olho sensível

Olho sensível: entenda como é a sensibilidade a contrastes

0
(0)

O olho sensível ao contraste é a capacidade de distinguir entre um objeto e o fundo por trás dele. A sensibilidade é diferente da acuidade visual, que mede a clareza da sua visão a uma determinada distância.

Os sintomas do olho sensível ao contraste são mais prevalentes em condições de pouca luz, neblina ou claridade reflexiva e podem ser inúmeras as causas dessa condição. Por isso, neste artigo vamos te mostrar essas causas, os principais sintomas e como melhorar o olho sensível ao contraste.

Então, continue lendo para saber mais!

O que é olho sensível ao contraste?

A sensibilidade ao contraste é diferente da acuidade visual, que mede a clareza da sua visão a uma determinada distância. Pois, uma pessoa com o olho sensível ao contraste tem capacidade de distinguir entre um objeto e seu fundo ou detectar diferenças entre tons semelhantes de claro e escuro. 

Apesar de os sintomas se destacarem em condições de pouca luz, há circunstâncias como neblina ou claridade reflexiva que também ressaltam o olho sensível. Além de que é importante observar que os sintomas são mais visíveis ao dirigir ao final da tarde ou à noite.

Descubra a seguir o que exatamente a sensibilidade ao contraste faz!

O que a sensibilidade ao contraste faz?

A sensibilidade ao contraste permite saber a diferença entre o primeiro e o segundo plano. Dessa forma, é um aspecto importante de sua função visual, especialmente em situações de pouca luz

Por isso, condições de neblina e situações com alto brilho exigem boa sensibilidade ao contraste para uma visão clara.

Conheça algumas situações comuns que exigem sensibilidade ao contraste:

  • Dirigir à noite ou em outras condições com pouca visibilidade, como chuva ou nevoeiro;
  • Localizar objetos contra um fundo de cor semelhante como encontrar meias pretas em uma gaveta escura ou despejar café em uma caneca preta, por exemplo;
  • Ler em material com pouco contraste, como um jornal;
  • Pisar no meio-fio ou degraus;
  • Distinguir características faciais em outras pessoas.

Continue lendo e conheça os sintomas da redução de sensibilidade ao contraste!

Sintomas de redução de sensibilidade ao contraste

Pessoas com o olho sensível a contraste podem apresentar sintomas que são não apenas inconvenientes, mas que também podem ser perigosos para elas mesmas e para outras pessoas.

Entre os principais sintomas do olho sensível ao contraste estão:

  • Problemas para dirigir na chuva ou à noite;
  • Dificuldade em colocar café em uma caneca escura;
  • Dificuldade em descer degraus;
  • Cansaço rápido dos olhos ao ler ou assistir televisão.

Veja a seguir quais são as causas para o olho sensível ao contraste!

Causas para o olho sensível e sensibilidade ao contraste

Inúmeras podem ser as causas para o olho sensível ao contraste. Por isso, separamos as principais delas. Veja!

  • Secura dos olhos, que resulta de mudanças na química de suas lágrimas conforme você envelhece;
  • Lentes incorretas que não atendem adequadamente às suas necessidades visuais;
  • Catarata que se desenvolve à medida que o cristalino dentro do seu olho fica turvo;
  • Glaucoma, uma doença progressiva que danifica seus nervos ópticos;
  • Degeneração macular, que é o dano ao centro da retina, a mácula, na parte posterior do olho;
  • Diabetes, que causa danos aos vasos sanguíneos da retina;
  • Neuropatias ópticas como infecções, tumores, esclerose múltipla, aneurismas ou outras condições que reduzem o fluxo sanguíneo para os nervos ópticos;
  • Trauma ocular, resultante de uma lesão nos olhos;
  • Cicatriz que resulta no processo de cicatrização após cirurgia ocular a laser;

Mas afinal, como melhorar o olho sensível ao contraste? Saiba mais a seguir!

Como melhorar o olho sensível ao contraste

Se a causa para o olho sensível ao contraste for alguma doença ocular subjacente, é importante conversar com o seu oftalmologista sobre as opções de tratamento.

Contudo, os tratamentos potenciais para certas condições oculares incluem:

  • Para a catarata: A cirurgia de catarata. Este é um procedimento que envolve a remoção da catarata e sua substituição por um implante artificial;
  • Glaucoma: Não há cura para reverter os efeitos do glaucoma. Em vez disso, o tratamento se concentra em retardar a progressão da doença. A terapia primária consiste em colírios medicamentosos que reduzem a pressão ocular;
  • Degeneração macular: Existem dois tipos de degeneração macular, a seca e a úmida. Não há tratamento médico para a forma seca além de suplementos vitamínicos. Se a degeneração macular progride de seca para úmida, os pacientes são mais propensos a ter problemas de visão. A degeneração macular úmida geralmente é tratada com injeções nos olhos. Um desses medicamentos é denominado aflibercept;
  • Diabetes: O edema macular diabético é uma complicação da retinopatia diabética. Essa condição envolve vazamento de fluido sob sua mácula. Neste caso, as injeções de aflibercept também tratam o edema macular diabético;

Além disso, o uso de lentes corretivas pode melhorar a sensibilidade ao contraste e auxiliar no tratamento de doenças subjacentes, assim como as lentes amarelas.

Descubra porque as lentes amarelas melhoram o contraste visual!

Por que as lentes amarelas melhoram o contraste visual

As lentes amarelas ajudam a melhorar o olho sensível ao contraste porque aumentam a percepção da nitidez durante o dia. Porém, não é recomendado usar lentes de filtro amarelas ao dirigir à noite porque elas não oferecem benefícios adicionais.

Então continue lendo e veja como é feito o teste de olho sensível ao contraste!

Teste de olho sensível ao contraste

Um exame de vista de rotina não inclui teste de sensibilidade ao contraste. Ou seja, se o oftalmologista suspeitar que você tem um problema de sensibilidade ao contraste, a maneira mais comum de verificar isso é usando um gráfico de sensibilidade ao contraste Pelli-Robson.

O gráfico apresenta linhas horizontais com letras maiúsculas do mesmo tamanho. Este tipo de teste de visão geralmente é realizado enquanto você está usando seus óculos.

No teste, se você for da esquerda para a direita, o contraste de cada letra diminuirá. Tem inicio  no topo do gráfico e lê cada linha até que não consiga mais ver nenhuma letra contra o fundo branco.

Contudo, uma maneira mais sofisticada de medir a sensibilidade ao contraste é usando alvos de grade de onda senoidal. As grades senoidais parecem linhas difusas de tons claros e escuros alternados de cinza. Às vezes, as linhas são mais grossas e às vezes são mais finas. O paciente visualiza várias grades em uma tela de computador ou um gráfico de parede.

Essas informações informam ao médico o quão bem você pode ver em situações de baixo, médio e alto contraste. Assim, o médico pode traçar um gráfico desses resultados, que é chamado de função de sensibilidade ao contraste (LCR).

Porém, a maioria dos oftalmologistas usa o gráfico de Snellen para medir a acuidade visual durante um exame oftalmológico. Ao visualizar o gráfico de letras, você pode notar que diferentes tamanhos de letras correspondem a vários níveis de acuidade visual.

Então em seguida, o médico realiza uma refração para ver qual é a sua acuidade visual com a sua prescrição de óculos, que é a sua acuidade visual corrigida. Erros de refração comuns incluem, por exemplo astigmatismo, miopia e hipermetropia.

Continue lendo para saber qual é a sensibilidade normal.

Qual é a sensibilidade normal do olho?

Quanto mais baixa for a sua pontuação no teste, pior será a sensibilidade ao contraste. Veja:

  • Uma pontuação de 2,0 (as unidades de medida estão em log de contraste) indica sensibilidade de contraste normal;
  • Pontuação inferior a 1,5 é consistente com deficiência visual (perda moderada);
  • Inferior a 1,0 representa deficiência visual (perda grave).

Já testou se seu olho é sensível ao contraste?

Mas e você, já testou se seu olho é sensível ao contraste? 

Afinal é muito importante estar sempre atento a qualquer mudança nos olhos ou na qualidade de sua visão. Além de que manter bons hábitos é indispensável para manter não apenas sua saúde ocular em dia, mas também manter seu corpo como um todo saudável.

Para isso, você deve também fazer consultas regulares e um check up completo para investigar qualquer condição como um olho sensível ao contraste, por exemplo.

Você costuma fazer exames de vista frequentemente? Conte pra gente nos comentários!

Você sabia que nós da Lenscope desenvolvemos um teste de visão totalmente online e com tecnologia exclusiva, pensando em sua comodidade e precisão?

Ou seja, agora você pode testar sua visão sem sair de casa e em apenas três passos simples. Então, você não tem mais desculpas para deixar a saúde dos seus olhos de lado.

Faça agora mesmo o nosso teste de acuidade visual totalmente online e gratuito!

olho sensível - teste de visão

Gostou do conteúdo? Então não vá ainda! Deixe um comentário abaixo. Afinal queremos ouvir você!

Fontes

Aarp

Visioncenter

Eyeque

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lenscope

Somos uma Health Tech que faz uso do que há de mais moderno na tecnologia para transformar a jornada de compra de lentes para óculos no Brasil. Com nosso serviço 100% online, você faz as lentes do seu óculos de grau pela internet, sem precisar sair de casa.

E, para nos ajudar a continuar desenvolver tecnologias exclusivas no Brasil e no Mundo, fomos selecionados para o programa Creative Startups da Samsung, além de fazer parte do Eretz.bio, incubadora de startups do Hospital Israelita Albert Einstein, considerado um dos melhores hospitais da América Latina. Também fazemos parte da Supera, incubadora da Universidade de São Paulo (USP/FM-RP) e do Cubo Itaú, um dos principais ecossistemas de startups do Brasil.

Conte com a gente para ver e se sentir bem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *