síndrome de sjögren

Síndrome de sjögren: causas, sintomas e tratamentos disponíveis

5
(1)

A Síndrome de Sjögren é uma doença auto-imune que se caracteriza por atacar as células saudáveis em vez das bactérias, vírus ou outros agentes infecciosos que podem causar problemas à nossa saúde.

Com isso, há uma mudança drástica do comportamento dos glóbulos brancos que ao invés de atacar os invasores do organismo, ataca glândulas responsáveis por produzir umidade.

Assim, a nossa produção de lágrimas e saliva por exemplo, é afetada de forma severa. Por isso que, dentre os sintomas mais comuns, destacamos boca seca, além de olho seco

Apesar da condição causar bastante desconforto, é capaz de ser tratada e trazer alívio aos sintomas.

Hoje, vamos falar sobre a síndrome de Sjögren.

Causa

Infelizmente, os especialistas e médicos ainda não descobriram a causa exata da síndrome de Sjögren, porém, há vários fatores de risco para alguém desenvolver a síndrome.

Por exemplo, você pode ter uma predisposição genética que faça o seu sistema imunológico não funcionar como deveria.

Outra causa possível é ter uma infecção por vírus ou bactéria que sirva como gatilho para manifestar a síndrome de Sjögren.

Basicamente, o que acontece no seu organismo é que devido a entrada destes agentes infecciosos em nosso corpo, combinado com a predisposição genética, os seus glóbulos brancos passam a trabalhar da forma errada.

Ou seja, os glóbulos brancos passam a atacar glândulas saudáveis que produzem saliva e lágrima. Após isso, você passa a manifestar os sintomas. Veja quais os sintomas da Síndrome de Sjögren a seguir.

Sintomas

Os sintomas mais comuns da Síndrome de Sjögren são olhos secos e boca seca, já que as glândulas responsáveis pela produção de lágrimas e saliva são severamente atacadas pelos glóbulos brancos.

No entanto, fique atento também aos sintomas a seguir que também são comuns à doença. 

  • Glândulas no pescoço inchadas
  • Secura no nariz
  • Tosse seca ou falta de ar
  • Garganta, lábio ou pele seca
  • Inchaço ou rigidez nas articulações
  • Dor de cabeça
  • Dificuldade de concentração
  • Dormência ou formigamento de algumas partes do corpo
  • Sensação de cansaço
  • Sensação de ardor que se estende do estômago à região do peito
  • Mudanças olfativas ou no paladar  
  • Coceira do olho
  • Ardência do olho
  • Sensação de areia na vista

Como é feito o diagnóstico?

Segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia, o diagnóstico da Síndrome de Sjögren não é simples e nem fácil de ser feito, isso porque varia muito de pessoa para pessoa.

No entanto, existem exames que podem ajudar no diagnóstico, como o exame de sangue, testes do olho, biópsia e exames de imagens. 

Exame de sangue

O exame de sangue verifica os níveis das células sanguíneas, identificando presença de anticorpos comuns à síndrome de Sjögren. Indicação de problema no fígado ou rim também podem ser detectados através do exame. 

Testes de olho

É realizado o teste de lágrima de Schirmer que consiste em colocar um pedaço de papel filtro sobre a pálpebra inferior para medir a produção de lágrima.

Outra possibilidade é usar um dispositivo de aumento, chamado lâmpada de fenda, para exame da superfície dos olhos.

Além disso, o médico poderá aplicar colírios no olho para analisar possíveis danos à córnea.

Biópsia

O médico pode fazer uma biópsia labial para detectar aglomeração de células inflamatórias. Um pequeno pedaço de tecido é removido do lábio e passa por um exame de observação em microscópio para análise das glândulas salivares. 

Este exame é feito pelo reumatologista, que identifica a condição.

Exames de imagem (Imaging)

Exames de imagem também podem ajudar no diagnóstico. Os principais são:

  • Cintilografia salivar: teste nuclear que envolve injeção em uma veia de um isótopo radioativo, que é rastreado ao longo de uma hora para verificar a rapidez com que chega a todas as glândulas salivares.
  • Sialograma: um raio-x especial que identifica um corante que é injetado nas glândulas salivares, na região frontal da sua orelha. O exame mostra a quantidade de fluido que vai em direção à boca. 

Fatores de risco

Os principais fatores de risco da Síndrome de Sjögren são: 

 

  • Adultos com mais de 40 anos. No entanto, crianças e jovens também podem manifestar;
  • Mulheres têm 10 vezes mais chances de desenvolverem a síndrome;
  • Outras doenças auto-imunes, como lúpus ou artrite reumatóide.

Complicações

As complicações mais comuns incluem olho seco e boca seca, mas a síndrome de Sjögren pode provocar:

  • Maiores chances de desenvolver cáries – sem a produção de saliva, os dentes se tornam um alvo fácil da ação das bactérias que afetam nossos dentes e provocam cáries;
  • Infecções por fungos – especialmente na área da boca, como a candidíase oral;
  • Problemas de visão – agravando sensibilidade à luz, danos à córnea e visão turva.

Dentre as complicações menos comuns são o desenvolvimento de problemas no rim, pulmão ou no fígado. Além disso, pode haver formigamento ou dormência de membros e, apesar de raro, pode  também desenvolver câncer dos gânglios linfáticos (linfoma) 

Síndrome de Sjögren pode levar à cegueira

 

 

Infelizmente, a síndrome de Sjögren pode levar à perda completa de visão, devido aos problemas de vista que ele pode causar.

Problemas na córnea, por exemplo, são muito comuns quando a doença não é tratada.

Isso porque há aparecimento de úlceras causadas pela perda da proteção da superfície ocular. 

Estas úlceras são provocadas por agentes infecciosos que adentram em nossos olhos, já que a barreira protetora está sendo atacada pelos glóbulos brancos. 

No entanto, raramente, a síndrome consegue causar perda de visão total. É preciso seguir o tratamento à risca e seguir as recomendações para evitar esta complicação séria. 

Tratamento

O tratamento consiste em trazer alívio dos sintomas, especialmente dos olhos secos e boca seca. 

No entanto, pode ser que o seu médico receite uso de medicamentos. O tratamento com remédios consiste:

  • Uso de pomadas ou colírios 
  • Uso do remédio pilocarpina – remédio que ajuda na produção de lágrimas e saliva

Além do uso de remédio, o tratamento pode ser feito através de procedimento cirúrgico que vai impedir com que as lágrimas escorram, deixando-as concentradas nos olhos.

Dessa forma, mantém-se nos olhos uma camada de lágrimas, evitando que eles fiquem secos. 

O que fazer para aliviar os sintomas

Existem medidas que você pode fazer em casa mesmo para alívio dos sintomas da Síndrome de Sjögren. 

Para aliviar o sintoma do olho seco:

  • Aumente a umidade do ambiente em que você estiver – colocando bacias e potes de água para umidificar o ambiente
  • Use lágrimas artificias sobre recomendação médica – colírios prescritos pelo médico podem ajudar a diminuir os sintomas de ressecamento do olho.

Para aliviar o sintoma da boca seca:

 

  • Evite fumar
  • Beba muita água
  • Estimule o fluxo salivar
  • Use spray nasal salino
  • Tenha uma boa escovação dos dentes com produtos indicados
  • Use enxaguante bucal para proteger a boca das bactérias

Existe cura para a Síndrome de Sjögren?

Não existe cura para a síndrome, porém, é possível ter uma vida de qualidade e alívio dos sintomas, além de frear o avanço e complicações da doença.

Muitos estudos estão sendo realizados para ajudar no controle dos sintomas, assim como no controle dos mecanismos da doença, segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia.

Recomendações

Existem algumas medidas que podem te ajudar a controlar os sintomas desconfortáveis da síndrome de Sjögren. Preparamos uma lista para você conhecer:

  • Beba muita água – especialmente em dias secos e quentes;
  • Evite o consumo de açúcar – prevenção à cáries é fundamental;
  • Consuma alimentos saudáveis – verduras, frutas, legumes;
  • Evite alimentos salgados e condimentados – assim, a sensação de ressecamento da mucosa da boca pode ser evitado;
  • Não fume, consuma bebida alcoólica com moderação e beba pouco refrigerante também;
  • Use spray salivar se for necessário para evitar o ressecamento da boca;
  • Use hidratante labial
  • Coloque vasilhas ou bacias com água para ajudar na umidificação do ar em dias quentes e secos;
  • Lave sempre que possível as narinas com soro fisiológico para umedecer a mucosa das vias aéreas;
  • Use óculos de sol que cubra por completo os olhos;
  • Aplique hidratante na pele e evite banhos quentes para não ressecar a pele;
  • Pisque com frequência para evitar o ressecamento dos olhos, especialmente se estiver por um longo período em frente às telas de celular, TV ou computador.

Fontes:

NHS.UK

WebMD

MayoClinic

American College of Rheumatology

Drauzio Varella

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lenscope

Somos uma Health Tech que faz uso do que há de mais moderno na tecnologia para transformar a jornada de compra de lentes para óculos no Brasil. Com nosso serviço 100% online, você faz as lentes do seu óculos de grau pela internet, sem precisar sair de casa.

E, para nos ajudar a continuar desenvolver tecnologias exclusivas no Brasil e no Mundo, fomos selecionados para o programa Creative Startups da Samsung, além de fazer parte do Eretz.bio, incubadora de startups do Hospital Israelita Albert Einstein, considerado um dos melhores hospitais da América Latina. Também fazemos parte da Supera, incubadora da Universidade de São Paulo (USP/FM-RP) e do Cubo Itaú, um dos principais ecossistemas de startups do Brasil.

Conte com a gente para ver e se sentir bem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *