cirurgia para hipermetropia

Cirurgia para hipermetropia: o que você precisa saber

A cirurgia para hipermetropia pode ser realizada por meio do procedimento LASIK (uso de laser na cirurgia) ou através das lentes intra-oculares.

A cirurgia LASIK é o procedimento mais avançado que existe atualmente para correção de hipermetropia. Tende a ser um procedimento rápido, simples e indolor. Para essa cirurgia, dois tipos de laser podem ser usados: fentolaser ou excimer laser.

 A cirurgia para corrigir a hipermetropia é indicada em casos específicos, exigindo algumas condições pré-operatórias dos pacientes.

Dentre as exigências, ter o grau estabilizado no período de 6 meses a 1 ano é fundamental. Além de ter mais de 21 anos e ter boa saúde

Já com relação ao uso das lentes intra-oculares, o tratamento consiste no uso de lentes convergentes e mais espessas no centro. 

A espessura da lente aumenta de acordo com o grau da hipermetropia. 

Logo, quanto maior o grau, mais espessas as lentes serão.

Quer saber mais sobre a cirurgia para hipermetropia? Então, continue lendo nosso artigo!

LASIK e lente intra-ocular

A cirurgia LASIK é recomendada para correção de problemas de visão, tais como:

  • Hipermetropia
  • Miopia
  • Astigmatismo
  • Miopia com astigmatismo
  • Hipermetropia com astigmatismo
  • Presbiopia

Pensando sobre a hipermetropia, é uma forma prática e bastante segura para correção do problema.

A cirurgia LASIK consiste na aplicação de laser na camada mais interna da córnea do olho do paciente, modificando o formato dela na tentativa de “corrigir’’ a hipermetropia. 

Basicamente, ela corta com o laser um pequeno pedaço da córnea para a correção do erro de refração.

É uma opção para pacientes com graus elevados de hipermetropia e deve sempre ser indicada pelo oftalmologista.

O pós-operatório do paciente também costuma ser muito tranquilo. Não é necessário curativos ou pontos, apenas uso de medicamentos e repouso. 

Apesar de ser uma cirurgia corretiva, não impede que o grau da hipermetropia progrida para algumas pessoas.

Agora, com relação as lentes intra-oculares (LIOs), o paciente vai usar uma espécie de prótese para substituir o cristalino do olho, corrigindo, assim, o problema de visão.

O formato LIOs é semelhante a um círculo com duas alças nas pontas, facilitando a acomodação no olho do paciente.

São lentes produzidas com polimetilmetacrilato (PMMA) ou silicone, sendo flexíveis e protegendo os olhos contra os raios ultravioleta. 

Quem pode fazer cirurgia de hipermetropia?

Para realizar a cirurgia para hipermetropia é necessário atender alguns requisitos pré-operatórios, tais como:

  • Ter mais de 21 anos;
  • Grau de hipermetropia estabilizado entre 6 meses a 1 ano;
  • Saúde em boa condição;
  • Não ter a córnea do olho muito fina;

Todas as exigências são indicadas pelo seu profissional de saúde e não devem ser ignoradas pelo paciente com hipermetropia. Por exemplo, pessoas com a córnea do olho muito fina não devem realizar o procedimento por questão de segurança.

O laser aplicado no processo LASIK corta tecidos do olho e com uma córnea muito fina, danos irreversíveis podem acontecer a sua visão. 

Apesar da cirurgia para hipermetropia ser bastante avançada e segura, existem riscos também que todo paciente precisa conhecer.

  1. Alteração na produção e distribuição das lágrimas
  2. Fotofobia (sensibilidade à luz)
  3. Visão embaçada/borrada na recuperação

Hipermetropia tem cura?

Hipermetropia é um problema de visão, causando dificuldade em enxergar de perto

A única cura possível para o problema é a cirurgia refrativa, a LASIK.

Entretanto, o procedimento não inibe a volta do problema de visão, porém ajuda com o conforto visual de ficar sem nenhum grau ou com um grau muito baixo.

Essa cirurgia é indicada apenas pelo médico oftalmologista, após exames. No entanto, quem não quer ou não pode fazer a cirurgia, poderá optar por outra forma de tratamento.

Se trata das lentes intra-oculares.

Lentes flexíveis, fáceis de usar e bastante modernas, elas são indicadas para tratar a hipermetropia. Além delas, há ainda a opção de usar óculos de grau.

As causas para a hipermetropia estão ligadas ao fator genético. Ou seja, se seus pais têm hipermetropia, as chances de você ter o mesmo problema de visão é praticamente certo de ocorrer.

Mas, antes de verificar qual o tratamento que mais se encaixa no seu caso de hipermetropia, consulte-se com o seu médico especialista.

Faça exames periódicos e acompanhe a evolução do seu grau de hipermetropia.

Além disso, junto de seu oftalmologista, escolha o melhor tratamento para você e seu estilo de vida. Afinal, não existe o tratamento mais correto, apenas o que mais se adequa ao seu caso.

Então, o que achou do artigo? Avalie nas estrelinhas e qualquer dúvida, só deixar nos comentários!

cirurgia para hipermetropia



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lenscope

Somos uma Health Tech que faz uso do que há de mais moderno na tecnologia para transformar a jornada de compra de lentes para óculos no Brasil. Com nosso serviço 100% online, você faz as lentes do seu óculos de grau pela internet, sem precisar sair de casa.E, para nos ajudar a continuar desenvolver tecnologias exclusivas no Brasil e no Mundo, fomos selecionados para o programa Creative Startups da Samsung, além de fazer parte do Eretz.bio, incubadora de startups do Hospital Israelita Albert Einstein, considerado um dos melhores hospitais da América Latina. Também fazemos parte da Supera, incubadora da Universidade de São Paulo (USP/FM-RP) e do Cubo Itaú, um dos principais ecossistemas de startups do Brasil.Conte com a gente para ver e se sentir bem.

Pin It on Pinterest