novo normal

Novo normal e o efeito sobre a vista cansada

0
(0)

Você tem acompanhado as mudanças que o novo normal trouxe para a sua vida, não é? Não apenas o Covid-19 impacta a saúde, mas os hábitos adquiridos durante o isolamento afetam nossos olhos por exemplo.

Por isso, entenda o impacto do novo normal sobre os olhos cansados.

Durante o novo normal exageramos no uso de dispositivos

Com o isolamento social, milhões de pessoas por todo o mundo tem passado cada vez mais tempo dentro de casa e com seus dispositivos eletrônicos.

Afinal, seja para reuniões da empresa, aulas das crianças ou matar a saudade dos familiares e amigos. Tudo ocorre de maneira online, na palma da mão.

Mas esse tempo maior na frente das telas tem sido responsável, proporcionalmente, pela crescente taxa de reclamações de problemas de desconforto na visão. Por isso, especialistas tem chamado de “o efeito do novo normal sobre o cansaço dos olhos”.

Os sintomas são diversos, como por exemplo: visão embaçada, olhos secos, dores de cabeça, coceira na região dos olhos e cansaço ocular estão entre as queixas mais comuns.

Se os sintomas persistirem, a orientação é consultar um oftalmologista.

Uma pesquisa realizada pela Fight for Sight, instituição britânica, apontou que 38% (o equivalente a mais de um terço) dos entrevistados afirmaram que sofreram piora na visão desde o início da pandemia.

Segundo a publicação, a síndrome da visão computacional (CVS), mais conhecida como fadiga ocular digital, atinge de 50% a 90% das pessoas que trabalham com computador. Essa relação é proporcional: aumentando a quantidade de tempo utilizando as telas, também aumenta o risco de desenvolver sintomas de CVS.

Leia mais sobre a síndrome da visão de computador.

Como reduzir o cansaço virtual durante (e após) a pandemia

Você deve estar se questionando: “mas se essa nova rotina tem sido considerada como o ‘novo normal’, o que fazer para manter a saúde dos olhos?”.

Existem várias formas práticas de evitar e até mesmo solucionar esses problemas. Uma delas, como já indicamos aqui no blog, é utilizar lentes com filtro de luz azul.

Então confira algumas soluções para colocar em prática hoje mesmo e ter sempre os olhos saudáveis.

A regra 20-20-20

Daniel Hardiman-McCartney, consultor clínico do College of Optometrists do Reino Unido, afirma que “Relaxar os músculos que estão dentro e ao redor dos olhos é fundamental”. Veja como é simples colocar a técnica em prática:

A cada 20 minutos olhe para algo que esteja a pelo menos 20 pés de distância de você (cerca de 6 metros). Faça isso durante 20 segundos.

Segundo o especialista, “Isso evita que os músculos dos olhos trabalhem em excesso”.

Isso acontece porque dentro de nossos olhos existem minúsculos músculos – músculos ciliares – que quando focamos em algo próximo, como uma tela (de computador, tablet, celular ou outro dispositivo), se contraem. Essa contração altera o formato das lentes dos olhos, deixando a imagem focalizada na retina. Esses músculos, assim como os demais do corpo humano, também precisam de descanso.

Por isso, precisamos entender que devido a esse contexto, antes era possível a todos se deslocar para realizar tarefas diárias. Tarefas como por exemplo ir ao trabalho ou caminhar até a escola e isso proporcionava tempo para relaxar a visão.

Leia mais sobre a regra 20- 20- 20.

Piscar é importante

Já ouviu dizer que “as pálpebras são o limpador de para-brisa dos olhos”?  Essa afirmação pode ser considera verdade. Pois elas são responsáveis por remover poeira, sujeira e demais partículas que poderiam fazer mal à nossa visão. São as pálpebras que lavam a superfície dos olhos com o fluido lacrimal.

Através das piscadas também acontece a limpeza de fluido parado na região e aguça a visão. Isso mantem a camada superficial do olho ou a córnea, úmida.

De acordo com o professor Sunir Garg, da Academia Americana de Oftalmologia, “Sem essa umidade, a córnea seca e a visão fica embaçada”.

Mas onde está o problema, então? Segundo estudos, ao ler em uma tela piscamos com menos frequência. Além disso, pesquisadores afirmam que quando usamos uma tela a maioria das piscadas são incompletas. Isso ocorre quando as pálpebras superior e inferior não se tocam totalmente, como seria o ideal.

Essas pequenas ações realizadas frequentemente de maneira incorreta podem gerar ressecamento nos olhos, coceira e deixá-los mais suscetíveis a infecções.

A dica é: pare o que estiver fazendo, e simplesmente feche os olhos completamente.

O ar livre como aliado

A professora Mariya Moosajee, da University College London (UCL), no Reino Unido, aconselha: “É essencial fazer intervalos regulares da tela”. Pausas pequenas e frequentes são melhores do que uma quantidade menor de pausas extensas, segundo ela.

Passear ao ar livre para descansar é uma excelente forma de diminuir a pressão nos olhos, o que também gera benefícios para sua saúde física e mental. “Isso dá aos seus olhos a chance de olhar para longe e piscar.” Há evidências de que o tempo insuficiente ao ar livre e o uso intenso de telas podem causar miopia nas crianças.

Intensifique ao máximo a saúde aproveitando pequenas possibilidades de tempo ao ar livre e incentive crianças a fazerem o mesmo, desde que de forma segura. Seja durante o novo normal da pandemia ou quando tudo passar. Mas continue cultivando bons hábitos para a saúde dos seus olhos.

Comece agora com os cuidados e realize o teste de visão da Lenscope, 100% online e gratuito. Unimos tecnologia ao conhecimento de especialistas para desenvolver a ferramenta que te dá resultados precisos.

novo normal

Realizar meu teste de visão.

Gostou do artigo? Então aproveite e conte o que achou nos comentários! Afinal, queremos saber mais de você.

Fontes:

BBC

ubyssey.ca

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lenscope

Somos uma Health Tech que faz uso do que há de mais moderno na tecnologia para transformar a jornada de compra de lentes para óculos no Brasil. Com nosso serviço 100% online, você faz as lentes do seu óculos de grau pela internet, sem precisar sair de casa.

E, para nos ajudar a continuar desenvolver tecnologias exclusivas no Brasil e no Mundo, fomos selecionados para o programa Creative Startups da Samsung, além de fazer parte do Eretz.bio, incubadora de startups do Hospital Israelita Albert Einstein, considerado um dos melhores hospitais da América Latina. Também fazemos parte da Supera, incubadora da Universidade de São Paulo (USP/FM-RP) e do Cubo Itaú, um dos principais ecossistemas de startups do Brasil.

Conte com a gente para ver e se sentir bem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *