o que é estrabismo

O que é estrabismo? Causas, sintomas e tratamentos

O estrabismo é causado por um desiquilíbrio nas funções dos músculos oculares, fazendo com que os dois olhos não fixem o mesmo ponto ou objeto ao mesmo tempo, na mesma direção.

Aliás, o estrabismo pode ser categorizado em diferentes tipos. Os mais comuns são:

  • Estrabismo Convergente (esotropia) – Desvio de um ou dos dois olhos para dentro
  • Estrabismo Divergente (exotropia)Desvio de um ou dos dois olhos para fora
  • Estrabismo VerticalUm olho fica mais alto ou mais baixo do que o outro
  • Estrabismo Alternante – Quando o desvio se alterna de um olho para o outro (ora o olho direito, ora o esquerdo)
  • Estrabismo IntermitenteQuando acontece variação do alinhamento e do desvio do olho (ora o olho desvia, ora não), sendo bastante comum para o caso de estrabismo divergente
O que é estrabismo
Tipos de estrabismo

Além disso, podem acontecer ainda combinações entre os tipos de desvios. Por exemplo, a combinação do desvio horizontal com o desvio vertical no mesmo paciente.

Então, agora que você já sabe os tipos que existem, entenda as principais causas para esse problema e como curar.

Causas do estrabismo

  • Paralisia cerebral 
  • Hidrocefalia
  • Prematuridade
  • Traumas cranianos
  • Viroses 
  • Síndrome de Down

Entre as principais causas do estrabismo em adultos, destacamos:

  • Diabetes
  • Doenças neurológicas, como o Acidente Vascular Cerebral (AVC)
  • Tireoide
  • Grau elevado de hipermetropia
  • Baixa visão em um dos dois olhos 
  • Catarata Congênita
  • Doenças infeciosas (meningite) 

A principal causa do estrabismo está relacionado ao funcionamento dos músculos dos olhos.

Isso acontece porque na região ocular, todas as pessoas apresentam 6 músculos responsáveis pelo controle do movimento dos olhos, sendo que todos eles estão conectados entre si e ao sistema nervoso central.

Acontece que, algumas situações podem ocasionar danos em tais músculos, o que proporciona o cenário perfeito para o desenvolvimento do estrabismo.

Por exemplo, lesões nos músculos dos olhos ou lesões ao sistema nervoso central podem resultar no surgimento do problema ocular.

Inclusive, problemas de saúde que afetam o sistema nervoso central podem ser desencadeadores para o aparecimento do estrabismo no olho de uma pessoa, especialmente, nas crianças a partir dos seis meses de vida, caracterizando o estrabismo infantil.

Embora preocupante, o estrabismo infantil é um problema de visão que apresenta ótimos tratamentos e cura.

O primordial nesses casos é o diagnóstico e tratamento precoce.

As crianças podem tratar do problema de visão com o uso de tampões, óculos de grauaplicação de toxinas botulínicas e, para alguns casos, cirurgia corretiva.

No entanto, os adultos também podem apresentar o mal funcionamento dos músculos do olho, apesar de ser raro.

Sintomas 

Os sintomas podem se apresentar de maneira constante ou intermitente, como:

  • Olhos cruzados (desviados)
  • Movimentos oculares descoordenados (olhos não se movimentam juntos)
  • Olhos que não se alinham na mesma direção
  • Diplopia (visão dupla), sendo comum nos adultos
  • Perda da percepção de profundidade dos objetos

Um outro sintoma bastante claro do estrabismo é a aparência física do olho, já que é possível perceber fisicamente o desvio provocado nos olhos pelo problema de visão.

Segundo o médico Drauzio Varella, os sinais do estrabismo variam de acordo com a idade em que o problema se manifesta no olho da pessoa.

Em crianças, por exemplo, não é comum a visão dupla (diplopia), diferente dos casos em adultos, em que eles quase sempre se queixam desse principal sintoma do estrabismo. 

Tratamentos

Para tratar o estrabismo é necessário, antes, o diagnóstico do problema pelo médico especialista.

Os profissionais que atendem e diagnosticam o problema de visão são: neurologistas, pediatras e oftalmologistas.

Dentre os meios de cuidar do estrabismo infantil, destacamos:

  •  Uso de Tapa-Olho no olho com visão normal (estimulando, assim, o funcionamento do olho com deficiência);
  • Óculos de grau, sendo óculos bifocais (permitem a visão tanto de longe quanto de perto);
  • Colírios prescritos;
  • Aplicação da Toxina Botulínica (bloqueando a chegada dos impulsos nervosos ao músculo, paralisando-o e, consequentemente, alinhando os olhos);
  • Cirurgia corretiva (recomendada apenas quando o tratamento médico não é suficiente para correção do desvio)

Para o estrabismo em adultos, é recomendado:

  •  Óculos de grau;
  • Lentes de contato corretivas;
  • Prática de exercícios de ortótica para o alinhamento dos olhos;

Para os adultos, a intervenção cirúrgica também é indicada nos casos de necessidade de correção do desvio do olho.

Essa cirurgia corretiva consiste em um pequeno corte na conjuntiva que envolve o olho, até alcançar o músculo responsável pelo movimento ocular. Assim, é corrigida a posição desse músculo e, consequentemente, a correção do desvio. 

Agora, caso o estrabismo nos adultos seja resultado da perda de visão, primeiro é preciso corrigir o problema que esteja afetando a saúde ocular para, só depois, a cirurgia ser realizada.

O que é estrabismo? Causas, sintomas e tratamentos
Média 5 de 5 votos



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lenscope

Nós utilizamos a tecnologia a nosso favor e oferecemos uma experiência inovadora para você comprar as lentes para seus óculos sem sair de casa! E o melhor de tudo? Podendo ter as melhores lentes do mercado sem gastar uma fortuna para isso.