o que é hipermetropia

O que é hipermetropia

0
(0)

A hipermetropia é a dificuldade para enxergar de perto, sendo um dos problemas de visão mais comuns que existem. No entanto, quem tem hipermetropia consegue enxergar muito bem de longe.

Você sente dificuldade para enxergar de perto? Veja o que é hipermetropia, os principais sintomas, causas, tratamentos e como é o óculos que de quem tem esse problema de visão.

O que é hipermetropia?

A hipermetropia é a dificuldade de enxergar de perto. Quem tem esse problema de visão enxerga embaçado tudo o que está próximo a ela, mas enxerga perfeitamente bem o que está longe.

Isso acontece devido a um problema de refração. Os raios luminosos que chegam aos olhos formam a imagem que vemos atrás da retina, quando o correto seria a formação da imagem ocorrer na retina.

hipermetropia

Sintomas de Hipermetropia

Os principais sintomas de hipermetropia são:

  • Dificuldade em enxergar objetos próximos;
  • Cansaço da visão;
  • Dores de cabeça;
  • Vermelhidão ou lacrimejamento nos olhos;
  • Dificuldade de concentração;
  • Sensação de olhos pesados.

o que é hipermetropia

Hipermetropia infantil

A hipermetropia é o problema de visão mais comum em crianças e deve ser corrigido o mais cedo possível.

Além disso, a hipermetropia infantil pode vir acompanhada ou não de estrabismo que é o desalinhamento dos olhos. Nesse caso, um dos principais sintomas é a visão dupla.

De acordo com a Dra. Liana Ventura, especialista m Oftalmologia Pediátrica, existem alguns fatores que podem influenciar a incidência de hipermetropia em crianças, como o ambiente, a etnia e, principalmente, a genética.

“As formas leves e moderadas, com até seis dioptrias (grau de refração), são passadas de geração para geração (autossômica dominante). Já a hipermetropia elevada é herdada dos pais (autossômica recessiva)”, explicou a especialista.

Por isso, a importância em identificar prematuramente a hipermetropia na infância. Segundo , quando a hipermetropia não é identificada na infância, esse problema pode afetar a rotina visual e funcional das crianças. delas.

“A falta de correção da hipermetropia pode dificultar o processo de aprendizado, e ainda pode reduzir, ou limitar, o desenvolvimento nas atividades da criança. Em alguns casos, pode ser responsável por repetência, evasão escolar e dificuldades na socialização, requerendo ações de identificação e tratamento”, concluiu a Dra. Liana.

Além disso, quando não tratada logo no início da infância, a hipermetropia pode levar à ambliopia, também conhecida como olho vago ou preguiçoso.

Por isso, as consultas com o oftalmologista deve começar cedo e serem frequentes. Recomenda-se fazer exame de vista pelo menos 1 vez por ano.

Causas da Hipermetropia

O que causa a hipermetropia é o formato irregular do globo ocular de quem apresenta esse problema de visão.

Para você ter uma ideia, o formato de um olho perfeito é arredondado. Quando há o desenvolvimento irregular da sua forma, há também o desenvolvimento de um problema de visão.

O formato mais achatado ou plano da córnea provoca a hipermetropia. Dessa forma, a imagem se forma atrás da retina quando o correto seria ser formada na retina. Veja a imagem abaixo:

A principal causa da hipermetropia é o fator genético. Quem tem pai ou mãe com esse problema de visão tem muito mais chance de desenvolver hipermetropia do que miopia, por exemplo.

Hipermetropia e astigmatismo são diferentes?

Sim. Hipermetropia e astigmatismo são problemas de visão diferentes. Enquanto quem tem hipermetropia tem dificuldade em enxergar somente de perto, quem tem astigmatismo enxerga embaçado de perto e de longe.

Isso acontece porque o olho das pessoas que possuem astigmatismo também é diferente. Nesse caso, a córnea apresenta um formato oval e, por isso, distorce a luz quando essa entra nos olhos.

Dessa forma, múltiplos pontos focais são formados, quando o normal seria que houvesse apenas um ponto de foco na retina do olho.

É importante saber que você pode ter hipermetropia e astigmatismo juntos no mesmo olho. Nesse caso os sintomas são um pouco piores, porque a dificuldade para enxergar acaba sendo maior.

Mas a boa notícia é que o uso de óculos ou lentes de contato te ajuda a corrigir a visão de perto.  Vamos falar mais sobre as formas de tratamentos nesse artigo.

Por isso, se você sente dificuldade para enxergar de perto e de longe, agende uma consulta com seu oftalmologista de confiança. Só ele pode confirmar o que você pode ter e indicar o melhor tratamento para a sua necessidade.

Diferença entre hipermetropia e miopia

Hipermetropia e miopia também são problemas de visão diferentes.

A principal diferença entre miopia e hipermetropia está na forma que você enxerga. Ou seja, a miopia provoca dificuldade de enxergar de longe e a hipermetropia provoca dificuldade em enxergar de perto.

É impossível ter miopia e hipermetropia juntos, em um mesmo olho. Se você está com a receita do seu óculos na mão, fica fácil saber qual desses problemas de visão você tem. Clique aqui e veja como entender a receita do seu óculos é mais fácil do que parece.

Qual é a diferença de hipermetropia e presbiopia?

Hipermetropia e presbiopia possuem sintomas parecidos. Mas para identificar qual desses problemas de visão você possui, é muito simples.

Depende da sua idade. Se você tem mais de 40 anos e sente dificuldade para ler de perto, é muito provável que você tenha presbiopia e não hipermetropia.

Mas fique tranquilo. Esse problema de visão também é corrigido com uso de óculos de grau. A diferença é que nesses casos, o tipo de lente que corrige a presbiopia são chamadas de lentes multifocais ou lentes progressivas.

E, na verdade, todas as pessoas a partir dessa idade vão desenvolver presbiopia. Então, você não está sozinho.

Hipermetropia tem cura?

A hipermetropia não tem cura por si só. Como esse é um problema de visão relacionado ao formato do globo ocular, não é algo que desaparece sozinho e com o tempo. Pelo contrário, o grau de hipermetropia pode aumentar todo ano até se estabilizar completamente.

Lembrando que a estabilização do grau acontece de formas de diferentes para cada pessoa. No entanto, a faixa etária mais comum é a partir dos 20 anos de idade.

É possível conviver com a hipermetropia sem grandes problemas usando óculos de grau, lentes de contato e até mesmo recorrendo à cirurgia refrativa.

No caso da cirurgia refrativa, pode haver a eliminação quase completa do grau de hipermetropia, sem há a necessidade de usar óculos de grau.

Mas, nem todo mundo que tem hipermetropia pode fazer a cirurgia. Uma série de exames vai te dizer que se é possível ou não fazer esse procedimento para diminuir e até mesmo eliminar o grau de hipermetropia. Então não deixe de perguntar para seu oftalmo.

Tratamentos para hipermetropia – corrigindo a dificuldade de ver de perto

As principais formas de tratamento da hipermetropia são:

Só o médico oftalmologista de confiança pode dizer qual é o melhor tratamento para a sua necessidade. Então não deixe de marcar um exame de vista e tirar todas as dúvidas.

Como é a visão de quem tem hipermetropia?

As pessoas com hipermetropia podem enxergar de forma diferente entre si, dependendo do grau de hipermetropia. Alguns podem não notar nenhum problema em sua visão, especialmente quando são jovens.

Mas para quem tem alto grau de hipermetropia, a visão pode ficar bastante embaçada ao tentar ver os objetos que estão próximos.

o que é hipermetropia

A visão de quem tem hipermetropia

Quando buscar ajuda médica?

Se você não está conseguindo realizar muito bem as tarefas e atividades do dia-a-dia, é hora de fazer um exame de vista com um profissional de confiança.

É somente a partir de um exame de vista que você pode saber se tem hipermetropia, quantos graus e qual seria o melhor tipo de tratamento para a sua visão.

E é importante repetir o exame de vista a cada 1 ano.

Complicações

A hipermetropia pode ser associada com muitos problemas, como:

  • Estrabismo: algumas crianças com hipermetropia podem desenvolver estrabismo. No entanto, quando identificado cedo, o estrabismo pode ser curado.
  • Baixa qualidade de vida:  com a hipermetropia não corrigida, você pode não ser capaz de executar uma tarefa tão bem quanto desejaria. E sua visão limitada pode prejudicar seu prazer nas atividades do dia-a-dia.
  • Vista cansada: A hipermetropia não corrigida pode fazer com que você aperte os olhos ou force os olhos para manter o foco quando tenta enxergar de perto. Isso pode causar fadiga ocular e dores de cabeça.
  • Segurança prejudicada. A sua própria segurança e a de outras pessoas podem ser comprometidas se você tiver um problema de visão não corrigido. Isso pode ser especialmente sério se você estiver dirigindo um carro ou operando equipamentos pesados.

Por isso, não deixe de procurar por um profissional de confiança caso sinta qualquer dificuldade para enxergar.

Qual o maior grau de hipermetropia?

A hipermetropia pode ser identificada com baixo ou alto grau. O menor grau de hipermetropia é +0,25 grau e o maior grau de hipermetropia pode chegar a mais de +10 graus.

Como é o óculos de quem tem hipermetropia?

Quem tem hipermetropia e usa óculos de grau deve se atentar a algumas características. Entre elas é o tipo da lente de óculos e o design ou desenho da lente. Vamos falar sobre elas a seguir.

o que é hipermetropia

Qual é o tipo de lente usado para corrigir a hipermetropia?

O tipo de lente usado para corrigir a hipermetropia depende do seu grau. E você de estar se perguntando: Como assim? Bem, é simples, mas infelizmente quase ninguém te conta.

Nós aqui da Lenscope, façamos a divisão do grau em 2 pra ficar mais fácil de entender. E, principalmente, separar as opções de lentes para óculos que existem.

Dessa forma, dividimos em: Até 4 graus de hipermetropia e Mais de 4 graus de hipermetropia.

Qual a melhor lente de óculos para hipermetropia para até 4 graus?

Quem tem até 4 graus de hipermetropia – você fica sabendo o seu grau depois de ir no oftalmo e tiver com a receita em mãos – pode usar qualquer tipo de lente.

Dessa forma, as lentes para hipermetropia para até 4 graus disponíveis no mercado são: as lentes CR-39, também conhecidas como Orma® e as lentes de policarbonato.

Entre as duas, a melhor é a lente de policarbonato, por se tratar de um material mais leve e mais resistente. Além de mais fino comparado as lentes CR-39 ou Orma®.

Clique aqui para conhecer todas as lentes que existem para hipermetropia

Qual a melhor lente de óculos para hipermetropia para mais de 4 graus?

Quem tem mais de 4 graus de hipermetropia, pode sofrer com a espessura das lentes e com o aspecto olho-de-boi. Ou seja, aquele efeito de olhos grandes que faz muita gente ter vergonha de usar óculos.

Se esse é o seu caso, calma. É possível reduzir e, em alguns, casos até mesmo eliminar esse efeito. Tudo vai depender do seu grau, do tipo de lente que você escolher e, principalmente, do design ou desenho das lentes.

O tipo de lente que vai te ajudar a reduzir esse problema é as lentes de alto índice de refração. E as lentes de design asférico.

Vamos te falar mais sobre elas a seguir:

Lentes de alto índice de refração para hipermetropia

As lentes mais indicadas para quem tem mais de 4 graus de hipermetropia são as lentes de resina, de alto índice de refração. São as lentes 1.74 e as lentes 1.76.

Essas são as lentes mais indicadas, por serem de material bem mais leve e resistente. São basicamente as lentes com a melhor tecnologia que existe hoje no mercado óptico.

Quando maior o índice de refração – esse número que fica na frente das lentes – mais finas as lentes vão ficar. No caso de hipermetropia, mais finas as lentes vão ficar no centro do óculos. E, portanto, mais leves também.

Design ou desenho das lentes para hipermetropia

Em relação ao design das lentes, é importante que você saiba que existem dois tipos de design de lentes: lentes asféricas e lentes esféricas.

As lentes mais populares são as lentes do tipo esféricas. E como o próprio nome sugere, essas lentes seguem um formato esférico ao longo de toda sua superfície.

O que acaba gerando um acúmulo de material nas bordas. E, consequentemente, aumentam as distorções nas laterais do óculos.

Já as lentes asféricas são mais planas. Essa característica proporciona uma distribuição mais uniforme do material em sua toda a superfície da lente.

Dessa forma, as lentes do tipo asférica proporcionam lentes mais finas. Além disso, elas reduzem as distorções que deixam seu olho parecer maior.

As Lentes Tokai 1.76, as únicas lentes de resina de índice de refração 1.76 e de design asférico, são vendidas exclusivamente pela internet na Lenscope.

Vitor Martins tem +6,5 graus de hipermetropia e experimentou as Lentes Tokai 1.76. Veja o que ele achou do resultado.

Quer ter acesso a nossas dicas personalizadas para o seu grau?

No nosso Consultor Óptico você tem acesso a dicas personalizadas de acordo com o seu grau de hipermetropia. Para ter acesso é só clicar aqui e preencher nosso formulário de acordo com a sua receita. É 100% gratuito.

Ficou com alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários que já já te respondemos.

o que é hipermetropia

 

Fontes: Mayo Clinic

American Academy of Ophthalmology

WebMD

Conselho Brasileiro de Oftalmologia

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lenscope

Somos uma Health Tech que faz uso do que há de mais moderno na tecnologia para transformar a jornada de compra de lentes para óculos no Brasil. Com nosso serviço 100% online, você faz as lentes do seu óculos de grau pela internet, sem precisar sair de casa.

E, para nos ajudar a continuar desenvolver tecnologias exclusivas no Brasil e no Mundo, fomos selecionados para o programa Creative Startups da Samsung, além de fazer parte do Eretz.bio, incubadora de startups do Hospital Israelita Albert Einstein, considerado um dos melhores hospitais da América Latina. Também fazemos parte da Supera, incubadora da Universidade de São Paulo (USP/FM-RP) e do Cubo Itaú, um dos principais ecossistemas de startups do Brasil.

Conte com a gente para ver e se sentir bem.

Marcações:
Loading comments...