conjuntivite

Conjuntivite: saiba os tipos, sintomas e como tratar

Você já foi dormir bem e no dia seguinte acordou com a sensação de estar com poeiras nos olhos, ou ainda, acordou assustado, com os olhos inchados e grudados um no outro? Pois é, esses são os principais sintomas que indicam que você pode estar com conjuntivite.

Ela é silenciosa, age de repente.

A conjuntivite trata-se de uma inflamação na membrana que reveste todo o nosso olho por dentro e por fora. Essa inflamação faz a gente sentir coceiras, apresentar vermelhidão nos olhos e, muitas vezes, também ter dificuldade para enxergar.

Existem três tipos de conjuntivite: infecciosa, alérgica e tóxica. Neste artigo, vamos explicar bem todos os tipos, seus sintomas e, claro, como tratar cada um.

Continue acompanhando essa leitura para entender melhor.

Tipos de conjuntivite

A conjuntivite pode ser classificada em três tipos:

  • Conjuntivite infecciosa
  • Conjuntivite Alérgica
  • Conjuntivite tóxica

O que muita gente não sabe é que, a conjuntivite infecciosa, como o próprio nome diz, é o tipo mais comum e é provocada por uma infecção no olho.

Conjuntivite Infecciosa

Como já dito, a conjuntivite infecciosa é a mais comum, e é causada por vírus ou bactérias. Este tipo de infecção a pessoa normalmente pega como se fosse um resfriado mesmo. Ou seja, ela pode ser passada através do contato, ou pelo ar, afetando um ou os dois olhos.

A conjuntivite infecciosa pode ser dividida em dois tipos:

  • Conjuntivite viral: transmitida por um vírus, através do contato direto como espirros e tosses de outra pessoa;
  • Conjuntivite bacteriana: é transmitida pelo contato com a bactéria. Diferentemente da viral que você pode contrair no ar, a bacteriana aparece quando você, por exemplo, coloca a mão em um lugar infectado e depois esfrega ou coça os olhos, ou ainda, quando usa maquiagens de outras pessoas, ou passa nos olhos algum outro produto infectado.

Conjuntivite alérgica

Normalmente, a conjuntivite alérgica não é contagiosa. Ela costuma afetar os dois olhos simultaneamente, e é causada por irritações provocadas por poeira ou pêlos de animais.

Entretanto, existem diferentes tipos de conjuntivite alérgica. As mais comuns são:

  • A conjuntivite sazonal, provocada por asma ou rinite;
  • A conjuntivite primaveril, que acontece no período entre a primavera e o outono, provocada pelas flores, devido ao excesso de pólen espalhado pelo ar;
  • A conjuntivite papilar gigante, provocada pela alergia as lentes de contato. Nesses casos, deve-se usar colírio recomendado pelo oftalmologista.

Conjuntivite tóxica

Já a conjuntivite tóxica ocorre quando os olhos entram em contato com algum produto químico. Essa irritação, normalmente, acontece por contato com maquiagens, shampoos, produtos de limpeza, tinta de cabelo, e fumaça.

Se a conjuntivite tóxica não for tratada da forma correta, pode trazer riscos para sua visão (como acontece com qualquer anormalidade nos olhos quando em contato com algum produto químico). Por isso, nesse caso, é extremamente importante procurar um oftalmologista de confiança.

conjuntivite
Reação nos olhos em diferentes tipos de conjuntivite

Sintomas de conjuntivite

A característica principal da conjuntivite é deixar os olhos vermelhos, mas também existem outros sintomas bem relevantes que você deve se atentar, como:

  • Olhos lacrimejando bastante
  • Coceira frequente
  • Ardência nos olhos
  • Pálpebras inchadas
  • Sensação de poeira ou cisco nos olhos
  • Sensibilidade à luz (Fotofobia)
  • Visão embaçada
  • Olhos (pálpebras) grudadas ao acordar (bacteriana)
  • Secreção esbranquiçada  (viral)

Como tratar

O tratamento para a essa inflamação nos olhos consiste, basicamente, em limpar constantemente as pálpebras com água ou soro fisiológico, e tomar o máximo de cuidado possível com os seus olhos.

Além disso, deve-se tomar o cuidado específico para o tipo de conjuntivite correspondente (já que cada tipo precisa de tratamentos diferentes).

Portanto, confira os tratamentos adequados:

  • Conjuntivite viral: costuma durar de 4 a 7 dias, e, por ser contagioso. e é muito importante evitar a disseminação. Entretanto, este tipo de inflamação não precisa de tratamento específico, e costuma desaparecer sozinha.

Mesmo assim, deve-se fazer uma visita ao oftalmologista, pois ele é quem vai poder fazer as devidas recomendações. Normalmente, são utilizados colírios que hidratam os olhos, além de efetuar a limpeza das pálpebras várias vezes ao dia. Provavelmente você precise também aplicar compressa aos olhos para aliviar possíveis desconfortos.

  • Conjuntivite bacteriana: neste caso, faz-se uso de colírio antibiótico ou pomadas, uma vez que é uma conjuntivite provocada por uma bactéria. A infecção deve desaparecer dentro de 7 dias (uma semana).
  • Conjuntivite alérgica: costuma recomendar medicamentos de alergia, que podem ajudar (e prevenir) o surgimento de conjuntivite alérgica.

Estas são dicas-base para você ficar atento e prestar atenção aos sintomas. Portanto, sempre que os olhos ficarem vermelhos ou irritados, procure imediatamente o oftalmologista, para um exame e possível diagnóstico.

Prevenção para não pegar conjuntivite

E dá para evitar ter conjuntivite?

A boa notícia é: dá sim! E agora, nós vamos dar dicas para isso, olha só:

  • Não compartilhe itens pessoais. Por exemplo: toalhas, lenços, maquiagens;
  • Cubra o nariz e a boca ao tossir ou espirrar, e evite esfregar os olhos;
  • Nunca compartilhe lentes de contato com ninguém (nem mesmo a colorida!);
  • Troque sempre as fronhas dos travesseiros;
  • Lave bem e com frequência as mãos. Principalmente se você passa a maior parte do tempo no trabalho, na escola ou em lugares públicos;
  • Carregue sempre com você um álcool em gel;
  • Crie o hábito de limpar objetos compartilhados com álcool antisséptico adequado;
  • Não use nenhum medicamento sem recomendação médica.

Você que já usa óculos de grau, sabia que reduz o risco de pegar conjuntivite? Pois é, funciona como uma barreira protetora.

Quando você usa um óculos de grau, escolha por lentes que tenham antirreflexo e elimine os reflexos indesejáveis provocados pela luz.

Veja aqui 5 razões para usar óculos com antirreflexo, antirrisco e proteção UV.

conjuntivite
Mantenha sempre as mãos limpas

 

Agora, a última dica e talvez uma das mais importantes: use óculos de sol ou óculos de grau com lentes fotocromáticas.  Isso porque elas ajudam a reduzir a sensibilidade à luz se os olhos estão com conjuntivite, além de proteger os olhos contra os raios UV.

Saiba tudo as lentes transitions que escurecem e clereiam de acordo com a luminosidade.

Considerações finais

Você, neste momento, já é um expert nesse tipo de inflamação nos olhos! 

Mas, mesmo assim, não deixe de ir ao oftalmologista. Apenas esse profissional pode prescrever o tratamento correto para o seu problema ou inflamação nos olhos.

E você, já teve essa ou outra infecção nos olhos? Conta pra gente nos comentários sobre a sua experiência. Isso vai ajudar outros leitores, e também vai nos ajudar a dar mais dicas de como tratar e prevenir esse mal!

Conjuntivite

Conjuntivite: saiba os tipos, sintomas e como tratar
Média 5 de 1 votos



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lenscope

Nós utilizamos a tecnologia a nosso favor e oferecemos uma experiência inovadora para você comprar as lentes para seus óculos sem sair de casa! E o melhor de tudo? Podendo ter as melhores lentes do mercado sem gastar uma fortuna para isso.

Pin It on Pinterest