pálpebra caída

Pálpebra caída: Como tratar e principais causas

Este post foi atualizado em 28 dezembro, 2020

Pálpebra caída, também chamada de ptosis, pode ocorrer quando há algum trauma na região ocular ou surgir naturalmente com a idade.  

Apesar da ptosis geralmente ser desenvolvida ao longo da vida, também existem casos de ptosis congênita, que é quando o bebê já nasce com o problema. 

A pálpebra caída ainda pode ser permanente ou se manifestar periodicamente. Nesses casos, a condição pode ir e voltar. 

Em casos graves, a ptosis pode chegar a comprometer a visão, pois a pálpebra superior começa a obstruir a pupila.

Causas mais comuns da pálpebra caída

A pálpebra pode cair devido a um processo natural, como o envelhecimento, ou ser resultado de alguma condição mais grave. 

Todos nós estamos propensos a ter ptosis em algum momento da vida.Porém o problema é mais comum em adultos acima de 40 anos.

Isso porque é nessa fase que o músculo responsável por elevar a pálpebra começa a esticar e, consequentemente, a pálpebra começa a cair.

Em alguns casos, a pálpebra caída surge decorrente de algum trauma ou lesão na região dos olhos. Outras causas possíveis da ptosis são tumor ocular, cirurgias ou doenças neurológicas.

Sintomas

O sintoma mais claro da pálpebra caída é justamente a queda de uma ou ambas pálpebras superiores. 

Essa queda pode ser mínima, tornando a ptosis quase imperceptível, ou grave, quando chega a prejudicar a visão.

Outro sintoma comum é sentir dores ao redor dos olhos, principal área afetada pela condição. 

Em casos graves, é comum a pessoa precisar inclinar a cabeça para trás ou arquear as sobrancelhas para conseguir enxergar.

Caso a pálpebra caída venha acompanhada de outros sintomas, como enxaqueca, é importante consultar um médico para avaliar se não há outra condição subjacente.

Nos casos de ptosis infantil também é possível que a criança desenvolva ambliopia. Ou seja, um dos olhos pode ficar “preguiçoso”. Isso ocorre quando a pálpebra caída bloqueia a visão e impede o desenvolvimento do olho.

Formas de tratamento

O tratamento para pálpebra caída vai variar de acordo com a causa e a gravidade do problema.

Quando a condição surge naturalmente com a idade ou nos casos de ptosis congênita, raramente o problema apresentará riscos à saúde do paciente.

No entanto, por questões estéticas, é possível fazer uma cirurgia plástica para reduzir a queda.

Agora se a pálpebra caída for causada por uma doença subjacente, é necessário tratar primeiramente a doença para reverter a queda.

A cirurgia também é recomendada para casos em que a pálpebra caída bloqueia a visão do paciente.

Quando a pálpebra caída é temporária, uma outra opção é usar óculos muleta para ptosis, para segurar a pálpebra para cima.

Recentemente foi lançado também um novo colírio para ptosis adquirida, chamado oximetazolina. O medicamento fortalece o músculo responsável por erguer a pálpebra e, assim, ajuda a levantá-la.

No entanto, trata-se de um colírio que só pode ser comprado com receita médica e deve ser usado todos os dias para fazer efeito. Outro detalhe é que a oximetazolina não funciona nos casos de pálpebra caída por lesões ou problemas nervosos. 

Formas de prevenção

Infelizmente, não é possível evitar a pálpebra caída. Portanto, a melhor forma de prevenção é conhecer os sintomas e fazer exames oftalmológicos regularmente.

Se perceber que seu filho parece ter a pálpebra caída, procure um médico o quanto antes para iniciar o tratamento.

O diagnóstico precoce da ptosis em crianças garante o desenvolvimento visual e evita condições como ambliopia ou estrabismo.  

Riscos da pálpebra caída 

Apesar de não ser prejudicial à saúde, em casos mais graves a pálpebra caída pode atrapalhar a visão. 

Além disso, essa condição pode ser também um alerta para problemas de saúde mais sérios, principalmente quando se desenvolve em um curto período de tempo.

Por exemplo, a pálpebra caída pode ser causada por AVC, tumor cerebral ou câncer de nervos ou músculos.

Alguns distúrbios neurológicos que afetam os nervos ou músculos dos olhos – como miastenia gravis – também podem causar ptosis.

Por isso, ao perceber algum sintoma, o ideal é sempre consultar um oftalmologista.

Quando ir ao médico devido à pálpebra caída?

Você deve ir ao médico por causa da pálpebra caída quando estiver sentindo que sua visão está sendo prejudicada pela condição ou quando isso estiver te incomodando esteticamente. 

E se você tiver sentindo visão dupla ou turva, é importante marcar uma consulta também. 

Fontes: Health Line

Web MD

Harvard Health Publishing

Institut de Microcirurgia Ocular

American Academy of Ophtalmology

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lenscope

Somos uma Health Tech que faz uso do que há de mais moderno na tecnologia para transformar a jornada de compra de lentes para óculos no Brasil. Com nosso serviço 100% online, você faz as lentes do seu óculos de grau pela internet, sem precisar sair de casa.E, para nos ajudar a continuar desenvolver tecnologias exclusivas no Brasil e no Mundo, fomos selecionados para o programa Creative Startups da Samsung, além de fazer parte do Eretz.bio, incubadora de startups do Hospital Israelita Albert Einstein, considerado um dos melhores hospitais da América Latina. Também fazemos parte da Supera, incubadora da Universidade de São Paulo (USP/FM-RP) e do Cubo Itaú, um dos principais ecossistemas de startups do Brasil.Conte com a gente para ver e se sentir bem.

Pin It on Pinterest