oftalmologista

Quando devo ir no oftalmologista?

Pode parecer clichê, mas ainda assim é correto dizer que, quando se trata de saúde, a prevenção nunca é demais. E não poderia ser diferente quando o assunto são os seus olhos. Não dar a devida importância aos check-ups com seu oftalmologista pode, a longo prazo, prejudicar muito a sua visão.

Nesse artigo, vamos explicar a importância de cuidar da saúde dos seus olhos e a importância das consultas para evitar algum problema futuro em seus olhos. Acompanhe!

O que o oftalmologista faz?

Um oftalmologista é o médico especialista em tratar da saúde dos olhos. É ele quem prescreve os exames, dá o diagnóstico de uma possível patologia, analisa o tratamento adequado e também acompanha um paciente no pré e pós operatório, em casos de cirurgias oculares.

Em relação ao mercado de trabalho, o profissional também pode se especializar em áreas específicas relacionadas à visão, que pode ser tanto a clínica, como a cirúrgica. Existe a plástica ocular, a área de cirurgia refrativa, a oftalmo-pediatria, entre muitas outras.

É o oftalmologista quem prescreve receitas para a adesão de lentes de óculos de grau, entre outros tratamentos que buscam melhorar e manter a qualidade da visão de um paciente.

Inclusive, receita de óculos vale por quanto tempo? Aposto que você não sabia, mas a sua receita prescrita pelo oftalmologista existe sim um prazo de validade. Aliás, quando esse prazo é excedido, você deve fazer novos exames, porque seu problema pode ou não ter se agravado. Por isso, é muito importante manter a uma frequência de visita ao oftalmologista.

oftalmologista
Médica oftalmologista examina paciente

Qual a diferença de oftalmologista e oculista?

É comum que se confunda a área de atuação de um oftalmologista e a do oculista. Mas, apesar de ambos serem importantes, esses profissionais não exercem a mesma função.

Como foi dito há pouco, o oftalmologista é um profissional da medicina, que diagnostica e chega à conclusão de qual é o melhor tratamento para doenças relacionadas à visão e saúde dos olhos de modo geral. É ele quem, de fato, realiza as cirurgias oculares, como de catarata e miopia.

Já o oculista tem o mercado de trabalho voltado para a técnica óptica ou laboratorial. Após a receita ser prescrita pelo oftalmologista, é o oculista quem fica responsável por interpretá-la e analisá-la corretamente para produzir as lentes ou adaptá-las ao problema do paciente.

Enquanto um profissional identifica o problema e a melhor forma de minimizá-lo, o oculista instrui o cliente no processo de compra. Além disso, ele é responsável por montar e consertar óculos, cuidar de sua manutenção e orientar as pessoas sobre qual o melhor tipo de lente e armação para cada caso específico.

Se você já sabe qual o seu problema de visão, saiba quais as melhores lentes para o seu grau. Temos alguns artigos que podem te ajudar. Aliás, ao escolher corretamente sua lente, você também está optando por uma saúde completa dos seus olhos. Conheça os tipos de lentes para miopia, hipermetropia e astigmatismo, que são os mais comum entre as pessoas.

Quando devo procurar pelo oftalmologista?

Frequentar periodicamente esse especialista é fundamental para preservar a saúde de seus olhos. Sendo assim, a dica principal é não deixar que qualquer incômodo nos olhos se prolongue. Isso porque pode trazer danos irreversíveis e prejuízos durante o resto da vida.

Um diagnóstico precoce pode ser essencial para o tratamento de algumas doenças que podem danificar a visão. E, em alguns casos, ocasionar até mesmo a cegueira – como a catarata, por exemplo – e impedir sua evolução. Por isso, o ideal é que as visitas ao oftalmologista se iniciem já na infância e continuem frequentes e periódicas com o passar dos anos.

A primeira visita deve ser feita ainda quando recém-nascido, pois alguns problemas oftalmológicos podem ser congênitos. Depois disso, o ideal é voltar na fase de alfabetização.

É muito mais simples tratar a ambliopia – também conhecida como “olho preguiçoso” – nessa fase. Isso porque, a fase escolar coincide com o momento onde o desenvolvimento visual de uma criança está finalmente completo.

Quando adulto, o ideal é que as visitas aconteçam anualmente, a não ser que o indivíduo tenha algum sintoma que exija consultas mais frequentes. Veja alguns indícios de que se deva procurar um oftalmologista.

Sintomas de que você deve procurar o oftalmo

  • Irritação nos olhos ou lacrimejamento. O problema pode ter diversas origens. Por exemplo: de uma alergia de algum produto ou até um arranhão na córnea. A vermelhidão e irritação nos olhos pode indicar alguma dificuldade na visão, que também pode ser combinada com dores de cabeça. Com a orientação do oftalmo, o problema pode muitas vezes ser resolvido com um colírio adequado, ou um óculos de grau com lentes antirreflexo, para dar mais conforto à visão.
  • Histórico familiar de hipertensão ou diabetes. Nesses casos, visitar um especialista é indispensável. Ambas as doenças podem causar retinopatia (diabética ou hipertensiva), um problema que afeta diretamente os vasos da retina, responsável por registrar as imagens que são enviadas ao cérebro. É válido reforçar que essas enfermidades podem causar danos irreversíveis aos olhos, até mesmo a cegueira. Por isso a importância de um diagnóstico precoce.
  • Sentir alterações na visão. Alguns exemplos são: forçar a vista, perceber a visão embaçada, perca da nitidez. Não exite em procurar um médico nessas situações, levando em consideração que podem significar algum defeito refrativo, como miopia, hipermetropia, astigmatismo, presbiopia, retinopatia diabética, etc.
  • Ter mais de 40 anos. Por aumentar a pressão sobre os olhos e já ter grandes chances de ter vistas cansadas, pessoas com essa faixa etária devem procurar um oftalmologista. É nesse período que aumentam ainda mais as chances de se desenvolver algum dano na visão, como catarata, glaucoma, miopia, entre muitas outras.

Recomendações

Em casos menos graves, como de presbiopia, também conhecidas como “vistas cansadas”, pode ser receitado um óculos de leitura. Mas, não se deixe enganar por óculos de leitura baratinhos, além de trazer sérios riscos para sua visão, não existe prescrição médica para comprá-los, o que pode ser ainda mais agravante. Então, confere nosso artigo que explicamos em detalhes o motivo de NÃO comprar esses óculos baratos.

Com que frequência devo ir?

O mais recomendado é que as visitas ao oftalmologista aconteçam anualmente. Caso isso não seja possível, se indica que elas aconteçam, pelo menos, de cinco em cinco anos.

Pessoas que já possuem qualquer tipo de problema na visão devem ir ao médico com mais frequência – de preferência, anuais. Dessa forma, podem acompanhar o diagnóstico, iniciar o tratamento e, assim, evitar que o dano evolua para um quadro mais significativo.

A mesma dica é válida para pessoas com mais de 40 anos, por terem maiores chances de desenvolverem a presbiopia, ou vista cansada, entre outras doenças comuns nessa faixa etária. Existem diversos problemas de visão que podem ser diagnosticados pelo seu oftalmo. Conheça os mais comuns e saiba os possíveis sintomas e tratamentos de cada um deles.

O exame com o oftalmo é diferente de exame de vista grátis?

Há uma grande diferença entre a consulta oftalmológica e um exame de vista grátis, que são comumente oferecidas por estabelecimentos como uma “venda casada”. Isto é, você faz o exame gratuitamente, mas só recebe o diagnóstico caso adquira suas lentes ou armação no mesmo local. Esse tipo de prática é considerada ilegal pelo Código de Defesa do Consumidor e pelo PROCON.

Além disso, a pessoa que aplica o exame gratuito não precisa necessariamente ser um médico, o que torna mais provável que não esteja apta para tal procedimento. Um exame vago ou com resultados incorretos podem tornar os danos na visão ainda mais prejudiciais, ou até irreversíveis.

É muito importante consultar um oftalmologista de confiança. Ele sim irá dar um diagnóstico completo e adequado para prosseguir com qualquer tipo de tratamento. Aliás, separamos 6 motivos para você não fazer exame de vista grátis e, a partir disso, você vai entender como pode ser perigoso até mesmo para os seus olhos. Dá uma conferida no artigo.

Agora que você já sabe sobre quando deve ir fazer uma visita ao seu oftalmo, conta pra gente o seu diagnóstico após a visita aqui nos comentários. E já sabe, qualquer dúvida, estamos aqui!

Quando devo ir no oftalmologista?
Média 5 de 1 votos



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lenscope

Nós utilizamos a tecnologia a nosso favor e oferecemos uma experiência inovadora para você comprar as lentes para seus óculos sem sair de casa! E o melhor de tudo? Podendo ter as melhores lentes do mercado sem gastar uma fortuna para isso.

Pin It on Pinterest