressão alta, embora muitas possam não estar cientes disso. 

Ter pressão alta afeta a maneira como os órgãos do corpo funcionam e pode colocar a pessoa em risco de problemas de saúde graves e fatais como, por exemplo:

  • Lesões nas paredes das artérias;
  • Derrame (acidente vascular cerebral);
  • Insuficiência cardíaca (coração grande);
  • Insuficiência renal (uremia).

Fatores de risco

Os fatores de risco para a retinopatia hipertensiva são, por exemplo: 

  • Pressão alta prolongada;
  • Doença cardíaca;
  • Aterosclerose;
  • Diabetes;
  • Fumar;
  • Colesterol alto;
  • Estar acima do peso;
  • Dieta pouco saudável que é rica em proteínas de gordura, gorduras trans, alimentos açucarados e sódio;
  • consumo excessivo de álcool.

Mas, além disso, especialmente nos olhos, a pressão arterial tem alguns sintomas específicos. Veja a seguir!

Sintomas da hipertensão arterial nos olhos

Você provavelmente não terá nenhum sintoma até que a condição tenha progredido extensivamente. Porém, os possíveis sinais e sintomas da hipertensão arterial nos olhos incluem, por exemplo:

  • Visão reduzida;
  • Olho inchado;
  • Estouro de um vaso sanguíneo;
  • Visão dupla acompanhada de dores de cabeça.

Por isso, é importante procurar ajuda médica imediatamente se sua pressão arterial estiver alta e você tiver alterações repentinas em sua visão.

Exames e testes para identificar hipertensão arterial

Para identificar a pressão arterial nos olhos é necessário alguns testes específicos.

Oftalmoscópio

O médico usará uma ferramenta chamada oftalmoscópio para examinar sua retina.

Esta ferramenta ilumina sua pupila para examinar a parte de trás do seu olho em busca de sinais de estreitamento dos vasos sanguíneos ou para ver se algum fluido está vazando de seus vasos sanguíneos. Este procedimento é indolor e demora menos de 10 minutos para ser concluído.

Angiografia de fluoresceína

Em alguns casos, um teste especial chamado angiografia de fluoresceína é realizado para examinar o fluxo sanguíneo retinal. Por isso, neste procedimento, seu médico aplicará um colírio especial para dilatar suas pupilas e, em seguida, deverá tirar fotos de seu olho.

Após a primeira rodada de fotos, o médico deverá injetar um corante chamado fluoresceína em uma veia. Eles costumam fazer isso na parte interna do cotovelo. Em seguida, o médico vai tirar mais fotos à medida que a tinta se move para os vasos sanguíneos do seu olho.

Mas, após realizar os exames necessários, é hora de classificar o grau de dano à retina. 

Classificação da hipertensão arterial afetando os olhos

A extensão e a gravidade da retinopatia são geralmente representadas em uma escala de 1 a 4. A escala é chamada de Sistema de Classificação de Keith-Wagener-Barker. 

Os quatro graus aumentam em gravidade. Veja:

  • Grau 1: Há um estreitamento leve da artéria retiniana;
  • Grau 2: É semelhante ao grau 1, mas há constrições mais graves ou mais rígidas da artéria retiniana. Isso é chamado de corte arteriovenoso;
  • Grau 3: Tem os sinais de grau 2, mas também há edema retinal, microaneurismas, manchas algodonosas (lesões brancas fofas na retina) e hemorragias retinais (sangramento);
  • Grau 4: tem sinais graves de grau 3, juntamente com edema do disco óptico denominado papiledema e edema macular. Pessoas com retinopatia de grau 4 têm maior risco de acidente vascular cerebral e podem ter doenças renais ou cardíacas.

Na extremidade inferior da escala, você pode não ter nenhum sintoma. Já no grau 4, entretanto, seu nervo óptico pode começar a inchar e causar problemas de visão mais sérios. Por isso, a retinopatia de alto grau tende a indicar problemas graves de pressão arterial.

Tratamentos para hipertensão arterial afetando os olhos

O único tratamento eficaz para hipertensão arterial afetando os olhos envolve o controle e redução da pressão alta com uma combinação de medicamentos e mudanças no estilo de vida.

Mudanças de estilo de vida

Uma dieta rica em frutas e vegetais pode ajudar a reduzir a pressão arterial. A atividade física regular, a redução da ingestão de sal e a limitação da quantidade de cafeína e bebidas alcoólicas podem contribuir para uma pressão arterial saudável.

Por isso, se você fuma, tome medidas para parar. Se você está acima do peso, seu médico pode recomendar perder peso como uma estratégia para controlar a pressão alta.

Remédios

Seu médico pode prescrever medicamentos para a pressão arterial, como diuréticos, beta-bloqueadores ou inibidores da ECA.

Mas, você pode controlar essa condição controlando sua pressão arterial. Se sua condição for grave, no entanto, você pode ter lesões oculares irreversíveis que causam problemas de visão permanentes.

Conheça a seguir as possíveis complicações da hipertensão arterial ao afetar os olhos!

Complicações da hipertensão arterial

Pessoas com retinopatia hipertensiva correm o risco de desenvolver complicações relacionadas à retina. Isso inclui:

  • Neuropatia óptica isquêmica: Ocorre quando a pressão alta bloqueia o fluxo sanguíneo normal nos olhos, danificando o nervo óptico. O nervo óptico é o responsável por carregar as imagens do que vemos para o cérebro;
  • Oclusão da artéria retiniana: Ocorre quando as artérias que transportam sangue para a retina ficam bloqueadas por coágulos sanguíneos. Quando isso acontece, a retina não recebe oxigênio ou sangue suficiente. Isso resulta em perda de visão;
  • Oclusão da veia retiniana: Ocorre quando as veias que transportam o sangue para fora da retina ficam bloqueadas por coágulos sanguíneos;
  • Isquemia da camada de fibra nervosa ou dano às fibras nervosas: Pode causar manchas algodonosas ou lesões brancas fofas na retina;
  • Hipertensão maligna: É uma condição rara que faz com que a pressão arterial aumente repentinamente, interferindo na visão e causando perda repentina de visão. Esta é uma condição potencialmente fatal.

Além disso, pessoas com hipertensão arterial também apresentam risco aumentado de sofrer um derrame ou ataque cardíaco. Um estudo de 2013 com 2.907 pessoas com idades entre 50 e 73 anos descobriu que aqueles com retinopatia hipertensiva eram mais propensos a ter um derrame do que pessoas sem a doença.

Isso era verdade mesmo em pessoas com pressão arterial controlada por tratamento. Um estudo de 2008, Trust Source, de 5.500 pessoas com idades entre 25 e 74 anos, mostrou um risco aumentado de acidente vascular cerebral ou doença cardiovascular em pessoas com retinopatia hipertensiva.

Por esse motivo é importante que cuidemos da nossa saúde e busquemos formas de prevenir a hipertensão arterial. 

Veja a seguir as possíveis formas de prevenção!

Formas de prevenção

Para prevenir a retinopatia hipertensiva, tome medidas para evitar a hipertensão arterial. Aqui estão algumas coisas que você pode fazer como prevenção, por exemplo :

  • Tome sua medicação para pressão arterial regularmente;
  • Faça exercícios físicos regularmente;
  • Coma uma dieta balanceada;
  • Evite fumar;
  • Faça exames médicos regulares para garantir que suas leituras de pressão arterial estão normais.

Mas, agora saiba a seguir quando você deve procurar um médico!

Quando procurar um médico

É importante recorrer à emergência se você tiver pressão alta com alterações na visão ou dores de cabeça. Afinal, nestes casos, quanto antes você receber os cuidados adequados, maiores são as chances de evitar complicações ou problemas graves.

Contudo, é importante lembrar que a prevenção é sempre o cuidado mais adequado. Por isso, mantenha bons hábitos. Tenha em mente que cuidar da saúde em geral também é uma forma de cuidar dos seus olhos.

Agora, diga pra gente nos comentários, você está cuidando da saúde dos seus olhos? Você sabia que agora é possível fazer um teste de visão sem sair de casa?

Aliás, nós da Lenscope desenvolvemos um teste de visão exclusivo, totalmente gratuito e com resultados precisos. Ou seja, para facilitar a sua vida. Por isso, agora você pode testar seus olhos no conforto da sua casa utilizando uma tecnologia única.

Mas, e então o que você está esperando para começar a cuidar das suas vistas? Faça agora nosso teste de visão online!

hipertensão arterial - teste de visão

Gostou do conteúdo? Mas, não vá ainda! Afinal, queremos saber sua opinião. Aproveite e conte nos comentários!

Fontes

Mountsinai

Healthline

Pennachioeye

Mayoclinic

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lenscope

Somos uma Health Tech que faz uso do que há de mais moderno na tecnologia para transformar a jornada de compra de lentes para óculos no Brasil. Com nosso serviço 100% online, você faz as lentes do seu óculos de grau pela internet, sem precisar sair de casa.

E, para nos ajudar a continuar desenvolver tecnologias exclusivas no Brasil e no Mundo, fomos selecionados para o programa Creative Startups da Samsung, além de fazer parte do Eretz.bio, incubadora de startups do Hospital Israelita Albert Einstein, considerado um dos melhores hospitais da América Latina. Também fazemos parte da Supera, incubadora da Universidade de São Paulo (USP/FM-RP) e do Cubo Itaú, um dos principais ecossistemas de startups do Brasil.

Conte com a gente para ver e se sentir bem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *