Astigmatismo: o que é, sintomas, tratamentos e muito mais

O astigmatismo é o problema de enxergar tanto de perto, quanto de longe. Ele é um problema de visão muito comum, assim como a miopia e hipermetropia.  Isso acontece devido ao formato irregular que a córnea do seu olho apresenta. Mas, na maioria das vezes, pode ser corrigido com uso de óculos ou lentes de contato. Nesse artigo, vamos te ajudar a entender esse problema de visão tão comum na vida de muitas pessoas, além disso, vamos ajudar a esclarecer dúvidas sobre tratamentos desse problema.

O que causa astigmatismo?

É um problema na córnea dos olhos que se estendeu para um formato irregular, apresentando um formato oval. Isto provoca um erro refrativo que distorce a luz quando esta entra nos olhos.

Dessa forma, múltiplos pontos focais são formados quando o normal seria que houvesse apenas um ponto de foco na retina do olho.

É por esse motivo que, quem tem astigmatismo, enxerga os objetos que estão próximos e longe um pouco ou muito embaçados, dependendo do grau.

causa astigmatismo
Comparação de um olho normal x quem possui astigmatismo

 

O que faz você ter astigmatismo é o formato irregular que a córnea de seus olhos apresentam. A córnea de um olho normal tem o formato de uma bola de basquete, com o mesmo grau de curvatura em toda sua extensão. Nesses casos, há apenas um ponto de foco de luz e a visão é nítida.

Mas, quem possui esse tipo de problema, o formato é mais parecido com o de uma bola de futebol americano com algumas áreas mais “rasas” e outras mais “fundas” que as outras. Por isso, a luz se propaga de maneira mais difusa e causa os diversos pontos de foco da luz.

Então, podemos dizer que é uma diferença na forma como a luz é refratada. Mas, em alguns casos, a causa do astigmatismo está no formato irregular da lente dos olhos: o cristalino e conhecido por astigmatismo lenticular.

Como saber se tenho?

Apenas o exame de vista com o seu oftalmologista de confiança pode garantir se você tem ou não astigmatismo. Mas, existem testes de astigmatismo online e gratuito que pode te ajudar a detectar se você tem esse problema de visão.

Lembrando que é apenas um autoexame. Então, se ao realizar o teste você perceber qualquer divergência na sua visão, procure um oftalmologista qualificado para poder ajudar a resolver o seu problema o quanto antes.

Sintomas

  • Visão embaçada;
  • Dificuldade para enxergar de perto. Por exemplo: ao fazer uma leitura;
  • Dificuldade para enxergar de longe. Como: ler placas na estrada;
  • Dores de cabeça e nos olhos
  • Cansaço ocular;
  • Sensibilidade à luz, vertigem e enxaqueca em ambientes bastante iluminados.
  • Confundir letras ou números parecidos. Por exemplo: trocar “M” por “N” ou “H”; número “8” por “0” ou “6”.

Caso você apresente qualquer um desses sintomas, nós recomendamos que você procure o médico oftalmologista para que ele possa dar o diagnóstico completo. E quanto mais cedo diagnosticado, você pode evitar que problemas mais graves se desenvolvam em sua visão.

Eu tenho, e agora?

Se você tem astigmatismo ou pode vir a desenvolver esse problema de visão, não precisa se preocupar. Quando antes feito o diagnóstico, mais fácil será buscar a solução mais simples que normalmente é o uso de óculos de grau ou lentes de contato. Para isso, é necessário que você entenda a importância de cada lente de acordo com seu tipo de grau.

Graus do astigmatismo

O astigmatismo pode ser classificado da seguinte forma:

  • astigmatismo baixo – até 3 graus
  • astigmatismo moderado – de 3 a 6 graus
  • astigmatismo alto – mais de 6 graus

Astigmatismo tem cura?

Infelizmente astigmatismo não tem cura. Mas, as correções podem ser feitas ao longo do tempo. Por isso, é muito importante manter a frequência de consultas com seu oftalmologista, pois dessa forma é possível acompanhar a evolução ou não do seu grau.

Tratamentos

Apesar do astigmatismo não ter cura, as correções podem ser feitos com uso de óculos de grau, lentes de contato e cirurgias refrativas: Lasik e PRK.

Cirurgia refrativa

Para quem possui um grau alto de astigmatismo, a procura por esse procedimento é bem grande. Afinal, todo mundo quer parar de usar óculos. Mas, para poder fazer esse procedimento, a idade mínima é de 21 anos e a duração do procedimento pode variar de acordo com o tipo de cirurgia a ser feita. As mais populares para realização de cirurgia são a LASIK e PRK.
Na LASIK, o seu procedimento consiste em um corte na córnea e depois o laser é aplicado sobre os olhos para alterar o formato da sua córnea. Assim, permitindo que você enxergue perfeitamente. Já a cirurgia PRK, ocorre a retirada superfície da córnea, chamada de epitélio. Também é feita a laser e ajuda a corrigir a curvatura da córnea. O procedimento é um pouco diferente da LASIK e o pós-operatório também acaba sendo um pouco mais demorado.

Lente de contato

As mais procuradas são as gelatinosas, mas também existem as lentes de contato de vidro. Essas lentes atuam com o mesmo grau de correção dos óculos, mas são mais trabalhosas: exigem limpeza adequada e troca periódica. Além disso, pode ser desconfortável, pois qualquer descuido pode se soltar dos olhos. Por exemplo, uma coceira mais agressiva ou esquecer de removê-las antes de dormir.

Óculos de grau

Em muitos casos, o astigmatismo é acompanhado de miopia ou hipermetropia. Portanto, as lentes para esse problema de visão requer um grau adicional, o grau cilíndrico. Dessa forma, as lentes para astigmatismo são chamadas de lentes tóricas ou cilíndricas.  Além disso, outra medida também é levada em consideração, a medida do eixo. É por isso que na receita para as lentes de astigmatismo, a coluna do grau cilíndrico é sempre acompanhada do valor do eixo.

O grau de astigmatismo e a sua localização no eixo do olho influenciam bastante na espessura da lente do óculos e no tipo de lente e armação que você precisa escolher para ter um bom resultado.

Essa medida do eixo varia de 0 a 180 graus e indica a localização do astigmatismo em sua córnea. Se o valor estiver de 0 a 25 ou entre 165 e 180 graus, as lentes ficarão mais grossas nas bordas superior e inferior do óculos e mais finas na parte temporal da armação, que é o lado próximo da têmpora, onde estão fixadas as hastes.

Inclusive, este é o lado do óculos que mais é observado para verificar se as lentes ficaram finas ou não. Mas, se o valor do eixo do seu grau for 70º e 110º, ou bem próximo de 90º, infelizmente as lentes ficam mais grossas na parte temporal.

Mas, calma. Isso pode ser resolvido. Basta escolher por uma alto índice de refração.

Lentes para astigmatismo

Hoje é possível encontras as lentes CR-39 (ou Orma), Lentes de policarbonato, Lentes 1.67, Lentes 1.74 e Lentes 1.76. Conhecendo as opções disponíveis no mercado, é possível economizar e também levar os tratamentos para as suas lentes. Assim, você garante durabilidade e maior proteção aos seus olhos. Por isso, separamos um artigo para que você conheça as lentes de astigmatismo disponíveis. E lembre-se, quanto maior o índice de refração, mais finas suas lentes. Confira em nosso artigo todas as opções para que você tenha a sua.

E se você ficou com alguma dúvida ou tem alguma sugestão, deixe nos comentários. A gente te responde já já!

Média 4 de 7 votos


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lenscope

Nós utilizamos a tecnologia a nosso favor e oferecemos uma experiência inovadora para você comprar as lentes para seus óculos sem sair de casa! E o melhor de tudo? Podendo ter as melhores lentes do mercado sem gastar uma fortuna para isso.

Pin It on Pinterest