Oftalmoplegia

Oftalmoplegia: entenda causas, sintomas, tratamentos e fatores de risco.

5
(2)

Oftalmoplegia é a paralisia ou fraqueza dos músculos oculares, responsáveis pelo movimento de nossos olhos. Esta paralisia ou fraqueza pode afetar um ou mais dos 6 músculos oculares em cada olho. Neste artigo vamos te contar sobre os sintomas, tratamentos e fatores de risco. Vamos lá? 

O que é oftalmoplegia

A Oftalmoplegia – conhecida também por paralisia músculo ocular – afeta o olho de tal maneira que eles podem se mover para fora ou para baixo de forma involuntária. Além de ser difícil move-los para dentro ou para cima. 

Mas, geralmente, a oftalmoplegia afeta o terceiro, o quarto ou o sexto nervo craniano, interrompendo os sinais transmitidos pelos nervos ópticos aos músculos oculares, que coordenam os movimentos dos olhos.

Outro detalhe que chama atenção é que a pálpebra superior do olho afetado “cai” e a pupila do mesmo olho aumenta. Portanto caracterizando um quadro de midríase.

Mas, vamos lá! Existem dois tipos de oftalmoplegia, por exemplo: 

  • Externa progressiva crônica;
  • Interna.

Oftalmoplegia externa progressiva crônica

Este tipo de paralisia do músculo ocular afeta, geralmente, adultos entre 18 e 40 anos. Normalmente, os primeiros sinais da paralisação são a pálpebra caída e a dificuldade em controlar os movimentos dos olhos.

Oftalmoplegia interna

Este segundo tipo é causado por danos às fibras nervosas que coordenam o movimento lateral do olho e o sintoma mais comum é a visão dupla. Aliás, esse tipo de paralisia músculo ocular pode estar associada a outros fatores.

Sintomas da oftalmoplegia

Os sintomas mais comuns da Oftalmoplegia são, por exemplo:

  • Visão Dupla;
  • Visão Turva;
  • Dificuldade em posicionar os olhos em sincronia;
  • Pálpebra superior do olho afetado pela paralisia caída;
  • Dificuldade em mover os olhos para diferentes direções;
  • Fraqueza muscular ou dificuldade em engolir (quando associadas a outras doenças sistêmicas).

Causas da oftalmoplegia

As causas da oftalmoplegia podem ser diversas. Mas fique tranquilo, vamos te contar sobre todas elas a seguir:

Anormalidade Congênita

Quando a condição é diagnosticada já no nascimento do bebê. 

Traumas e Lesões

Traumas e lesões nos olhos podem ocasionar a condição. E nesses casos é preciso o tratamento imediato, porque os danos podem ser sérios à nossa visão.

Infecções Virais

As infecções virais podem causar a oftalmoplegia. Nestes casos, é imprescindível tratar a condição, porque infecções oculares podem ser muito graves!

Distúrbios que afetam o sistema nervoso

Doenças que afetem o nosso sistema nervoso – responsável por controlar os músculos oculares – podem desencadear a paralisia. Dentre eles, destacamos, por exemplo:

  • Esclerose Múltipla;
  • Tumores cerebrais;
  • Doenças vasculares;
  • Enxaquecas.

Distúrbios musculares

A oftalmoplegia pode ser causada por distúrbios musculares, por exemplo a miastenia gravis, uma doença que causa fraqueza muscular e fadiga crônica, em decorrência da falha de transmissão de impulsos nervosos do cérebro aos músculos.

Demais causas

Além das que citamos, infarto (para o tipo oftalmoplegia interna), doença da tireóide, Diabetes e distúrbios mitocondriais, como a Síndrome de Kearns-Sayre (para o tipo oftalmoplegia externa), podem desencadear na paralisia ocular.

Mas além do diagnóstico, todas essas causas devem ser amplamente investigadas, porque as consequências à saúde ocular podem ser muito sérias. Por exemplo, uma enxaqueca, pode ocasionar problemas como amaurose e não só oftalmoplegia.

Fatores de risco para oftalmoplegia

Dentre os fatores de risco para a condição, estudos médicos constataram que em pessoas diabéticas esse problema é mais comum de acontecer.

Além disso, quem sofre de distúrbios e doenças que afetam o sistema nervoso e qualquer outro controle muscular do corpo, a oftalmoplegia é mais provável.

Muitos médicos recomendam, inclusive, a todos nós um estilo de vida saudável. Com, por exemplo a prática de exercício físico e consumo de alimentos bons à nossa saúde.

Assim, o risco de sofrer de alguma doença vascular ou até diabetes é reduzido em grande proporção!

Como é o diagnóstico

A oftalmoplegia pode ser detectada através de um exame físico para avaliar os movimentos dos olhos. Mas, aliado a esse exame, a ressonância magnética ou tomografia computadorizada podem ser indicados para um diagnóstico mais preciso sobre a causa.

Caso haja desconfiança de que a causa seja a doença de tireoide, o seu médico poderá indicar o exame de sangue, porque é ele que ajuda a avaliar os níveis dos hormônios T3 e T4.  

Como é o tratamento

Para tratar a condição, será preciso conhecer a causa. Por exemplo, para as crianças que já nascem com a condição, elas aprendem a compensar o problema com o olho saudável.

Mas, para os adultos, os médicos poderão prescrever óculos especiais ou o uso do tampão ocular, porque isso vai ajudar aliviar o sintoma de visão dupla. 

Complicações da oftalmoplegia

Dentre as complicações da oftalmoplegia, é possível que você tenha quadros de dores de cabeça repentina e tonturas com mais frequência, devido à visão dupla.

Além disso, o controle muscular pode diminuir. E, outra possível complicação é a Síndrome de um olho e meio

Esta síndrome acontece quando a oftalmoplegia interna afeta e lesiona o centro que controla os movimentos oculares horizontais. Assim, quando a pessoa tentar olhar para o lado o olho com a síndrome permanece imóvel. 

Prevenção da oftalmoplegia

Para se prevenir, não deixe de consultar o seu oftalmologista. Pois ele poderá te ajudar a diagnosticar outros problemas oculares ou condições que possam provocar a paralisia.

Procure ir ao médico a cada 6 meses ou pelo menos 1 vez ao ano para renovar a sua receita de óculos e realizar testes de visão. 

Você já conhecia essa condição?

Mas, agora você já entendeu sobre a oftalmoplegia, está ciente de que bons hábitos alimentares e de vida são essenciais para cuidar da sua saúde visual.  Além disso, não deixe se consultar com o seu médico regularmente e diante de qualquer sintoma, como visão dupla ou dificuldade em controlar movimentos dos olhos, vá ao oftalmologista imediatamente!

Mas, antes de ir ao médico, você pode realizar em apenas 3 passos um teste de visão com resultados precisos. Esse teste de acuidade visual foi desenvolvido exclusivamente por nós, da Lenscope, com a ajuda e orientação de médicos e especialistas. É 100% online e gratuito e você tem resultados precisos sobre miopia, astigmatismo, entre outros problemas.

Faça agora o teste de acuidade visual online e gratuito da Lenscope

otalmoplegia - teste de visãoMas, não vá ainda. Agora chegou a sua vez de conversar um pouco com a gente! Já conhecia sobre a oftalmoplegia? Deixe o seu comentário ou a sua dúvida que vamos te ajudar! 

Fontes e referências utilizadas 

Healthline

Britannica  

Taylor & Francis Online

Manual MSD

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lenscope

Somos uma Health Tech que faz uso do que há de mais moderno na tecnologia para transformar a jornada de compra de lentes para óculos no Brasil. Com nosso serviço 100% online, você faz as lentes do seu óculos de grau pela internet, sem precisar sair de casa.

E, para nos ajudar a continuar desenvolver tecnologias exclusivas no Brasil e no Mundo, fomos selecionados para o programa Creative Startups da Samsung, além de fazer parte do Eretz.bio, incubadora de startups do Hospital Israelita Albert Einstein, considerado um dos melhores hospitais da América Latina. Também fazemos parte da Supera, incubadora da Universidade de São Paulo (USP/FM-RP) e do Cubo Itaú, um dos principais ecossistemas de startups do Brasil.

Conte com a gente para ver e se sentir bem.

Marcações:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *