Cirurgia de pterígio: como é feita, indicações, recuperação e preços

Cirurgia de pterígio: como é feita, indicações, recuperação e preços
  • por
4.7
(30)

Normalmente conhecida como carne nos olhos, o pterígio é uma doença oftalmológica que consiste no crescimento de uma pequena membrana semelhante à parte branca do olho, chamada conjuntiva. Geralmente a membrana começa a crescer a partir do canto interno em direção ao centro do olho. Sendo a maneira mais conhecida de curar o pterígio é sua remoção com cirurgia. 

No entanto, a cirurgia para esses casos não é sempre necessária, havendo outras opções de tratamento. Por isso,  entenda, nesse artigo: recomendações e como é o procedimento, assim como seus riscos, recuperação e valores. 

Entendendo o que é pterígio e suas causas

Pterígio é um crescimento não canceroso da membrana mucosa fina, ou conjuntiva, que se estende sobre a superfície do olho em direção à pupila. Além da carne vermelha sob os olhos, os sintomas incluem desde ardor, embaçamento e irritação dos olhos a lacrimação, sensação de corpo estranho e vermelhidão nos olhos.

Embora a causa exata ainda seja desconhecida, acredita-se que o pterígio seja causado pela exposição aos raios UV e pode ser acionado ou irritado em certas condições ambientais. Geralmente, os pacientes que desenvolvem pterígio trabalham em ambientes externos em que são muito expostos à areia, poeira, vento e luz solar. Casos de síndrome do olho seco também podem causar pterígio.

Dessa forma, se não tratado, o pterígio pode crescer progressivamente sobre a córnea e distorcê-la. Causando assim, astigmatismo e outros erros refrativos. Os casos de pterígio são mais comuns em pessoas de 30 a 50 anos.

Tratamentos para pterígio

Existem algumas diferentes opções de tratamento do pterígio, sendo a cirurgia de pterígio indicada apenas em casos mais graves. Como quando a membrana causar irritação persistente, for resistente à terapia médica, começar a obscurecer a visão ou induzir ao astigmatismo, restringindo o alinhamento e movimentação dos olhos.

Para escolher o melhor tratamento em cada caso, é necessário um acompanhamento médico durante 1 a 2 anos. Para, então, determinar a taxa de crescimento em direção à pupila. Em casos mais leves, é recomendado o uso medicamentos vasoconstritores (substâncias que provocam a diminuição do calibre do vaso). E colírios de corticosteroide (ação anti-inflamatória) para reduzir a inflamação, irritação, sensação de corpo estranho e lacrimejamento buscando tratar o caso.

Cirurgia de pterígio: indicações e quem pode fazer

Como mencionamos, a cirurgia de pterígio só é indicada em casos mais graves, em que a doença começa a crescer o suficiente para chegar à córnea, a ponto do paciente desenvolver astigmatismo ou hipermetropia. Também recomenda-se o procedimento cirúrgico quando os sintomas do pterígio passam a afetar a qualidade de vida do paciente.

Mesmo que a cirurgia seja um procedimento minimamente invasivo, é necessário a indicação do médico oftalmo para que ela seja realizada. Por isso é de extrema importância o acompanhamento médico constante desde o diagnóstico do pterígio. 

A cirurgia dura cerca de 30 a 45 minutos com recuperação rápida, normalmente. É necessário em torno de uma ou duas semanas de repouso. O procedimento apresenta alguns riscos como o pterígio recidivado, que é quando a doença volta a afetar o paciente, ou até mesmo a má cicatrização da córnea e a perfuração dela e da esclera, a parte branca do olho.

Como é a cirurgia de pterígio, pós-operatório e recuperação

Há dois métodos a serem usados em uma cirurgia de Pterígio. O primeiro consiste na remoção dessa carne avermelhada com uso de anestesia local, deixando que a parte removida seja preenchida naturalmente pelo corpo durante a recuperação. 

O segundo método consiste no uso de um enxerto da conjuntiva que, com o auxílio de uma cola cirúrgica, é colocado no local onde a carne vermelha foi removida. Esse segundo método diminui a probabilidade de acontecer uma recidiva da lesão. O pós-operatório não é doloroso e bem rápido. Para  reduzir a inflamação e a probabilidade de recidiva do pterígio, os pacientes são aconselhados a usar colírios de esteroides durante várias semanas ou meses.

São, no entanto, necessários alguns cuidados adicionais nos primeiros dias após a cirurgia de pterígio, como o uso de um oclusor no olho operado durante os dois primeiros dias (48 horas). Além do acompanhamento cuidadoso de um médico oftalmologista durante um ano. Reduzindo assim as chances de uma recidiva do pterígio.

Quanto custa uma cirurgia de pterígio?

Não é possível responder com precisão quanto custa uma cirurgia de pterígio, uma vez que seu preço pode variar de acordo com a técnica cirúrgica, planos de saúde e local/clínica escolhida, entre outros fatores. 

Fazendo uma estimativa, o valor médio da cirurgia pode variar entre R$2.000 e R$3.000 reais. Considerando os gastos referente a técnica a ser realizada, experiência do profissional, clínica escolhida e os custos da equipe médica (incluindo o anestesista), bem como o material que será utilizado durante o procedimento cirúrgico.

A cirurgia também pode ser realizada pelo SUS, basta pedir que o clínico geral encaminhe para um oftalmologista que avaliará se o caso necessita de cirurgia. No entanto, a realização da cirurgia gratuita de pterígio pode demorar. Isso porque o paciente entra em uma fila de espera, até encontrar vagas disponíveis.

Informações sobre saúde visual na palma da sua mão

Não é preciso esperar que uma parte do seu olho fique vermelho ou comece a incomodar para você visitar regularmente um médico oftalmo de confiança. Portanto, é importante se atentar aos sinais e sintomas que os nossos olhos dão. Para isso, é preciso entender os diferentes sinais que eles apresentam, o que cada um deles pode significar e a ajuda de qual profissional buscar. 

Por isso acreditamos que levar informação sobre saúde ocular para todos e garantir que aqueles que precisam de lentes mais finas tenham acesso a elas por um preço mais justo vale a pena. Então, receba mais informações sobre saúde ocular, diferentes tipos de lentes e marcas assinando nossa newsletter!

pterígioFontes:

HEALTHLINE

Cornea Center

 

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.7 / 5. Número de votos: 30

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lenscope

A Lenscope descomplica a correção visual, oferecendo lentes para óculos com todos os tratamentos entregues em casa a uma fração do custo. Desenvolvemos tecnologias que possibilitam uma jornada 100% digital, precisa e acessível, permitindo oferecer produtos superiores até 70% mais baratos do que alternativas encontradas em ópticas tradicionais. Fomos incubados pela Eretz.bio, incubadora do Hospital Albert Einstein, acelerados pela Samsung, através do programa Creative Startups e recebemos apoio da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), no desenvolvimento tecnológico. Fazemos parte do Cubo Itaú e da Supera, parque tecnológico da USP de Ribeirão Preto.

1 comentário em “Cirurgia de pterígio: como é feita, indicações, recuperação e preços”

  1. Patrícia Hellen Daniel

    Gostaria de fazer uma cirurgia de Pterígio, já tenho todos os exames, como não consegui fazer pelo convênio estou tentado fazer particular.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *