olhos vermelhos

Olhos vermelhos: como tratar, causas e quando ir ao médico

Os olhos vermelhos acontecem quando os vasos sanguíneos incham ou ficam “irritados” e é importante ficar atento, pois podem indicar doenças graves.

Além disso, na época do verão, devido ao clima quente e a baixa umidade, nossos olhos tendem a ficar mais secos.

Segundo matéria divulgada no portal IG, durante o verão, a incidência da síndrome do olho seco é 20% maior e mais comum.

Inclusive, existem outros sintomas, além do olho ficar vermelho, que merecem nossa atenção como a coceira ou visão borrada. 

Aliás, estes outros sinais também conseguem indicar doenças provocadas por bactérias ou vírus, como as conjuntivites. Por isso, é importante prestar atenção aos sintomas!

Sintomas relacionados a olhos vermelhos

Alguns sintomas relacionados a olhos vermelhos podem ser:

  • Visão borrada
  • Coceira
  • Lacrimejamento
  • Sensação de corpo estranho
  • Queimação
  • Sensibilidade à luz (fotofobia)

O que causa olhos vermelhos

Olhos vermelhos podem ser ocasionados por alergias, ou até por doenças mais graves, como conjuntivite, olhos secos ou ceratite.

Segundo o médico oftalmologista Leôncio Queiroz Neto, do Instituto Penido Burnier, olhos vermelhos geralmente indicam um quadro de conjuntivite e, por isso, a necessidade de tratamento adequado.

Além disso, algumas doenças que causam olhos vermelhos são:

  • Olhos secos
  • Blefarite (inflamação da pálpebra)
  • Calázio
  • Arranhão na córnea
  • Lesões nos olhos
  • Traumas
  • Infecções na córnea
  • Uso inadequado ou complicações de uso de lentes de contato
  • Efeito colateral de medicação aplicado no olho (como colírios)
  • Chiqueiro (caroço formado ao redor da pálpebra que inflama e incha)
  • Glaucoma
  • Uveíte
  • Hemorragia no olho
  • Rinite alérgica 
  • Complicações de alguma cirurgia recente
  • Objeto estranho no olho
  • Uso de drogas

Aliás, saiba que existem vários fatores que podem contribuir para a irritação dos nossos olhos, deixando-os com aparência olhos vermelhos, sendo que destacamos os seguintes:

  • Poeira
  • Ar seco
  • Tosse
  • Infecções bacterianas ou virais, como o sarampo
  • Exposição ao sol
  • Resfriados
  • Reações alérgicas 

 Além disso, nunca você deve se automedicar, por exemplo, usando colírios. Essa prática pode agravar ainda mais os sintomas e o quadro de saúde dos seus olhos. 

Veja então a seguir o que você deve fazer para tratar o seu olho vermelho.

O que fazer com os olhos vermelhos

Caso seus olhos estejam coçando ou com a sensação de queimação, e se os seus olhos estiverem vermelhos, procure imediatamente ajuda médica especializada.

Assim, após a consulta, você será medicado e vai conseguir tratar da forma correta o problema. 

Mas, não se preocupe porque muitos casos de olhos vermelhos não indicam doenças graves. E, muitas vezes, são tratados em casa, de forma a amenizar o desconforto dos sintomas e a coloração dos olhos normalizar. 

Medicamentos mais utilizados pra tratar olho vermelho

Ao tratar o seu olho vermelho, o seu médico poderá prescrever o seguinte remédio:

  • Desalex

É muito importante, antes de iniciar o tratamento, se consultar com o seu oftalmologista para saber qual a causa dos olhos vermelhos e como agir diante do quadro. 

Quando ir ao médico

Você deve procurar o médico para tratar olhos vermelhos diante das seguintes situações:

  • Os sintomas duram mais de 1 semana
  • Mudanças em sua visão
  • Dor em seu olho
  • Sensibilidade à luz
  • Secreção de um ou de ambos os olhos
  • Após ter sofrido trauma ou lesão
  • Dor de cabeça e visão embaçada
  • Quando começar a ver anéis brancos, ou halos, em torno das luzes
  • Se tiver náuseas e vômitos

Como evitar

A maioria dos casos de olhos vermelhos pode ser evitada com ações simples e que exigem, principalmente, muita higiene! 

Além da correta higienização das mãos, antes de levar elas em contato com nossos olhos, destacamos as seguintes práticas saudáveis:

  • Tenha pelo menos uma noite de sono de 8 horas por noite;
  • Use chapéus, bonés ou viseiras quando se expor ao Sol;
  • Use óculos de sol com proteção 100% UVA e UVB;
  • Não consuma bebidas alcoólicas em excesso e se for consumir, hidrate-se com água também;
  • Não use lentes de contato por mais tempo do que o recomendado;
  • Remova sempre toda a maquiagem antes de dormir;
  • Higienize muito bem as mãos antes de levar em contato com os olhos;
  • Evite atividades que causam muita fadiga ocular;
  • Evite substâncias que causam irritação aos nossos olhos e isso inclui colírios.

Olhos vermelhos podem ser um dos sintomas do Covid-19

Olhos vermelhos ainda não são um dos sintomas oficiais do Covid-19 da lista do Centro de Controle de Doenças (CDC), no entanto, é bom estar atento diante de um quadro de vermelhidão dos olhos.

Isso porque, segundo a enfermeira norte-americana Chelsey Ernest, os olhos vermelhos são um dos sintomas que podem passar despercebidos sobre a doença (Covid-19).

Aliás, diante deste possível sintoma, a Academia Norte-Americana de Oftalmologia emitiu notas e recomendações a todos, orientando que a conjuntivite viral pode ser um dos resultados que o vírus da Covid-19 consegue provocar em nós.

Além disso, em casos de contaminação do Covid-19, muitos infectados relataram sentir dor nos olhos, além da coloração mais avermelhada ao redor das pálpebras.

Por isso, a recomendação alerta também para a importância de nós sempre lavarmos muito bem as mãos para evitar o contágio com o vírus. 

Então, nada de levar as mãos sujas aos olhos, já que essa prática coloca em risco a sua saúde!

Fontes:

Mayo Clinic

WebMD

Healhtline

Saúde IG



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lenscope

Somos uma Health Tech que faz uso do que há de mais moderno na tecnologia para transformar a jornada de compra de lentes para óculos no Brasil. Com nosso serviço 100% online, você faz as lentes do seu óculos de grau pela internet, sem precisar sair de casa.E, para nos ajudar a continuar desenvolver tecnologias exclusivas no Brasil e no Mundo, fomos selecionados para o programa Creative Startups da Samsung, além de fazer parte do Eretz.bio, incubadora de startups do Hospital Israelita Albert Einstein, considerado um dos melhores hospitais da América Latina. Também fazemos parte da Supera, incubadora da Universidade de São Paulo (USP/FM-RP) e do Cubo Itaú, um dos principais ecossistemas de startups do Brasil.Conte com a gente para ver e se sentir bem.

Pin It on Pinterest