hipermetropia e astigmatismo juntos

Hipermetropia e astigmatismo juntos. É possível?

É possível ter hipermetropia e astigmatismo juntos, aliás, são problemas de visão muito comuns de surgirem juntos.

A hipermetropia é um problema no comprimento do globo ocular, fazendo a imagem se formar atrás da retina. Enquanto o astigmatismo é um problema relacionado a curvatura da córnea ou cristalino, criando diversos pontos focais antes ou depois da retina.

hipermetropia e astigmatismo juntos

Ou seja, como são problemas que acontece em partes e de maneira diferente nos olhos, podendo surgir juntos. Quando isso acontece, tem-se um fenômeno chamado por especialistas de astigmatismo hipermetrópico.

Veja só!

O que é hipermetropia?

A hipermetropia é a dificuldade em enxergar de perto. 

Quem tem hipermetropia enxerga embaçado objetos próximos que está diante dos seus olhos, mas pode enxergar bem o que está longe. 

Isso acontece devido a um problema de refração. Os raios luminosos que chegam aos olhos formam a imagem que vemos atrás da retina, quando o correto seria a formação da imagem ocorrer na retina.

hipermetropia e astigmatismo juntos

O que é astigmatismo?

O astigmatismo é a dificuldade em enxergar tanto de perto quanto de longe. É causado por uma imperfeição que pode estar na córnea ou no cristalino.

Quando a córnea tem um formato mais ovalado, a luz desvia e foca em diversos pontos, formando a imagem em vários eixos no olho.

Isso faz com que a visão de quem tem astigmatismo fique embaçada ao tentar enxergar objetos próximos e distantes.

hipermetropia e astigmatismo juntos

E o que é miopia?

Já a miopia é a dificuldade em enxergar de longe. Sendo o oposto da hipermetropia.

Pessoas míopes têm o globo ocular mais alongado, de modo que a imagem é formada antes que a luz chegue na retina. 

E é por causa desse adiantamento da formação da imagem que uma pessoa que tem miopia tem dificuldade para ver objetos de longe.

hipermetropia e astigmatismo

Hipermetropia e miopia não são possíveis que surgirem no mesmo olho, pois são problemas de visão opostos. Mas é possível adquirir miopia em um olho e hipermetropia em outro. O nome para esse fenômeno é antimetropia ou anisometropia.

Sintomas mais comuns de hipermetropia com astigmatismo

  • Dor de cabeça;
  • Dificuldade em enxergar de longe;
  • Dificuldade em enxergar de perto;
  • Objetos embaçados;
  • Fadiga ocular;
  • Hipersensibilidade à luz (fotofobia);
  • Vertigem e enxaqueca em ambientes bastante iluminados;
  • Dores nos olhos (pelo excesso de esforço visual);
  • Vermelhidão;
  • Lacrimejamento dos olhos;

É importante tomar cuidado, pois os sintomas da hipermetropia e astigmatismo costumam ser bem parecidos, apesar de se tratarem de problemas diferentes.

Por isso, é importante consultar um oftalmologista de confiança, para fazer uma avaliação e um diagnóstico da sua visão. Lembrando que quanto menos tempo você demorar para procurar o oftalmo, mais fácil será tratar o seu problema!

Hipermetropia e astigmatismo podem ser corrigidos juntos? 

Sim, é possível corrigir miopia e astigmatismo juntos, de três formas diferentes: 

  • Utilizando óculos de grau
  • Utilizando lentes de contato
  • Fazendo cirurgia refrativa

Tanto o óculos de grau quanto a lente de contato podem ser adquiridos após consulta com o oftalmologista, para verificar as condições dos seus olhos e o grau que você vai utilizar.

Agora para quem tem grau estabilizado no período de 6 meses a 1 ano e tem mais de 21 anos a cirurgia LASIK é uma boa opção.

É um procedimento super rápido, feito a laser depois de realizados alguns exames pré-operatórios.

Antes de utilizar o laser, é aplicado um colírio anestésico no olho a ser tratado e depois é feito um microcorte na membrana que envolve a córnea.

O laser leva cerca de dois segundo para corrigir cada grau. Todo o processo dura em torno de oito minutos.

Para pessoas que tem a córnea muito fina a cirurgia refrativa não é indicada, pois o laser pode danificá-la.

Outro detalhe importante sobre esse tipo de procedimento é que a cirurgia não impede que a miopia possa progredir. Mas, em média, 30% das pessoas que fazem a cirurgia refrativa consegue uma visão melhor do que possuíam antes com seus óculos.

Bom, lendo o nosso artigo você viu que, apesar de hipermetropia e astigmatismo serem problemas diferentes, eles podem coexistir juntos, no mesmo olho – mas também podem ser tratados juntos!

Por isso, relembrando: consulte sempre o seu oftalmologista de confiança. Só com orientação médica você vai adotar o melhor tratamento para corrigir hipermetropia e astigmatismo.

E se você tiver qualquer dúvida a respeito, deixe um comentário! Nossa equipe vai te responder o mais rápido possível.

hipermetropia e astigmatismo juntos

Hipermetropia e astigmatismo juntos. É possível?
Média 5 de 1 votos



Comentários

    1. Oi, Cristina! Tudo bem?

      Muito obrigada pelo comentário 🙂 Para te ajudar com mais precisão, você pode enviar uma foto da sua receita de óculos para ajuda@lenscope.com.br?
      Assim, podemos verificar as informações completas para passar a melhor recomendação para o seu caso.
      Aguardamos o seu envio, ok? 🙂 Até mais!

  1. Boa noite. Tenho 67 anos, fui diagnosticada com astigmatismo e hipermetropia no olho direito, com a córnea achatada,e grau alto mais de 5.5.
    A médica me passou óculos e por hora vou fazer a cirurgia de ptose superior e inferior. Posteriormente quer fazer cirurgia e colocar uma lente, que ainda não sei o tipo. Segundo a médica, irá fazer um planejamento para o meu caso. Me receitou um colírio Cacicol, pra usar durante 5 semanas. Estou com mto medo de fazer a cirurgia para colocar lente,até pq n sei exatamente o que ocorre, pois estou iniciando catarata,mas a medica me disse q n e agora a cirugia.
    Será que tenho ceratone, qual exame fazer para confirmar, obrigada.
    Moro em Fortaleza Ce.

    1. Oi, Rita! Tudo bem?

      Muito obrigada pela leitura do nosso artigo 🙂

      O diagnóstico de ceratocone pode ser feito através de exames específicos recomendando pelo profissional da saúde dos olhos, como o oftalmo, por exemplo. Geralmente é necessário realizar tomografia e topografia da córnea para identificar a doença.
      Por essa razão, o mais indicado é você procurar um médico especializado, contar tudo o que está sentindo para que ele possa fazer todo diagnóstico, orientação e prescrição para o seu caso 🙂

      Qualquer dúvida, estamos à disposição 😊

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lenscope

Nós utilizamos a tecnologia a nosso favor e oferecemos uma experiência inovadora para você comprar as lentes para seus óculos sem sair de casa! E o melhor de tudo? Podendo ter as melhores lentes do mercado sem gastar uma fortuna para isso.

Pin It on Pinterest