pressão ocular

Pressão ocular: é preciso tratamento para evitar a perda de visão?

0
(0)

Pressão ocular, você sabe o que isso significa? Nossos olhos também tem um tipo de pressão que precisa de atenção.

Os principais sinais de hipertensão nos olhos são, por exemplo: dificuldade para enxergar, olhos doloridos, náuseas ou vômitos. Essa é uma doença que causa a diminuição da visão de forma progressiva.

Isso acontece conforme as células do nervo óptico morrem, portanto, se não tratada a tempo pode levar até a cegueira.

Uma pressão ocular considerada normal é de até 21 mmHg. Portanto, se a pressão está acima disso, é considerado uma hipertensão.

Um dos principais problemas para essa alteração é o glaucoma, de modo que a pressão pode chegar a 70 mmHg.Por outro lado, a pressão ocular pode ser facilmente controlada através de colírios prescritos pelo médico.

Neste artigo vamos falar sobre sobre o que causa a pressão ocular, tratamentos e estudos recentes sobre o tema. 

Fatos sobre pressão ocular normal

Nossos olhos são cheios de um fluido chamado humor vítreo (substância gelatinosa e viscosa que se encontra no segmento posterior do olho, entre o cristalino e a retina). Do mesmo modo que na parte da frente do olho (atrás da córnea), existe outro fluido chamado humor aquoso.

O humor aquoso é drenado do olho enquanto quantidades iguais de novo humor aquoso abastecem aquele espaço. Em olhos saudáveis ​​com pressão ocular intra ocular (PIO) normal, a drenagem e a recarga do humor aquoso são iguais e constantes.

Em resumo, a pressão normal do olho mede entre 12 e 21 mmHg (milímetros de mercúrio), e acima de 21 mmHg já pode causar danos ao nervo óptico, o que leva à perda irreversível da visão.

Causas para pressão ocular elevada

Quando o humor aquoso (líquido produzido atrás da íris), é produzido em maior quantidade, a pressão intraocular do olho aumenta. Essa pressão aumenta quando o humor aquoso não consegue drenar corretamente.

Pacientes com doenças oculares, como a síndrome de dispersão de pigmento e algumas outras que bloqueiam indiretamente ou retardam a drenagem do fluido aquoso, também apresentam um aumento da pressão ocular.

Os pacientes devem ter sua pressão ocular monitorada regularmente por meio de exames oftalmológicos de rotina. Uma vez que, lesões ou traumas no olho também aumentam perigosamente a pressão ocular.

Entretanto, existem outras causas do aumento da pressão ocular, incluindo alguns medicamentos, bem como os esteróides.

Desse modo, qualquer pessoa que sofra uma pancada nos olhos ou esteja tomando esteróides, não importa o motivo, ela deve medir a pressão ocular.

As principais causas são praticamente as mesmas que as do glaucoma.

São elas:

Produção excessiva de água

O humor aquoso é um fluido claro que é produzido no olho, em uma estrutura localizada atrás da íris.  Ela flui através da pupila e preenche a câmara anterior do olho, que é o espaço entre a íris e a córnea. 

Portanto, sua função é drenar esse fluido através da estrutura rede trabecular, na periferia da câmara anterior, onde a córnea e a íris se encontram.

Se o corpo ciliar produz muito humor aquoso, a pressão no olho aumenta, o que causa a hipertensão ocular.

Drenagem aquosa inadequada

Caso o humor aquoso seja drenado lentamente, ele interrompe o equilíbrio normal de produção e drenagem do fluido transparente do olho, causando pressão ocular elevada.

Medicamentos

Alguns medicamentos causam efeitos colaterais, aumentando a pressão ocular. Por exemplo: medicamentos esteróides ​​para tratar a asma e outras doenças. 

Até mesmo os colírios de esteróides usados ​​após Lasik ou  outras cirurgias refrativas, causam também elevação da pressão nos olhos em algumas pessoas.

Se você usa esteróides por qualquer motivo, consulte seu oftalmologista regularmente para verificar sua pressão nos olhos.

Trauma ocular

Algumas lesões nos olhos podem afetar o equilíbrio da produção de humor aquoso e a drenagem do olho, aumentando a hipertensão ocular.

Entretanto, isso pode ocorrer meses ou anos após a lesão. Durante seus exames de rotina, lembre-se de falar a seu médico se você teve algum trauma nos olhos.

Doenças oculares

A hipertensão ocular tem sido associada a uma série de outras doenças, incluindo síndrome de pseudo exfoliação, síndrome de dispersão de pigmento e arcos da córnea.

Se você tem alguma dessas condições, vá até seu oftalmologista para exames e medições de pressão ocular com mais frequência.

Além disso, sua idade e histórico familiar tem papel fundamental que indica o risco de você ter hipertensão ocular ou glaucoma.

Portanto, se você já tem histórico dessas doenças na família, aumente sua ida ao médico oftalmologista.

Ao mesmo tempo que qualquer pessoa pode desenvolver hipertensão ocular, os afro-americanos, pessoas com mais de 40 anos e pessoas com histórico familiar de pressão no olho ou glaucoma, têm riscos maiores.

Pessoas com medidas de espessura central da córnea mais finas do que o normal também podem estar em maior risco de hipertensão ocular e glaucoma, de acordo com os pesquisadores.

Como saber sua pressão ocular

É possível descobrir com o exame de pressão ocular. O exame é essencial para descobrir se o paciente tem o diagnóstico de glaucoma, de modo que durante um dia inteiro a pressão no olho do paciente é medida.

O aparelho utilizado é o Tonômetro de Aplanação ou Pneumático. Esse procedimento é totalmente indolor e simples, e não tem a necessidade de dilatação da pupila.

Outra facilidade do exame é que o paciente não precisa de preparo anterior, somente precisa aplicar  um colírio anestésico e de fluoresceína.

Ao passo que, ao longo de  um dia apenas, o exame já consegue medir o valor da pressão e mostrar em qual momento o olho teve uma elevação maior da pressão.

Sinais que sua pressão ocular está alta

Não é sempre que a pressão ocular apresenta sinais, portanto, é muito importante realizar exames médicos para poder identificar. Alguns dos sinais são:

  • Redução da visão periférica
  • Dor intensa nos olhos
  • Dor de cabeça
  • Vermelhidão nos olhos
  • Dificuldades para enxergar
  • Náusea e vômito
  • Pupilas dilatadas
  • Visão turva e embaçada

Portanto lembre-se de que é essencial consultar regularmente o seu oftalmologista para a realização de exame de rotina a fim de evitar o desenvolvimento de doenças.

Tratamentos para pressão ocular

O melhor tratamento para controlar a hipertensão dos seus olhos é consultar sempre um médico oftalmologista com regularidade.

Desta forma, seu médico vai realizar exames periódicos de rotina para medir a pressão do olho, assim evitando futuros problemas oculares.

Se o problema for identificado, o tratamento pode ser feito através de colírios específicos para tratar o glaucoma, já que a doença não tem cura.

Tenha hábitos para ajudar a controlar a pressão, como:

  • Praticar exercícios físicos
  • Tenha uma alimentação saudável
  • Procure controlar o estresse
  • Pesquise alimentos benéficos para a saúde dos olhos

Além do tratamento com colírios, cirurgias a laser também são uma opção. Cirurgias apenas são indicadas em casos onde a pressão interna no olho não pode ser controlada com medicamentos. 

Portanto, se o paciente não tem sucesso com medicamentos, colírios, e exista dor nos olhos, a cirurgia indicada é a Trabeculoplastia, que estimula de forma natural a região afetada a se curar.Desta forma, ela diminui a pressão interna no olho associada ao glaucoma e acaba com o desconforto causado nos olhos.

Entenda melhor sobre tratamentos para pressão ocular.

Estudo aponta que nem todo portador de pressão ocular elevada precisa de tratamento para evitar perda de visão

Estudos feitos recentemente, mostraram que nem toda pessoa que tem pressão alta nos olhos, precisa de tratamento, de forma que foram observadas algumas pessoas que tiveram tratamento com colírios, e outras não. Após sete anos, quando o tratamento se mostrou altamente eficaz, os pacientes de ambos os grupos receberam o tratamento.

Nesta última fase do estudo, os pesquisadores avaliaram quais pacientes desenvolveram glaucoma após a conclusão do estudo inicial.

Alguns pesquisadores descobriram que cerca de 25% dos participantes do estudo tiveram perda de visão, devido ao glaucoma em algum dos olhos, uma taxa menor do que o esperado. O pensamento convencional era que a maioria dos pacientes com pressão ocular elevada provavelmente deveria receber tratamento.

Mas, vejamos o que os estudos comprovaram a seguir.

Apenas 25% dos indivíduos no estudo desenvolvendo perda de visão em um ou ambos os olhos

Após todos esses estudos, sabemos que nem todos esses pacientes precisaram ser tratados. O glaucoma é uma das principais causas de cegueira nos Estados Unidos e a causa número 1 de cegueira em negros americanos.

A pressão ocular elevada ocorre em 4% a 7% das pessoas nos Estados Unidos com mais de 40 anos, e a sabedoria convencional anterior ao estudo era prescrever colírios para baixar a pressão.

Custo de medicamentos

Mas esses medicamentos podem custar centenas de dólares por ano, causando efeitos colaterais em algumas pessoas, e muitas delas, especialmente idosos, têm dificuldade em aplicar o colírio todos os dias.

Na fase inicial do estudo, a incidência de glaucoma caiu significativamente naqueles que receberam tratamento. Em conclusão,  o tratamento preventivo funciona porque reduz a incidência de glaucoma em 50% a 60% depois de cinco a sete anos.

Porém, mesmo com a diminuição de casos, o número total de pessoas que desenvolveram glaucoma permaneceu baixo.

O estudo recente mostra que o tratamento é eficaz e por isso, nem todas as pessoas com pressão alta nos olhos precisam de tratamento. 

Entretanto, se sentir que algum desses sinais que falamos aqui neste artigo, procure um médico, será ele quem vai saber se você precisa de tratamento ou não.

Leia o estudo completo.

E você, sabe se sua pressão ocular é normal?

Você visita seu médico regularmente?

Além da mudança de hábitos, como uma melhor alimentação, praticar exercícios físicos e controlar o estresse, visitar seu médico com frequência é o ideal.

Afinal, o glaucoma é a principal causa da hipertensão nos olhos, entretanto, a diabetes também. Portanto, exames de rotina são a melhor forma de prevenção.

Em conclusão, você deve sempre medir a pressão dos olhos, porque assim é possível evitar problemas futuros como a perda de visão. E por fim, aproveite e faça nosso teste de visão, ele é online e gratuito!

pressão ocular - teste de visão

Gostou do conteúdo? Mas não vá ainda! Afinal, queremos saber a sua opinião, então deixe um comentário abaixo.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lenscope

Somos uma Health Tech que faz uso do que há de mais moderno na tecnologia para transformar a jornada de compra de lentes para óculos no Brasil. Com nosso serviço 100% online, você faz as lentes do seu óculos de grau pela internet, sem precisar sair de casa.

E, para nos ajudar a continuar desenvolver tecnologias exclusivas no Brasil e no Mundo, fomos selecionados para o programa Creative Startups da Samsung, além de fazer parte do Eretz.bio, incubadora de startups do Hospital Israelita Albert Einstein, considerado um dos melhores hospitais da América Latina. Também fazemos parte da Supera, incubadora da Universidade de São Paulo (USP/FM-RP) e do Cubo Itaú, um dos principais ecossistemas de startups do Brasil.

Conte com a gente para ver e se sentir bem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *