Problemas de visão mais comuns: veja os sintomas e tratamentos

Os problemas de visão são muito comuns independente da idade. No entanto, algumas pessoas já nascem com algum desses problemas, outras podem adquirir com o passar do tempo. Aqui você vai descobrir quais são os problemas mais comuns e quais são os sintomas presentes. 

Os problemas de visão mais comum

Embora a maioria dos problemas de visão possam ser revertidos, o ideal é sempre manter em dia a saúde dos seus olhos. Veja os principais problemas de visão a seguir:

MIOPIA

A miopia é um dos problemas de visão mais comuns quando o assunto é usar óculos de grau. As pessoas que possuem esse problema apresentam dificuldade para enxergar de longe. Isso acontece porque o globo ocular de quem possui miopia é alongado, enquanto que de uma pessoa normal, o seu globo ocular é linear. Então, quem possui miopia tem a imagem dos objetos formada antes da retina, provocando dificuldades para visões à distância. Essa distorção no formato do olho é chamada de alongamento axial.

Veja abaixo no esquema feito para você entender melhor:

problemas de visão

Sintomas

Como já dito, quem tem disposição para ter miopia normalmente tem dificuldade em enxergar de longe. Por exemplo: placas de ruas, lousas. Bem como pode sentir dores de cabeça ou nos olhos, lacrimejamento excessivo e sensibilidade à luz.

problemas de visão
Fonte: Jornal O POVO

Como tratar?

Na maioria dos casos são necessários o uso de óculos ou lentes de contato. Então, se você tem ou conhece alguém que tenha esse problema, saiba que existe tipos de lentes para miopia. Elas ajudam no conforto da sua visão. Além disso, uma característica dessas lentes divergentes para miopia é que são mais espessas nas bordas do que no centro.

Mas também existe a possibilidade de fazer cirurgia. Para isso, o médico vai lhe pedir uma série de exames e a idade mínima para o procedimento é de 21 anos. A cirurgia costuma ser recomendada para pessoas que desejam reduzir, ou até mesmo eliminar a necessidade de usar óculos ou lentes.

HIPERMETROPIA

Diferente da miopia, a hipermetropia é a dificuldade de enxergar objetos próximos.  Ou seja, as pessoas que possuem esse problema enxergam de forma embaçada, sem nitidez. O famoso “borrão”. Então, podemos dizer que a hipermetropia é causada por uma falha na refração. Isso faz com que os raios de luz sejam interceptados pela retina, antes de se formar a imagem. Ou seja, a imagem é formada depois da retina.

Sintomas

Se você sente dificuldade em enxergar objetos de perto, saiba que esse é um dos sintomas da hipermetropia.

Mas também existem outros que podem estar relacionados. Por exemplo: cansaço e dores nos olhos, lacrimejamento ou vermelhidão nos olhos, dificuldade em concentração.

 

problemas de visão
Fonte: WebMD – Better Information. Better Health.

Como tratar?

Assim como a miopia, a hipermetropia é um dos problemas de visão mais comum que existem. Na maioria das vezes, elas podem ser corrigidas com óculos de grau ou lentes de contato. Inclusive, existem tipos de lentes para hipermetropia, sabia? Pois é, e quanto maior o grau, as lentes se tornam mais grossas no centro. Também são conhecida por proporcionar aquele efeito chato de olhos grandes, conhecidos como “olho de boi”. Então se você possui esse problema, saiba que existem maneiras de reduzir esse efeito de acordo com a lente!

Também existe a possibilidade de cirurgia para os casos de hipermetropia. Assim como a cirurgia para miopia, a idade mínima para o procedimento é de 21 anos. Mas calma! Isso é para o caso de pessoas que possuem um alto grau do problema.

ASTIGMATISMO

O astigmatismo é a dificuldade de enxergar tanto de perto como de longe. Esse também é um dos problemas de visão mais comuns que existem. Ele é caracterizado na distorção da luz quando ela entra nos seus olhos. Ou seja, isso acaba provocando vários pontos de foco, quando o normal seria de apenas um ponto focal.

Lembre-se de sempre consultar seu oftalmologista para um diagnóstico completo e eficaz. Mas também é possível descobrir se você possui astigmatismo através desse teste online e gratuito.

Sintomas

Dificuldades como: visão borrada ou duplicada, dores de cabeça, confundir letras ou números parecidos. Por exemplo: trocar “M” por “N” ou “H”; número “8” por “0” ou “6”. Esses podem ser algumas causas do astigmatismo.

problemas de visão
Fonte: Blog Dr. Carlos

Como tratar?

O astigmatismo pode ser corrigido com o uso de óculos ou lentes de contato. Normalmente os oftalmologistas recomendam o uso de óculos de grau. Inclusive, existem diversos tipos de lentes para as pessoas que têm astigmatismo. Desde o grau baixo até para aqueles que precisam usar lentes de alto grau.

Também é possível realizar cirurgia, uma vez que ela contribui para a diminuição do grau para aqueles que tem ele elevado.

PRESBIOPIA

Sabe quando uma pessoa mais velha pega algum objeto e o afasta para poder ler melhor? Então, isso é presbiopia! Também é conhecida como vista cansada. Essa  é uma característica comum para as pessoas acima dos 40 anos.

Esse problema se desenvolve quando as pessoas percebem que se torna mais difícil enxergar os objetos. Ou seja, é perda progressiva da elasticidade do cristalino, que é a lente natural dos olhos, dificultando a focalização correta de objetos próximos.

Por esse motivo, a presbiopia também é conhecida como problema de visão do “braço curto”. Pelo fato de começar a distanciar os objetos para poder enxergar bem. Esse problema é simplesmente corrigido com o uso de lentes progressivas no óculos de grau, também conhecidas como lentes multifocais.

Sintomas

Um dos sintomas que costuma se apresentar é a tendência em afastar os objetos para leitura: Por exemplo: um livro ou um rótulo de produto. Também podemos citar a visão borrada, dificuldade em ler tanto perto como longe, dores de cabeça, olhos arder para ler.

problemas de visão
Fonte: Instituto de Olhos e Otorrino de Bauru

Como tratar?

Como já dito, a única maneira de corrigir a presbiopia é com a utilização de óculos com lentes multifocal. Veja aqui os aspectos que você precisa levar em conta quando for escolher seu óculos com lente multifocal.

CATARATA

Esse problema costuma apresentar normalmente em idosos. Isso porque a catarata faz parte do envelhecimentos dos nossos olhos. Ela nada mais é do que a opacidade do cristalino. Assim, quem apresenta esse tipo de problema possui uma visão nublada, como se estivesse olhando por uma janela embaçada.

Sintomas

A visão costuma ser afetada pelo cristalino do olho. Ou seja, um tipo de película branca no olho que diminui nossa visão e aumenta a sensibilidade à luz. Outros sintomas podem ser identificados, como: visão nublada, dificuldade em dirigir, em ler, realizar algumas atividades diárias.

problemas de visão
Fonte: WebMD – Better Information. Better Health.

Como tratar?

O único tratamento disponível para a catarata é a cirurgia. A cirurgia pode ser realizada independente do estágio do problema. Ela consiste na remoção do cristalino do olho e é substituído por uma lente artificial. Esse procedimento pode ser realizado independente do estágio da problema.

DEGENERAÇÃO MACULAR

A degeneração macular é um dos principais problemas de visão e causa de cegueira em idosos. Essa doença também é chamada de DMRI (Doença Macular Relacionada à Idade).

É uma doença causada em uma parte da retina, chamada mácula e que leva a perda de visão progressiva da visão central. Essa mácula é nada mais que uma região no centro da nossa retina, permitindo com que possamos ver detalhes dos objetos.

Existem dois tipos de degeneração macular. A DMRI seca e a DMRI úmida. A DMRI seca é a mais comum e causa pelo envelhecimento e desgastes dos tecidos. E a DMRI úmida, ela ocorre vasos anormais, inclusive com possibilidade de sangramentos ou acúmulo de líquido na mácula.

Sintomas

As pessoas que passam a ter esse problema apresentam sintomas como: perda visual progressiva, turvação e distorção visual na parte central, visão com linhas onduladas, necessidade de luz mais brilhante.

problemas de visão
Fonte: WebMD – Better Information. Better Health.

Como tratar?

A DMRI seca consiste em barrar a sua progressão. Ou seja, fazer combinações de compostos com vitaminas A e E para retardar o avanço da doença. Também pode ser usadas alguns tipos de lentes especiais para compensar os danos causados na visão.

Já a DMRI úmida ocorre vasos anormais ou acúmulo de líquido na mácula. Ela pode ser tratada com medicamentos que possibilitam a regressão dos vasos e são aplicados em doses nos olhos. Leia também a matéria do Jornal Folha de S. Paulo, em que aborda de forma completa sobre esta doença.

DALTONISMO

A pessoa que possui daltonismo não é capaz de reconhecer e diferenciar algumas cores específicas. Existem três tipos de daltonismo. São eles: protanopia, deuteranopia e tritanopia.

A protanopia tem como característica a diminuição ou ausência total do tom vermelho. Assim, a pessoa sente dificuldade em enxergar tons em marrom, verde ou cinza.

Deuteranopia são as pessoas que não consegue enxergar a cor verde. Assim como a protanopia, os tons são associados ao marrom.

Já a tritanopia é caracterizado pela dificuldade de reconhecer as cores azul e amarelo. É o tipo mais raro de daltonismo e não enxergam a cor laranja.

O teste de Ishihara é um teste rápido e possível descobrir se você possui daltonismo ou não. Ele é um dos mais conhecidos e tem por objetivo identificar os números presentes em cada figura. Então, a pessoa que possui algum tipo de daltonismo não vai conseguir enxergar todos os números presentes.

É importante ressaltarmos que para a comprovação do daltonismo é necessário passar por um oftalmologista.

Sintomas

Como já dito, a pessoa daltônica possui dificuldade em enxergar tons como: verde, azul e vermelho. Bem como não é capaz de distinguir a diferença entre as tonalidades de cores iguais ou semelhantes.

problemas de visão
Fonte: Acessibilidade para Daltônicos na Web

Como tratar?

O daltonismo não existe cura, mas pode ser tratado. Inclusive, existem lentes de contato e óculos especiais que ajudam as pessoas daltônicas a conseguir distinguir as cores muito semelhantes entre si.

ESTRABISMO

Esse também é um dos problemas de visão comum entre as pessoas. É um desequilíbrio na função dos músculos oculares. Ou seja, é quando os olhos não são igualmente alinhados. Normalmente surge na infância, devido ao movimento desordenado dos músculos de cada olho. Também é conhecido por vesguice ou olho torto.

Sintomas

Quem possui estrabismo sente dificuldade em focar cada olho na mesma direção e ao mesmo tempo. Também tem a visão dupla e costuma apresentar dores de cabeça.

problemas de visão
Fonte: Hospital dos Olhos – Niterói

Como tratar?

A correção do estrabismo, normalmente é iniciado com óculos ou lentes de correção. No entanto, há casos que que é necessário a cirurgia para a correção das força dos músculos de cada olho.

GLAUCOMA

O glaucoma é um problema causado pelo aumento de pressão dentro dos olhos, provocando dores intensas neles. Portanto, quando isso ocorre, os vasos sanguíneos podem ser comprimidos e interromper a circulação sanguínea. Essa doença é causada pela alteração do nervo óptico, levando a um dano irreversível das fibras nervosas podendo levar a perda do seu campo de visão.

Sintomas

Os sintomas se desenvolvem com o tempo, mas podem ser observados. Por exemplo: dor intensa dentro dos olhos, diminuição no campo de visão, visão turva ou embaçada, vermelhidão nos olhos.

problemas de visão
Fonte: Dicas de saúde

Como tratar?

Apesar do glaucoma não existir cura, ele pode ser controlado. Normalmentes os tratamentos mais comuns são o uso de medicamentos ou cirurgia.

CONJUNTIVITE

Outro problema de visão que acaba sendo bastante comum é a conjuntivite.

A conjuntivite é uma inflamação da conjuntiva que é uma membrana fina e transparente que reveste a parte da frente do globo ocular (o branco dos olhos) e o interior das pálpebras. Ela pode afetar um dos olhos, bem como os dois simultaneamente.

Sintomas  

Os principais sintomas são: olho vermelho e lacrimejante, inchaço nas pálpebras,  intolerância à luz, visão embaçada e visão borrada.

Fonte: Revista Exame Online

Como tratar?

Lave as mãos com água e sabão; ou use álcool antes e depois de limpar seus olhos. Busque lavar diariamente suas toalha, lençóis e fronhas separadamente. Também é bom evitar abraços, beijos e cumprimentos com as mãos, pois provavelmente você teve contato com seus olhos e pode ser transmitido.

A conjuntivite quando não tratada adequadamente pode levar à perda da visão. Por isso, ao apresentar qualquer um desses sintomas, procure seu oftalmo de confiança. 

Pois é, existem muitos problemas de visão e eles podem ser detectados ao fazer exame de vista. Mas cuidado! Aquele exame de vista grátis nem sempre é recomendado, pois a maioria não consegue identificar os problemas mais graves presentes. Portanto, evite fazê-los.

Ah, quase nos esquecemos, mas aqueles óculos do “ching-ling” de leitura baratinho e sem prescrição médica pode trazer problemas de visão maiores para você.

Procure sempre fazer exame de vista todo ano com seu oftalmo de confiança e não deixe de comprar lentes de qualidade para seu óculos. Qualquer dúvida, estamos aqui pra te ajudar! 

Problemas de visão mais comuns: veja os sintomas e tratamentos
Deixe sua avaliação



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lenscope

Nós utilizamos a tecnologia a nosso favor e oferecemos uma experiência inovadora para você comprar as lentes para seus óculos sem sair de casa! E o melhor de tudo? Podendo ter as melhores lentes do mercado sem gastar uma fortuna para isso.

Pin It on Pinterest