visão periférica

Visão Periférica: o que é e quais doenças afetam a visão

4.5
(2)

A visão periférica é a nossa capacidade de ver com o canto dos olhos. É por causa dela que somos capazes de ver as coisas fora de nossa linha direta de visão sem ter que virar a cabeça. Por exemplo, quando estamos olhando para o celular e ainda assim perceber algum acontecimento à nossa volta.

Dessa forma, quando há um problema com nossa visão periférica, significa que é preciso mais esforço para ver o que está ao nosso redor. E, isso pode resultar em tropeções, quedas ou outros acidentes.

Por isso, neste artigo vamos te mostrar quais doenças afetam a visão periférica, seus sintomas e os possíveis tratamentos para a sua perda. Então, continue lendo para saber mais e descubra quando você deve procurar um médico.

O que é visão periférica?

Existem dois tipos principais de visão que usamos diariamente, geralmente sem pensar sobre isso:

  • Visão central: é a que nos permite ver o que está acontecendo diretamente à nossa frente e, normalmente, em detalhes claros (contanto que estejamos usando lentes corretivas, se necessário).
  • Visão periférica: é o que podemos ver com o canto dos olhos, sem ter que virar a cabeça ou o pescoço.

É a visão periférica que nos permite ter uma visão muito mais completa de nosso entorno. Então, quando falamos sobre essa visão, estamos nos referindo a capacidade de ver o que está acontecendo com toda a nossa linha de visão.

E, claro que a nossa visão periférica tem extrema importância em nosso dia a dia. Pois, ela nos ajuda em momentos como quando estamos dirigindo, por exemplo, em que precisamos olhar para o retrovisor sem tirar os olhos da direção.

Por isso, quando sentimos qualquer sintoma de perda de visão periférica, devemos dar atenção especial a eles. Afinal, ninguém quer ter suas habilidades diárias comprometidas de alguma forma, não é mesmo? Então, conheça as doenças que podem afetar a visão periférica.

Doenças que podem afetar a visão periféricas

Há várias causas que afetam a visão periférica. Entre elas estão:

  • Flutuador vítreo;
  • Enxaqueca ocular;
  • Neurite Óptica;
  • Glaucoma;
  • Golpe;
  • Retinite pigmentosa;
  • Descolamento de retina;
  • Tumor hipofisário;
  • Doença da artéria carótida;
  • Retinite por citomegalovírus;
  • Doença diabética dos olhos;
  • Retinopatia diabética;
  • HIV/AIDS;
  • Hipertensão intracraniana idiopática;
  • Neuropatia óptica isquêmica;
  • Baixa visão;
  • Síndrome de dispersão de pigmento;
  • Oclusão da artéria retiniana;
  • Síndrome de Stickler;
  • Aneurisma cerebral;
  • Escotoma;
  • Enxaqueca;

Mas, afinal, quais sintomas indicam perda de visão periférica?

Sintomas que indicam perda da visão periférica

A perda da visão periférica pode acontecer gradualmente, até o ponto em que a pessoa não percebe o início, ou de repente, caso em que pode ser alarmante e assustador. 

Embora em alguns casos as pessoas não percebam nenhum sinal de que estão vivendo com uma visão limitada, em outros casos, há uma variedade de sintomas como:

  • Tropeços;
  • Problemas para caminhar no escuro;
  • Dificuldade de dirigir;
  • Ler muito mais devagar do que o normal;
  • Brilhos de luz seguidos por visão de túnel com duração de 10 a 20 minutos.

Perda de visão periférica temporária ou permanente

A perda de visão periférica pode ser temporária ou permanente, dependendo da condição que a causa. Por exemplo:

Perda permanente pode ser causado por:

  • Glaucoma;
  • Retinite pigmentosa;
  • Escotoma;
  • Golpe;
  • Retinopatia diabética;

Perda temporária pode ocorrer com:

  • Enxaqueca.

Contudo, a partir do momento em que você perde sua visão periférica, há certas adaptações que podem ser feitas para ajudá-lo no dia a dia. Além é claro, dos possíveis tratamentos. 

Tratamentos em caso de perda da visão periférica

Em muitos casos de perda de visão periférica, sua visão lateral pode não ser restaurada. Por isso, é importante consultar um oftalmologista regularmente para monitorar e diagnosticar as condições que podem afetar a sua visão periférica permanentemente.

O médico pode sugerir certas mudanças no estilo de vida que você pode fazer se tiver perda de visão periférica. Isso inclui ser treinado em como escanear visualmente o mundo ao seu redor usando a visão que você tem.

Algumas pesquisas atuais examinam o uso de óculos com um prisma que pode aumentar sua visão lateral se você tiver perda de visão periférica. Contudo, seu médico irá recomendar tratamentos para as condições que causam perda de visão periférica e para ajudar a retardar a perda de visão como em casos de:

  • Glaucoma: nesse caso, você pode ter que usar colírios ou outra forma de medicação, além de se submeter a uma cirurgia para prevenir o agravamento do glaucoma.
  • Retinite pigmentosa: não há cura ou tratamento para essa condição, mas seu médico pode recomendar dispositivos auxiliares conforme sua visão piorar ou tomar vitamina A para diminuir a perda de visão.
  • Escotoma: você pode considerar adicionar luzes brilhantes às salas e ampliar sua tela ou materiais de leitura impressos para ajudá-lo a ver melhor.
  • Enxaqueca: é tratada de forma diferente de pessoa para pessoa. Você pode usar uma combinação de medicamentos durante um ataque de enxaqueca e para preveni-los. Seu médico também pode recomendar certas modificações no seu estilo de vida para prevenir outros ataques.
  • Retinopatia diabética: o tratamento para essa condição pode incluir medicamentos para controlar o açúcar no sangue e a pressão arterial e para retardar o desenvolvimento da perda de visão. A cirurgia também pode ser uma opção.

Óculos em caso de perda da visão periférica

Mesmo que as armações e as lentes de um par de óculos sejam muito grandes, quase sempre há pequenos focos de visão não corrigida quando você olha pelo canto do olho. Isso ocorre porque a lente não cobre totalmente o seu globo ocular. 

Enquanto muitas pessoas se acostumam com isso e funcionam perfeitamente com óculos, outras optam por lentes de contato. Pois, elas vêm com resultados muito melhores quando se trata de visão periférica.

Claro, a decisão de como corrigir sua visão se resume a mais do que a visão periférica. No entanto, você deve ter em mente essa questão e discutir com seu oftalmologista.

Quando procurar o médico

É importante ter em mente que as consultas periódicas ao oftalmologista são indispensáveis, independentemente se você apresenta ou não os sintomas de perda de visão periférica. Contudo, você deve consultar um médico imediatamente se notar perda da capacidade de enxergar ao seu entorno. 

Além disso, você também deve consultar um oftalmologista regularmente para monitorar possíveis condições que podem afetar sua visão. Assim, se você pegar uma doença nos estágios iniciais, seu médico pode ser capaz de prevenir uma perda significativa de visão.

Como testar sua visão periférica em casa?

Embora exames oftalmológicos regulares com um profissional sejam importantes, também existem algumas maneiras de testar sua visão periférica em casa. No entanto, esses testes caseiros podem ajudá-lo a reconhecer qualquer problema importante que requeira atenção médica.

Você pode testar sua visão periférica com a ajuda de outra pessoa, usando técnicas semelhantes às usadas por um oftalmologista. Para isso, cubra um olho de cada vez enquanto focaliza algo diretamente à sua frente. 

Então, peça a um ajudante que mostre os dedos em sua visão periférica para ver se você consegue dizer quantos dedos ele está segurando. Além disso, você também pode fazer com que ele se mova para dentro e para fora para garantir que está detectando movimento e em que ponto você pode vê-los em seu campo de visão.

Além disso, você também pode testar sua visão periférica construindo uma espécie de transferidor de visão com papelão ou cartolina. 

Para isso, você deverá usar o quadro segurando-o sob os olhos. Peça ao ajudante que mova tiras de papel ao longo da borda externa do transferidor, movendo-se ao longo da curva em direção ao centro, enquanto você mantém os olhos fixos no alvo no meio. 

Isso pode testar seu campo de visão, observando o ponto em que você vê o objeto entrar nele. Além de que, de forma ainda mais simples, você pode fazer o teste online. Saiba mais a seguir.

Está em dia com seus testes de visão?

Embora não seja um substituto para uma consulta médica e um exame oftalmológico abrangente, é possível fazer um teste de visão online. Nós da Lenscope sempre tivemos um propósito bem claro: criar um mundo onde todos possam enxergar com clareza. Um par de olhos de cada vez.

E para facilitar a sua vida nesse processo, nós desenvolvemos um teste de visão totalmente online e gratuito, com tecnologia exclusiva para seu conforto e precisão na hora do exame. Sendo assim, agora você pode fazer o teste sem sair de casa e na hora que quiser. Então, está esperando o quê para começar a cuidar da saúde dos seus olhos? 

Realizar o teste de visão totalmente online e gratuito

visão periférica - teste de visão

E aí, gostou desse conteúdo? Então, assine agora a newsletter do nosso Portal de saúde visual e fique sempre por dentro das novidades.

Fonte

Healthline

Verywellhealth

Eyelovecares

Eyehealthweb

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lenscope

Somos uma Health Tech que faz uso do que há de mais moderno na tecnologia para transformar a jornada de compra de lentes para óculos no Brasil. Com nosso serviço 100% online, você faz as lentes do seu óculos de grau pela internet, sem precisar sair de casa.

E, para nos ajudar a continuar desenvolver tecnologias exclusivas no Brasil e no Mundo, fomos selecionados para o programa Creative Startups da Samsung, além de fazer parte do Eretz.bio, incubadora de startups do Hospital Israelita Albert Einstein, considerado um dos melhores hospitais da América Latina. Também fazemos parte da Supera, incubadora da Universidade de São Paulo (USP/FM-RP) e do Cubo Itaú, um dos principais ecossistemas de startups do Brasil.

Conte com a gente para ver e se sentir bem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *