estrabismo infantil

Estrabismo infantil: como identificar

O estrabismo infantil é um distúrbio visual que causa o desalinhamento dos olhos da criança. Segundo dados do IBGE, o desvio atinge de 2 a 4% das crianças brasileiras já na primeira infância, ou seja, até os 6 anos de idade.

O estrabismo infantil pode ser classificado em 5 tipos diferentes, de acordo com a direção do desvio. São eles:

  • Estrabismo alternante: quando o desvio varia entre um olho e outro;
  • Estrabismo intermitente: quando o desalinhamento não é constante, ou seja, ocorre apenas às vezes.

estrabismo infantil

Por isso, o artigo de hoje é dedicado à você, mamãe ou papai, que quer entender um pouco mais de como acontece o estrabismo infantil.

Apesar de não haver uma causa específica, existem alguns fatores de risco para desenvolver o problema.

Acompanhe com a gente!

Fatores de risco para ter estrabismo infantil

A hereditariedade, por exemplo, é a principal causa de estrabismo em bebês. Ou seja,  a chance da criança ter o desvio é maior quando já existe histórico de estrabismo na família.

Além do fator genético, o estrabismo infantil também quase sempre está relacionado ao enfraquecimento dos músculos que controlam a posição dos olhos. 

Isso ocorre quando a criança tem algum distúrbio genético, como a Síndrome de Down, ou nos casos de doenças neurológicas, como paralisia cerebral e AVC.

Um dos maiores perigos do estrabismo infantil é que ele pode causar ambliopia, popularmente conhecida como “olho preguiçoso”. 

Esse problema ocorre quando o olho saudável tenta “compensar” a visão do olho estrábico assumindo sua função. Isso faz com que o olho estrábico pare de ser usado e comece a perder a visão progressivamente.

Dos tipos de estrabismo existentes, o mais comum de evoluir para ambliopia é a esotropia acomodativa (olho para dentro). Esse tipo de estrabismo ocorre em crianças com alta hipermetropia, quando elas precisam fazer muito esforço para focar em objetos de perto. 

O esforço feito é tão grande que acaba desalinhando os olhos, causando um estrabismo convergente.

Sinais de estrabismo infantil no seu filho

Existem alguns sinais que indicam que o seu filho pode ter estrabismo infantil.

Os principais sinais de estrabismo infantil são:

  • Dor de cabeça;
  • Torcicolo;
  • Perda de foco;
  • Fechar um dos olhos para enxergar;
  • Inclinar a cabeça para enxergar;
  • Perda de profundidade;
  • Ambliopia.

Apesar de ser um sintoma muito comum em adultos, a visão dupla (diplopia) não ocorre no estrabismo infantil. Isso porque, no caso das crianças, o cérebro passa a ignorar as imagens formadas pelo olho estrábico. 

Consequentemente, a região do cérebro responsável pela visão desse olho não se desenvolve e a imagem começa a sumir, até desaparecer por completo. 

Tratamentos para estrabismo infantil

É possível corrigir o estrabismo infantil de várias formas. As principais são:

  • Tampão
  • Óculos
  • Cirurgia
  • Toxina
  • Lente de prisma 

Tampão

O tampão é o tratamento mais comum para o estrabismo infantil. Para corrigir o desvio dos olhos, coloca-se um tapa-olho no olho saudável, a fim de estimular o funcionamento do olho desalinhado. 

No entanto, esse tipo de tratamento só funciona até os sete anos de idade, quando a criança ainda não completou o desenvolvimento ocular. 

Óculos 

O uso de óculos de grau também pode corrigir o estrabismo infantil. Geralmente o óculos é usado no tratamento da esotropia acomodativa.

Isso porque, corrigindo o erro de refração, o esforço visual que a criança precisa fazer para enxergar também irá diminuir.

Em alguns casos específicos o oftalmologista pode indicar o uso de óculos de grau junto com o tampão ocular.

estrabismo infantil

Cirurgia de estrabismo

É o principal método para correção do estrabismo, no entanto só é indicado quando os outros tratamentos não funcionam.

A cirurgia de estrabismo é um procedimento bem seguro. Ela consiste em fazer um pequeno corte na membrana que envolve o olho para corrigir o músculo afetado.

Inclusive, hoje em dia existe uma nova técnica chamada de Cirurgia de estrabismo minimamente invasiva (via fórnice), que corrige o estrabismo com micro incisões.

O pós-operatório é bastante tranquilo e geralmente o único desconforto do paciente é ficar com a visão um pouco embaçada, sinal de que o corpo está se adaptando.

Toxina botulínica

A Toxina Botulínica é um tratamento indicado para alguns quadros específicos de estrabismo, como aqueles por paralisia muscular. 

O procedimento consiste em injetar a medicação na musculatura do olho hiperfuncionante para, assim, impedir que os impulsos nervosos cheguem até o músculo ocular.

No entanto, apesar de todas as opções de tratamento, a melhor forma de cuidar do estrabismo infantil é realizar o diagnóstico precoce.

O ideal é passar por um acompanhamento médico com um especialista, pois somente ele poderá passar o tratamento ideal para o seu filho.

E lembre-se que quanto mais cedo o estrabismo infantil for diagnosticado, mais fácil será o tratamento!

Por isso, ao perceber algum sintoma em seu filho, consulte um oftalmologista pediátrico o quanto antes.

Então, esse artigo foi útil para você? Compartilhe com a gente sua experiência!

Estrabismo infantil: como identificar
Média 4.2 de 6 votos



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lenscope

Nós utilizamos a tecnologia a nosso favor e oferecemos uma experiência inovadora para você comprar as lentes para seus óculos sem sair de casa! E o melhor de tudo? Podendo ter as melhores lentes do mercado sem gastar uma fortuna para isso.