triquíase

Triquiase: entenda o que é, causas e tratamentos

0
(0)

A triquíase é um desvio dos cílios, fazendo com que eles cresçam em direção à superfície da córnea. Alguns fatores como um trauma no olho, por exemplo, podem ser responsáveis por esta condição. Contudo, apesar de causar alguns sintomas específicos, a triquíase pode ser tratada após o diagnóstico.

Por isso, preparamos este artigo mostrando tudo o que você precisa saber sobre os riscos, os sintomas e como diagnosticar a triquíase.

O que é triquíase?

De forma direta, a triquíase é uma doença das pálpebras que se caracteriza pelo desalinhamento dos cílios, que crescem internamente na direção do olho. À medida que esses cílios se desenvolvem, eles causam atrito contra partes do olho, levando à irritação.

Nesse caso, os cílios atritam com a conjuntiva, que é uma membrana fina que envolve a esclera, a parte branca do olho, e com a córnea, que envolve a íris e a pupila

Apesar de poder ocorrer em qualquer idade, a triquíase afeta mais os adultos. Além disso, ela pode se apresentar semelhante ao entrópio (condição em que a pálpebra está voltada para dentro). Contudo, o manejo é diferente, pois o problema é a direção do crescimento dos cílios e não um mau posicionamento das margens.

Claro que esta condição não ocorre do nada, mas sim causada por alguns fatores específicos. 

Quais são as causas da triquíase?

Inúmeros fatores e condições médicas podem desencadear a triquíase. Por isso, listamos abaixo os principais responsáveis.

Tracoma

O tracoma é uma infecção que afeta os dois olhos, causada pela bactéria Chlamydia trachomatis. Inicialmente, ela ataca os olhos e causa irritação, uma condição conhecida como conjuntivite ou olhos rosados. Conforme o tracoma avança, ele distorce a visão e causa dor nos olhos. E, se a infecção não for tratada, ela causará cicatrizes nas pálpebras e os cílios virarão em direção ao olho.

Epiblepharon

Esta é uma doença hereditária da pele. Faz com que a pele ao redor dos olhos fique frouxa e forme dobras. Essas dobras fazem com que seus cílios fiquem na posição vertical, podendo esfregar contra os olhos e causar irritação.

Herpes zoster

Esta é uma doença ocular causada por um vírus chamado herpes-zoster. Esta infecção causa inflamação severa nos tecidos dos olhos. E, em casos graves, esta infecção pode causar cicatrizes nos olhos, o que pode levar à perda de visão.

Trauma ocular

Lesões oculares também podem contribuir para a triquíase. Por exemplo, se você for acidentalmente queimado por fogo ou fluidos quentes em seu rosto, seus olhos também podem ser afetados; sua pálpebra pode ficar inchada e dolorida.

Blefarite

Blefarite é uma condição em que suas pálpebras ficam inchadas ou inflamadas e vermelhas. Isso ocorre quando bactérias e flocos de óleo se desenvolvem na parte inferior da pálpebra em grandes quantidades.

Síndrome de Stevens-Johnson

Esse distúrbio ocorre quando você reage a certos medicamentos ou como resultado de uma infecção na pele e afeta a pele e a membrana mucosa. Ele começa como gripe e progride para erupções cutâneas roxas ou vermelhas que podem se espalhar para a pele. Em seguida, forma bolhas em seus olhos, boca e nariz.

Conheça a seguir os sintomas da triquíase!

Quais são os sintomas da triquiase?

Pessoas com triquíase tendem a ficar com o olho vermelho e irritado, como se houvesse algo, como um corpo estranho nos olhos. Além disso, elas desenvolvem lacrimejamento e sensibilidade e às vezes dor quando exposto à luz. 

Com isso, se a condição persistir, podem ocorrer cicatrizes na córnea. Dá-se então a importância de diagnosticá-la e tratá-la o quanto antes.

Veja a seguir como diagnosticar a triquíase!

Como diagnosticar a triquíase?

O diagnostico é feito por meio de um teste físico e um exame clínico. Inicialmente, o médico baseia o diagnóstico nos sintomas e nos achados do exame. 

No teste físico, o oftalmologista verifica se há inchaços e vermelhidão nos olhos. Já, no exame clínico, sob o biomicroscópio, ele deve avaliar a margem da pálpebra, a lamela posterior e os fórnices (procurando por simbléfaro ou cicatriz). 

O exame deverá revelar se há cílios apontando para trás em contato com a conjuntiva ou a córnea.  Afinal, os cílios podem estar em sua posição normal e podem estar crescendo atrás dos cílios normais. Além disso, o médico deverá procurar cicatriz da margem palpebral secundária à inflamação. 

A triquíase é diferenciada do entrópio involucional, onde a margem da pálpebra se transforma e faz com que os cílios normais esfreguem contra a córnea. Freqüentemente, isso é denominado triquíase secundária ou pseudo-triquíase.

Seu médico também pode usar um teste de lâmpada de fenda para identificar problemas nas pálpebras e em outras partes do olho. Nesse exame, você coloca tinta fluorescente nos olhos para secar as lágrimas e usa um microscópio e uma lâmpada de fenda de alta intensidade para visualizar o olho.

Quais são os tratamentos para a triquíase?

Para tratar a triquíase, alguns procedimentos cirúrgicos podem ser sugeridos pelo oftalmologista como:

  • Ablação – É um procedimento que envolve o uso de lasers ou ondas de radiofrequência para extrair cílios e folículos. Neste procedimento, seu médico deverá administrar um medicamento anestésico para reduzir a dor e fazer você se sentir bem durante o processo;
  • Criocirurgia – É um procedimento onde temperaturas de congelamento são usadas para eliminar tecidos anormais em seu corpo. Nitrogênio líquido, argônio e dióxido de carbono podem ser usados ​​neste procedimento. Antes de iniciar o procedimento, seu médico lhe dará todas as instruções a serem seguidas para garantir que a cirurgia seja bem-sucedida.

No entanto, a criocirurgia pode causar complicações indesejáveis ​​para você. Esses riscos incluem:

  • Os tecidos circundantes da pálpebra podem ser danificados;
  • Pode causar infecções;
  • Causar cicatrizes nos cílios;
  • Úlceras na córnea;
  • Eletrólise (Neste procedimento, o médico usa corrente elétrica de baixa voltagem e ondas curtas para remover cílios e folículos. A eletrólise pode causar danos mínimos em sua pele, além de fazer você se sentir desconfortável durante o procedimento).

Agora que você já conhece os sintomas e tratamentos para a triquíase, é importante ter em mente que o seu médico é seu amigo. Por isso, é importante visitá-lo regularmente. Afinal, a saúde é nosso bem mais precioso, não é mesmo? 

Por isso, devemos cuidar da nossa saúde geral e também da saúde dos olhos. Ou seja, visitar o oftalmologista é importante, porém, fazer testes de visão também é fundamental para manter suas vistas saudáveis.

Você está cuidando da saúde dos seus olhos?

Muitas vezes é difícil tirarmos um tempo para fazer um teste de visão em nosso dia a dia, não é mesmo? Principalmente agora, em meio à pandemia, quando evitamos ao máximo sair de casa. 

Por isso, nós da Lenscope desenvolvemos um teste de visão com tecnologia exclusiva, totalmente desenvolvida por especialistas e pensada para você. Assim, você pode testar seus olhos de forma gratuita e sem sair de casa. 

Ou seja, não há mais desculpa para você não cuidar dos seus olhos. Faça agora nosso teste de visão online e gratuito!

triquiase - teste de visão

Gostou do conteúdo? Mas, não vá ainda! Afinal, queremos saber o que achou, então deixe um comentário abaixo.

Fontes:

Healthjade

Medicpassion

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lenscope

Somos uma Health Tech que faz uso do que há de mais moderno na tecnologia para transformar a jornada de compra de lentes para óculos no Brasil. Com nosso serviço 100% online, você faz as lentes do seu óculos de grau pela internet, sem precisar sair de casa.

E, para nos ajudar a continuar desenvolver tecnologias exclusivas no Brasil e no Mundo, fomos selecionados para o programa Creative Startups da Samsung, além de fazer parte do Eretz.bio, incubadora de startups do Hospital Israelita Albert Einstein, considerado um dos melhores hospitais da América Latina. Também fazemos parte da Supera, incubadora da Universidade de São Paulo (USP/FM-RP) e do Cubo Itaú, um dos principais ecossistemas de startups do Brasil.

Conte com a gente para ver e se sentir bem.

Marcações:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *