afacia

Afacia: o que é, causas, sintomas e tratamentos

4
(1)

Afacia é a falta de lentes oculares. A lente dos nossos olhos é uma poderosa estrutura transparente e versátil que possibilita o foco do olho.

Por mais que essa condição seja comum em adultos com catarata, também pode ser encontrada em crianças e bebês.

Continue a leitura para conhecer mais sobre a afacia, o que causa essa condição, em quais sintomas você deve ficar atento e quais são as possibilidades de tratamento.   

O que é afacia

Afacia é a ausência da lente do olho (o cristalino). Essa condição pode acontecer não só em um olho como também em ambos.

É tanto possível nascer assim, como perder essa lente devido a alguns fatores, como uma lesão, por exemplo. Ou ainda mais, ela pode ser removida durante uma cirurgia médica, como é o caso da operação de catarata.

A pessoa com afacia tem dificuldade para ver as coisas de maneira clara com o olho afetado. Mas há esperanças. É possível corrigir essa situação com cirurgia, uso de óculos especiais ou lentes de contato.

Frequentemente, as pessoas com afacia têm as pupilas relativamente menores e que dilatam em menor grau.

O que fazem as lentes oculares

Atrás da íris (a parte colorida o olho) está localizada a lente transparente. Você pode imaginar que ela funciona de maneira idêntica a lente de uma câmera.

Aumenta e diminui para focar os raios de luz na retina possibilitando uma visão nítida/clara.

Sintomas da afacia

Com a falta da lente no olho, a afacia dá alguns sinais. Então verifique quais são os problemas de visão que podem indicar sintomas de afacia:

  • Alto grau de hipermetropia – a pessoa pode ter dificuldade para enxergar as coisas próximas.
  • Perda de acomodação, pois o cristalino e suas zônulas são encarregados de ajustar o foco da visão em diferentes distâncias. Sendo assim, a pessoa com afacia tem a perda total dessa acomodação.
  • Câmara anterior profunda – com a falta do cristalino, a câmara anterior fica profunda.
  • Iridodonesis – é uma movimentação agitada ou vibração da íris com o movimento dos olhos.
  • Astigmatismo – pode ocorrer na afacia cirúrgica devido à cicatrização de feridas na córnea, principalmente após ICCE ou ECCE.
  • Cores parecem desbotadas devido a mudança na visão das cores.
  • Perda de foco – devido a falta do poder de foco das lentes.
  • Visão defeituosa – tanto para longe, quanto para perto.
  • Cianopsia – a ausência do cristalino provoca cianopsia (ou visão azul). Essa luz é invisível para quem tem a lente, mas alguns indivíduos relatam que percebem a luz ultravioleta.
  • Eritropsia: às vezes enxergam os objetos em tom avermelhado.

O que causa afacia

Normalmente a afacia tem origem em uma cirurgia de catarata. Além disso, a genética ou um ferimento na visão podem ser responsáveis por provocar essa condição.

Alguns motivos podem gerar essa situação, entre eles estão:

  • Lesões (perda da lente devido a um ferimento) – é possível perder a lente do olho (de um ou ambos) como resultado de um ferimento na região.
  • Cirurgia de catarata (por remoção cirúrgica) – a catarata é a condição quando o cristalino do olho passa a ter uma região nublada (turva).

Na maioria dos casos ela é desenvolvida em adultos com idade avançada, mas há casos de bebês que á nascem com essa condição ou ela é desenvolvida nos primeiros seis meses de vida.

Inicialmente pode ser que a pessoa não perceba a catarata, mas com o passar do tempo ela pode embaçar a visão e a sensação será a de enxergar através de um vidro fosco.

Dessa forma, o caminho mais provável é a cirurgia para remover a lente do olho, resultando assim na afacia. Certamente o médico irá substituir a lente por uma artificial.

  • Genética (anomalia congênita) – raramente algumas crianças já nascem sem lentes. Essa condição é chamada por especialistas de afacia congênita. Pelo contrário, assim também, existem casos de bebês com afacia congênita secundária que nascem com lente, mas ela é absorvida ou separada antes ou durante o nascimento.

Diagnóstico e tratamento da afacia

Geralmente, através de exame oftalmológico padrão é feito o diagnóstico da efacia. Mas também pode ser feita avaliação da íris, retina e córnea. O diagnóstico em um feto pode ser feito com ultrassom.

Em resumo, uma intervenção cirúrgica pode ser a melhor opção de tratamento para adultos e até crianças com afacia.

  • Nos bebês, os olhos se desenvolvem muito rápido. Dessa forma, é importante que o bebê com afacia passe por cirurgia o mais rápido possível.

De acordo com recomendação da American Academy of Pediatrics, os bebês com afacia podem ser submetidos à cirurgia ainda no primeiro mês de vida.

O pós cirúrgico inclui usar óculos afácicos ou lentes de contato especiais (afácicas) por um longo período. Por volta de um ano de vida, eles poderão receber implante de lente artificial.

  • Nos adultos, geralmente a cirurgia é feita com anestesia local e tem duração de menos de uma hora.

A princípio, na cirurgia pode ser removida a lente danificada ou ser implantada uma lente artificial, chamada de lente intraocular (LIO), se necessário.

Após a cirurgia, é provável que o médico recomende o uso de lentes de contato afácicas ou óculos afácicos para melhorar a visão.

Afacia pode causar complicações?

As complicações da afacia podem incluir:

  • descolamento do vítreo – no olho existe uma substância gelatinosa que preenche seu interior e se fixa na retina chamado humor vítreo.

Alterações podem acontecer no humor vítreo, tanto causadas pelo envelhecimento, como por uma cirurgia ocular.

Em geral, o descolamento do vítreo não gera problemas, mas, às vezes, o humor vítreo pode provocar um descolamento de retina.

Veja alguns dos sintomas de descolamento de vítreo: enxergar “teias de aranha” e flashes de luz na visão periférica (lateral).

  • glaucoma afácico – qualquer que seja a cirurgia na visão, ela pode aumentar as chances de desenvolvimento de glaucoma. Isso acontece, pois o aumento da pressão dentro do olho afeta o nervo óptico.

Não sendo tratado, o glaucoma pode resultar na perda da visão.

  • intolerância a óculos – o acessório não é bem tolerado pelos pacientes afácicos.

Em virtude da alta anisometropia, o uso dos óculos para correção na afacia uniocular pode gerar diplopia (visão dupla).

  • Descolamento da retina – além das cirurgias, as lesões oculares também geram maiores chances de descolamento da retina. Às vezes, acontece da retina se descolar e se afastar do tecido que a mantém no local. A retina é uma das partes do olho mais importante. 

Confira alguns sintomas que podem indicar o descolamento da retina: visão embaçada, daltonismo, manchas ou flashes de luz e perda de visão periférica.

  • Ceratopatia bolhosa afácica

Vivendo com afacia

Acima de tudo, fique atento aos exames regulares de visao, pois o acompanhamento médico é essencial para analisar possíveis complicações.

Não negligencie a consulta oftalmológica, como muitos brasileiros fazem. Só para exemplificar, um estudo realizado pelo Ibope Inteligência mostrou que, no Brasil, 10% dos participantes disseram que nunca foram a uma consulta oftalmológica.

Fique fora dessa estatística. Cuide da saúde de todo o seu corpo, sem esquecer que “os olhos são a janela da alma”, como já dizia o poeta.

Que tal checar como anda a qualidade da sua visão com nosso teste online e gratuito? Faça agora mesmo o Teste de Visao Lenscope.

afacia - teste de visão

Já conhecia essa condição?

Deixe seu comentário falando pra gente se já sabia o que é afacia ou se essa leitura te ajudou a descobrir novas informações.

Fontes:

Healthline

Webmd

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lenscope

Somos uma Health Tech que faz uso do que há de mais moderno na tecnologia para transformar a jornada de compra de lentes para óculos no Brasil. Com nosso serviço 100% online, você faz as lentes do seu óculos de grau pela internet, sem precisar sair de casa.

E, para nos ajudar a continuar desenvolver tecnologias exclusivas no Brasil e no Mundo, fomos selecionados para o programa Creative Startups da Samsung, além de fazer parte do Eretz.bio, incubadora de startups do Hospital Israelita Albert Einstein, considerado um dos melhores hospitais da América Latina. Também fazemos parte da Supera, incubadora da Universidade de São Paulo (USP/FM-RP) e do Cubo Itaú, um dos principais ecossistemas de startups do Brasil.

Conte com a gente para ver e se sentir bem.

Marcações:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *