perda de visão

Você pode sofrer com perda de visão? Descubra aqui os sinais

0
(0)

Perda de visão é um problema sério. Mas, é mais comum do que você imagina, pois pode acontecer com qualquer pessoa, independente da idade. Na verdade, está entre as deficiências mais prevalentes em adultos e crianças.

Por isso, saber o que o coloca em risco de desenvolver perda de visão é importante e pode te ajudar a ser proativo no cuidado de seus olhos.

Neste artigo, vamos mostrar as principais causas da cegueira e como se prevenir e cuidar da visão.

Principais condições que causam perda de visão

Uma ampla variedade de doenças, distúrbios e condições podem causar perda de visão. Por exemplo, a perda de visão pode se originar nos próprios olhos ou pode ser causada por muitas condições diferentes que afetam todo o corpo. Portanto, traumas, infecções, inflamações e o processo de envelhecimento podem resultar em perda de visão.

Glaucoma

Glaucoma é um grupo de doenças oculares causadas pelo aumento da pressão dentro do olho. Isso porque muita pressão interna no olho pode danificar o nervo óptico e levar à perda de visão.

Como os sintomas geralmente não se manifestam nos estágios iniciais do glaucoma, fazer exames oftalmológicos regulares é crucial. Mas, no caso de glaucoma avançado, ou de progressão rápida, pode mostrar uma variedade de sintomas, como por exemplo: visão turva, dor de cabeça, dor intensa nos olhos e vermelhidão, visão de halos ao redor de luzes e náusea.

Os fatores de risco para o desenvolvimento de glaucoma incluem, por exemplo:

  • Ter 60 anos ou mais
  • História familiar de glaucoma
  • Descendência africana, asiática ou hispânica
  • Alta miopia (miopia) ou hipermetropia (hipermetropia)
  • Lesões oculares anteriores ou certas cirurgias oculares
  • Certos medicamentos, como corticosteróides
  • Córneas finas
  • Certas condições médicas, como diabetes, hipertensão, doenças cardíacas e anemia falciforme

Catarata

A catarata ocorre quando o cristalino fica turvo. Já que uma lente saudável é clara e permite que a luz passe por ela sem ser perturbada.

Os sintomas comuns da catarata incluem, por exemplo: visão turva ou borrada, cegueira noturna, sensibilidade à luz, visão dupla no olho afetado e visão das cores desbotadas ou amareladas.

Os fatores de risco para o desenvolvimento de catarata incluem, por exemplo:

  • Envelhecimento
  • Diabetes
  • Hipertensão
  • Fumar
  • Cirurgia, lesão ou inflamação ocular anterior
  • Alcoolismo
  • Uso prolongado de corticosteroides

Degeneração Macular Relacionada à Idade (AMD)

A DMRI é a principal causa de perda severa de visão em adultos com mais de 60 anos. Ela ocorre quando a mácula (a pequena parte central da retina, que é responsável pela visão central nítida e colorida) começa a se desgastar.

Os estágios iniciais da DMRI geralmente passam despercebidos, mas os estágios posteriores podem produzir sintomas como, por exemplo: visão turva, áreas escuras ou embaçadas em sua visão central e problemas com a percepção das cores.

Ainda não há cura para a DMRI, mas certos tratamentos podem ajudar a prevenir a perda de visão.

Os fatores de risco para o desenvolvimento de DMRI incluem, por exemplo:

  • Fumar
  • Obesidade
  • Envelhecimento
  • Exposição ao sol de longa duração
  • Hipertensão
  • Doenças cardíacas
  • História da família da AMD
  • Olhos claros
  • Hipermetropia

Retinopatia diabética

A retinopatia diabética (RD) é uma complicação do diabetes tipo 1 ou 2 que afeta o tecido sensível à luz na parte posterior do olho. Portanto, a parte chamada retina.

Inicialmente, a retinopatia diabética não apresenta sintomas, mas pode levar à cegueira. Porque a medida que se desenvolve, pode causar aumento de moscas volantes, visão de cores prejudicada, manchas escuras em seu campo visual e visão turva.

Os fatores de risco para o desenvolvimento de retinopatia diabética incluem:

  • Tempo decorrido desde o diagnóstico de diabetes (quanto mais tempo você tem, maiores são as chances de desenvolver complicações visuais)
  • Açúcar no sangue não controlado
  • Obesidade
  • Colesterol alto ou pressão arterial
  • Gravidez
  • Fumar
  • Etnias afro-americanas, hispânicas e nativas americanas
  • História familiar de retinopatia diabética

Retinite Pigmentosa

A retinite pigmentosa (RP) é um grupo de problemas oculares que afetam a retina. Pessoas com RP perdem a visão lentamente. Porém, normalmente elas não ficam totalmente cegas.

O principal sintoma inicial que você pode notar é que seus olhos levam mais tempo para se ajustar à escuridão. Ou seja, causa a condição conhecida como cegueira noturna. 

Outros sinais que podem indicar perda de visão

A perda de visão também pode ser causada por certos medicamentos e por condições que afetam o cérebro ou outras partes do corpo. Por isso, dessa forma, as condições que podem estar envolvidas na perda de visão incluem, por exemplo: 

  • Diabetes (doença crônica que afeta a capacidade do corpo de usar açúcar para obter energia)
  • Hipertensão (pressão alta)
  • Erros inatos do metabolismo
  • Desnutrição
  • Enxaqueca
  • Esclerose múltipla (doença que afeta o cérebro e a medula espinhal causando fraqueza, falta de coordenação, dificuldades de equilíbrio e outros problemas)
  • Vasculite (inflamação dos vasos sanguíneos)
  • Deficiência de vitaminas

Sintomas que podem ocorrer junto com a perda de visão

A perda de visão pode acompanhar sintomas relacionados a outras partes do corpo, como por exemplo:

  • Dificuldade em andar 
  • Dificuldade em falar
  • Fadiga
  • Sentir muita sede
  • Micção frequente
  • Dor de cabeça
  • Equilíbrio e coordenação prejudicados
  • Espasmos musculares
  • Náusea com ou sem vômito
  • Entorpecimento ou formigamento
  • Tremor
  • Perda de peso inexplicável
  • Fraqueza (perda de força)

Sintomas graves que podem indicar risco de vida

Mas, em alguns casos, a perda de visão pode ser um sintoma de uma condição com risco de vida que deve ser avaliada imediatamente em um ambiente de emergência. Procure atendimento médico imediato se você, ou alguém com quem estiver, tiver algum destes sintomas de risco de vida, incluindo, por exemplo:

  • Tamanho anormal da pupila ou falta de reatividade à luz 
  • Mudança no nível de consciência ou alerta, como desmaio ou falta de resposta
  • Mudança no estado mental ou mudança repentina de comportamento, como confusão, delírio, letargia, alucinações e delírios
  • Fala confusa ou arrastada ou incapacidade de falar
  • Febre alta (superior a 38 graus Celcius)
  • Perda do controle da bexiga ou intestino
  • Dormência ou fraqueza em um lado do corpo
  • Convulsão
  • Forte dor de cabeça ou dor nos olhos
  • Trauma, como deformidade óssea, queimaduras, lesões oculares e outras lesões

Causas graves para perda de visão ou morte

Em alguns casos, a perda de visão pode ser um sintoma de uma condição séria ou com risco de vida que deve ser avaliada imediatamente em um ambiente de emergência. Esses incluem, por exemplo:

  • Tumor cerebral
  • Ferimento na cabeça
  • Aumento da pressão intracraniana (alta pressão dentro do crânio que geralmente é devido a edema cerebral ou hemorragia)
  • Trauma ocular ou orbital
  • Ataque súbito de uma doença
  • Ataque isquêmico transitório (sintomas semelhantes aos de um derrame que pode ser um sinal de alerta de um derrame iminente)

Perguntas para diagnosticar início de perda de visão 

Mas, saiba que para diagnosticar sua condição, seu médico ou profissional de saúde fará várias perguntas, incluindo por exemplo:

  • Quando você percebeu pela primeira vez sua perda de visão?
  • Você pode descrever sua perda de visão?
  • A sua perda de visão é constante ou vai e vem?
  • Já sentiu alguma cegueira temporária?
  • A sua perda de visão foi acompanhada por outros sintomas?
  • Alguma coisa incomum, como uma lesão ou doença, precedeu os sintomas?
  • Já experimentou perda de visão antes?
  • Tem algum outro sintoma?
  • Possui outras condições médicas?
  • Que medicamentos você está tomando?
  • Existe algum histórico de perda de visão na sua família?

Complicações possíveis da perda de visão

Mas, como a perda de visão pode ser causada por doenças graves, a omissão de tratamento pode resultar em complicações e danos permanentes. Assim que a causa subjacente for diagnosticada, é importante que você siga o plano de tratamento que você e seu profissional de saúde elaboraram. Assim, é possível reduzir o risco de potenciais complicações, incluindo, por exemplo:

  • Efeitos adversos do tratamento
  • Dano cerebral
  • Dor ou desconforto ocular crônico
  • Incapacidade
  • Perda de visão e cegueira
  • Perda de visão em somente um olho (visão monocular)
  • Paralisia
  • Progressão dos sintomas
  • Propagação de câncer
  • Propagação de infecção

Notou algum sintoma? Busque atendimento médico emergencial! 

A perda de visão pode ser permanente e pode ser um sintoma de uma condição médica séria. Por isso, procure atendimento médico imediato para mudanças repentinas, como por exemplo: trauma, dor ou vermelhidão nos olhos, visão dupla, cegueira parcial ou completa ou perda de visão que ocorre como queda de uma cortina ou fechamento de cortina.

No entanto, o atendimento médico imediato também é necessário se a perda de visão for acompanhada por sintomas, por exemplo: uma forte dor de cabeça, fraqueza súbita ou dormência em um lado do corpo. Ou ainda, alteração do nível de consciência, tontura, dificuldade para falar ou entender a fala ou perda de sensibilidade.

Por isso, mesmo a perda temporária da visão deve ser tratada como uma emergência.

Mas, também recomendamos que você tenha os olhos examinados minuciosamente a cada 1-2 anos, ou com a frequência que seu oftalmologista recomendar. 

Aproveite a visita e confira como anda a qualidade da sua visão. Aliás, sabia que nós, da Lenscope desenvolvemos um teste de visão online 100% gratuito? Então faça agora o seu! Afinal, os resultados são precisos e pode ser feito por computador, tablet ou celular.perda de visão - teste de visão

Gostou do nosso artigo? Mas antes de ir, não deixe de escrever suas dúvidas nos comentários e de navegar por mais artigos em nosso blog. 

Fontes:

HealthGrades

Crystal Eyecare

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lenscope

Somos uma Health Tech que faz uso do que há de mais moderno na tecnologia para transformar a jornada de compra de lentes para óculos no Brasil. Com nosso serviço 100% online, você faz as lentes do seu óculos de grau pela internet, sem precisar sair de casa.

E, para nos ajudar a continuar desenvolver tecnologias exclusivas no Brasil e no Mundo, fomos selecionados para o programa Creative Startups da Samsung, além de fazer parte do Eretz.bio, incubadora de startups do Hospital Israelita Albert Einstein, considerado um dos melhores hospitais da América Latina. Também fazemos parte da Supera, incubadora da Universidade de São Paulo (USP/FM-RP) e do Cubo Itaú, um dos principais ecossistemas de startups do Brasil.

Conte com a gente para ver e se sentir bem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *