xantelasma

Xantelasma: o que é, como tratar, fatores de risco e muito mais

4.5
(8)

O xantelasma aparece através de manchas amareladas no canto interno das pálpebras, ou ao redor dos olhos. Mas não é prejudicial à saúde dos olhos, embora seja um indicador importante de maior probabilidade de doenças cardíacas. Por isso é sempre bom visitar o médico e verificar qualquer alteração.

Para te ajudar com isso, preparamos este artigo, para tirar todas as suas dúvidas sobre fatores de risco, sintomas e tratamentos do xantelasma. Vamos lá?

O que é xantelasma

É um tipo comum de xantoma (pequenas lesões em alto relevo na pele, formadas por gorduras) que se forma nas pálpebras.

Em outras palavras, é um acúmulo de gordura e colesterol que fica sob a pele da pálpebra, e é muito comum em pessoas de meia idade que tem níveis altos de colesterol ou outras gorduras no sangue. Não causa dor e nem prejudica a visão, mas causa manchas amareladas nos olhos, que ficam bem visíveis.

Nesse caso, quem tem xantelasma e se preocupa com a aparência, pode optar por removê-lo.

 O que causa xantelasma

Apesar de normalmente estar relacionado aos altos níveis de gordura na corrente sanguínea ou também por algum distúrbio do metabolismo, como por exemplo o diabetes, as causas do xantelasma não são muito conhecidas.

Pode acontecer de a pessoa ter essas manchas nos olhos e não ter nenhum problema com gorduras no sangue, mas o fato é que metade das pessoas com xantelasma têm colesterol alto. Então, se você tiver, por exemplo:

  • Colesterol LDL (o colesterol ruim) alto ou o colesterol HDL (o colesterol bom) baixo;
  • Hipercolesterolemia familiar (colesterol alto devido a causas genéticas);
  • Cirrose biliar primária (doença hepática) que aumenta o colesterol.

 Fatores de risco para o xantelasma

  • Ter pressão alta
  • Ter diabetes
  • Ser obeso
  • Ter níveis elevados de gorduras no sangue (como colesterol alto)
  • Ter entre 30 e 50 anos
  • Ser do sexo feminino (grande parte dos casos acontece em mulheres)
  • Fumar
  • Ser de ascendência asiática ou mediterrânea.

 Como xantelasma é diagnosticado

Se você perceber umas manchinhas crescendo em volta dos olhos, nas pálpebras, consulte um oftalmologista para que elas sejam examinadas e não sejam confundidas com outras doenças semelhantes, como a midríase. 

É fácil de o médico identificar o xantelasma, porque as manchas são nítidas e as bordas definidas, além de ter a cor amarelada. Além de examinar a pele dos seus olhos, ele pode pedir exames laboratoriais para checar os níveis de gordura, e comprovar se estes estão causando o xantelasma.

Existem também alguns casos específicos em que é preciso encaminhar amostras das lesões para a biópsia, para assim saber a origem clínica. As manchas que aparecem tendem a ficar do mesmo tamanho.

Tratamentos para xantelasma

Se a aparência incomodar, quem tem xantelasma pode optar por remover essas manchas que, apesar de inofensivas, não vão sumir sozinhas. Os tratamentos disponíveis são:

Criocirurgia/ crioterapia:

Congelamento do xantelasma com nitrogênio líquido ou outro produto químico

Cirurgia a laser

Conhecida como CO2 fracionado, a técnica parece ser bastante eficaz

Cirurgia tradicional

O xantelasma será removido com uma faca especial pelo cirurgião

Eletrólise avançada por radiofrequência (RAF)

Técnica que elimina ou reduz o xantelasma com muito poucos casos de recorrência

Eletrodissecação

O xantelasma é tratado com uma agulha elétrica

Medicação

Estudo publicado no British Journal of Ophtalmology mostra que o medicamento estatina sinvastatina (Zocor) usado para o tratamento de colesterol alto, também pode tratar o xantelasma

Peelings químicos

Tratamentos com ácido tricoloroacético (TCA) sobre as manchas. É importante lembrar que alguns desses tratamentos podem deixar cicatrizes, mudar um pouco a tonalidade da pele ou até deixar a pálpebra um pouco caída. Por isso, veja com o seu médico o melhor método para o seu caso e avalie os prós e contras.

É ele que vai decidir junto com você a escolha do tratamento mais adequado baseado nas características das lesões, no tamanho e formatoExistem também soluções mais simples, mas que apenas disfarçam as manchas do xantelasma, como a maquiagem.

Vale lembrar também que, infelizmente, é possível que apesar de fazer qualquer um desses tratamentos, as manchas do xantelasma voltem depois de um certo tempo, principalmente em quem tem o  colesterol alto como fator genético.

 Controlando o colesterol 

  • Mantenha o peso dentro do limite saudável
  • Faça exercícios físicos por pelo menos 30 minutos na maioria dos dias da semana
  • Evite fumar e reduza o consumo de bebidas alcoólicas
  • Reduza a ingestão de açúcar
  • Diminua o consumo de carne vermelha
  • Consuma fibras
  • Evite o estresse
  • Reduza consumo de gorduras saturadas, que são encontradas em alimentos como a manteiga
  • Consulte um médico regularmente

Para algumas pessoas, mudar o estilo de vida, sair de um perfil sedentário ou com maus hábitos alimentares para um perfil mais ativo e saudável é o suficiente para baixar os níveis de gordura no sangue. Basta seguir essas dicas e o colesterol tende a baixar e, consequentemente, ajuda a tratar o xantelasma.

Em outros casos, seu médico vai precisar prescrever medicamentos, como estatinas. É interessante falar também que existem remédios naturais que podem funcionar, mas desde que isso seja conversado com o seu médico, ok? Tome cuidado com tratamentos alternativos – a maioria deve ser complementar a um tratamento médico.

Mais tranquilo, agora que sabe tudo sobre xantelasma? 

O xantelasma geralmente é inofensivo, mas pode ser um sinal de que seus níveis de gordura no sangue não estejam normais.  Ou ainda pode ser um sinal de alerta para alguma doença cardíaca, por isso é muito importante as consultas regulares com o seu médico.

Assim que notar alguma diferença nos seus olhos, alguma saliência nas pálpebras ou mudança de coloração, marque uma consulta.

Pergunte ao médico: o que saber sobre xantelasma

Durante a consulta com o seu oftalmologista, tire todas as suas dúvidas sobre os sintomas que tem, os exames que precisa fazer e os possíveis tratamentos. Você pode fazer algumas perguntas como essas:

  • O que são essas pequenas manchas amarelas nas minhas pálpebras?
  • Esse acúmulo de gordura ao redor dos meus olhos é um sinal de que meus níveis de colesterol precisam ser monitorados? 
  • Se eu tenho esse acúmulo de gordura nos olhos, eles podem ser um sinal de doença cardíaca?
  • Você recomenda cirurgia para remover meus xantelasmas?
  • Se optarmos pela cirurgia, quais são as chances de meus xantelasmas voltarem a ocorrer?
  • Existem tratamentos não cirúrgicos que podem funcionar?

O que observar:

Além de fazer as consultas regulares e buscar um estilo de vida mais ativo e uma alimentação equilibrada, é importante ver as mudanças que o nosso corpo passa. Prestar atenção aos sinais que o nosso corpo dá é muito importante para mantermos a nossa saúde em dia.

Muitas vezes a gente acaba deixando de lado alguns cuidados básicos e simples, seja por falta de tempo ou desatenção mesmo. E agora, em tempos de pandemia, muita gente acaba deixando de fazer os exames oftalmológicos por acharem menos importantes, mas acabamos de ver que eles podem inclusive indicar o surgimento de outras doenças. Por isso não descuide da sua saúde!

Você já pode dar o primeiro passo: aproveite esse tempinho que você está lendo esse artigo e faça o nosso teste de visão online e gratuito! Aqui na Lenscope nós desenvolvemos esse teste com tecnologia exclusiva, totalmente desenvolvida por especialistas e pensada para você. Assim, você pode testar seus olhos, descobrir se você tem miopia, hipermetropia ou astigmatismo – de forma gratuita e sem sair de casa. 

Ou seja, só não faz quem não quer! Não deixe pra depois os cuidados com os seus olhos. Faça agora nosso teste de visão online e gratuito! 

xantelasma- teste de visão

Gostou deste artigo? Ele foi útil pra você? Então, deixe seu comentário e diz pra gente se você está cuidando da saúde dos seus olhos.

Continue acompanhando nosso blog para ficar por dentro de mais temas relacionados à saúde ocular e compartilhe esse link com os seus amigos ou família. Assim, mais gente pode aprender a cuidar melhor da saúde! Ok?

Fique ligado que tem sempre um tema novo que pode te ajudar!

Fontes:

Healthline

Eye Health

Web MD

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 8

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lenscope

Somos uma Health Tech que faz uso do que há de mais moderno na tecnologia para transformar a jornada de compra de lentes para óculos no Brasil. Com nosso serviço 100% online, você faz as lentes do seu óculos de grau pela internet, sem precisar sair de casa.

E, para nos ajudar a continuar desenvolver tecnologias exclusivas no Brasil e no Mundo, fomos selecionados para o programa Creative Startups da Samsung, além de fazer parte do Eretz.bio, incubadora de startups do Hospital Israelita Albert Einstein, considerado um dos melhores hospitais da América Latina. Também fazemos parte da Supera, incubadora da Universidade de São Paulo (USP/FM-RP) e do Cubo Itaú, um dos principais ecossistemas de startups do Brasil.

Conte com a gente para ver e se sentir bem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *