Deficiência visual: o que é, classificação e causas

Deficiência visual: o que é, classificação e causas
  • por
4.8
(9)

A deficiência visual ocorre quando há a perda definitiva, total ou parcial, da visão. Ou seja, nos casos em que não existe a possibilidade de correção da capacidade visual plena, seja com óculos, lentes de contato ou cirurgia.

Desta maneira, no artigo de hoje, mostraremos tudo o que é necessário para entender o que é deficiência visual, além de suas causas e classificações de acordo com as normas internacionais. Ainda mais, explicaremos como este problema afeta especialmente as crianças e também os métodos de adaptação para as pessoas com deficiência visual. Acompanhe. 

O que é deficiência visual?

Essencialmente, a deficiência visual é uma condição irreversível que causa  limitação funcional de um ou de ambos os olhos ou outro componente do sistema da visão. Sendo que, dependendo do grau de deficiência visual, atividades comuns do dia a dia, como dirigir e assistir televisão, por exemplo, podem ser comprometidas ou impraticáveis. 

Deste modo, a deficiência visual é definida pela acuidade visual. Ou seja, a capacidade de enxergar os detalhes, formas e cores com precisão. De modo que, a acuidade determinada para uma pessoal normal é a escala 20/20 no teste de Snellen. Onde o primeiro 20 representa a distância de 20 pés (aproximadamente 6 metros), que uma pessoa normal enxerga perfeitamente e o segundo 20 é  relativo à aferição da pessoa examinada. Por exemplo, um indivíduo com acuidade 20/40 enxerga um objeto como se estivesse a 40 pés quando comparado a com alguém com visão perfeita. 

Assim, alguns dos principais órgãos de saúde como a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o CDC, órgão do governo norte americano correspondente à Anvisa, classificam os graus de deficiência visual e cegueira baseados na tabela de Snellen do seguinte modo: 

  • 20/30 a 20/60:  perda de visão leve, ou quase normal;
  • 20/70 a 20/160: deficiência visual moderada;
  • 20/200 a 20/400: deficiência visual severa;
  • 20/500 a 20/1000 deficiência visual profunda;
  • Inferior a 20/1000 deficiência visual quase total, próximo da cegueira;
  • Sem qualquer percepção de luz: cegueira total.

Miopia é deficiência visual?

Aqui, é importante destacar que a miopia é um erro refrativo, assim como a hipermetropia, o astigmatismo e a presbiopia. Por isso, não são considerados como deficiências visuais, independente do grau, pois o uso de óculos, lentes de contato ou a realização de cirurgia podem corrigir estes problemas. Entretanto, já nos casos de deficiência visual, não há como corrigir a visão com tais métodos.

Causas mais comuns de deficiência visual

A princípio, a visão de uma pessoa pode ser prejudicada por diferentes razões e levar a uma condição irreversível, ou seja, a deficiência visual. Assim, doenças congênitas, hereditárias ou subjacentes, além de danos oculares causados por traumas e até mesmo negligenciamento das boas práticas de saúde visual,  são os maiores causadores da deficiência visual, como:

Instagram Lenscope [Saúde Visual]

Deficiência visual na infância e os impactos na vida escolar

A visão é o sentido que mais usamos para perceber o mundo à nossa volta. Por isso, a deficiência visual em crianças em idade escolar potencializa as chances de aprendizado abaixo do nível adequado. Assim, resulta também em problemas de desenvolvimento cognitivo, emocional, motor, social e de linguagem. Além disso, dois terços das crianças com deficiência visual apresentam outro tipo de deficiência de desenvolvimento, como perda auditiva, deficiência intelectual, paralisia cerebral e epilepsia, por exemplo.  

Aprendendo a conviver com a deficiência visual

Geralmente, a  adaptação a uma vida com deficiência é uma etapa difícil e desafiadora, tanto para a pessoa com deficiência quanto para quem convive com deficientes visuais, porém é possível ter uma vida independente. Deste modo, a adoção de alguns métodos, como o uso de cães-guias,   equipamentos, tecnologias de acessibilidade e óculos especiais que ajudam na inclusão de deficientes visuais, ajudam a tornar esta jornada mais fácil. 

Ainda mais, ao conviver com deficientes visuais, é necessário estar atento e observar algumas regras de convívio como forma de inclusão, por exemplo:

  • Usar termos como “ver”, “olhe” e “cego” com naturalidade. Afinal, os cegos também os usam; 
  • Ao auxiliar uma pessoa cega, pergunte antes se ela precisa de ajuda e como proceder;
  • Quando se convive com uma pessoa cega, não se deve deixar qualquer porta entreaberta, mantenha sempre as portas totalmente abertas ou fechadas. Além disso, é importante deixar os corredores e passagens livres de obstáculos;
  • Nunca distraia ou brinque com um cão-guia, já que o animal deve manter a concentração para garantir a segurança da pessoa.

Os olhos dizem muito sobre a nossa saúde: cuide deles

Nesta leitura, pudemos mostrar que as principais doenças que causam deficiência visual são tratáveis e não levam a essa condição quando diagnosticadas e tratadas a tempo.  Por isso, é necessário lembrar da importância de se atentar aos sinais e sintomas dados pelos nossos olhos e de visitar regularmente o médico oftalmologista de confiança, assim é bem maior a chance de evitar a perda irreversível da capacidade de enxergar com nitidez por muitos anos. 

Além disso, mostramos que, diferente das deficiências visuais, os erros refrativos são problemas mais presentes nas pessoas e são corrigidos com o uso de óculos. Pensando nisso, nós da Lenscope temos o propósito de levar informação sobre saúde ocular para todos, além de garantir que os que precisam de lentes mais finas tenham acesso a lentes de óculos de qualidade e por um preço mais justo.

Então, convidamos você, leitor, a assinar nossa newsletter e fazer um orçamento online e gratuito aqui no nosso site para ficar por dentro das novidades sobre a saúde dos olhos, conhecer as lentes mais finas e se surpreender com nosso atendimento. 

orçamento

 

Fontes: 

Department of Ophthalmology | University of Pittsburgh

ScienceDirect

The Nemours KidsHealth 

Teaching Students with Visual Impairments

News Medical Life Sciences

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.8 / 5. Número de votos: 9

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lenscope

A Lenscope descomplica a correção visual, oferecendo lentes para óculos com todos os tratamentos entregues em casa a uma fração do custo. Desenvolvemos tecnologias que possibilitam uma jornada 100% digital, precisa e acessível, permitindo oferecer produtos superiores até 70% mais baratos do que alternativas encontradas em ópticas tradicionais. Fomos incubados pela Eretz.bio, incubadora do Hospital Albert Einstein, acelerados pela Samsung, através do programa Creative Startups e recebemos apoio da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), no desenvolvimento tecnológico. Fazemos parte do Cubo Itaú e da Supera, parque tecnológico da USP de Ribeirão Preto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *