exercícios para os olhos

Exercícios para os olhos funcionam mesmo? Conheça 4 exercícios mais comuns

5
(2)

Há pouca evidência científica de que exercícios para os olhos melhoraram a nossa visão, apesar de serem muito utilizados antigamente. No entanto, podemos dizer que eles ajudam com o cansaço na visão, no conforto visual e no nosso bem-estar de maneira geral.

Segundo o site americano Medical News Today, esse tipo de exercício é importante para o cansaço digital. Ou seja, para quem trabalha ou fica muito em frente ao computador e dispositivos eletrônicos. Além de dificuldade de aprendizado, dislexia, estrabismo, dentre outros.

Já o site da universidade de Harvard acredita que os exercícios para os olhos em si não têm eficiência que não seja apenas para o descanso visual e para obter algum conforto nos olhos. 

De qualquer forma, é importante salientar que esses exercícios não eliminam a necessidade de usar óculos para corrigir problemas de visão como miopia, astigmatismo, hipermetropia e presbiopia.

O que pode curar esses erros refrativos comuns é apenas a cirurgia refrativa. Então, abandonar o uso de óculos, lente de contato ou qualquer tratamento pode prejudicar muito a sua visão.

Exercícios para os olhos melhoram mesmo a visão?

Existe, de fato, pouca evidência de que exercícios para os olhos melhoram a nossa visão. Muitos exercícios são sugeridos na internet, mas com pouco ou nenhum respaldo de médicos oftalmologistas ou optometristas.

Portanto, antes de tentar realizar exercícios para os olhos, procure orientação médica.

Entretanto, a questão principal é que os exercícios para os olhos não são capazes de mudar o formato dos olhos, ou mudar outros fatores físicos e ambientais que causam doenças mais comuns (como miopia, astigmatismo, presbiopia, hipermetropia, glaucoma, dentre muitas outras).

Dessa forma, os exercícios para os olhos apenas podem contribuir para o conforto visual, e portanto, só é possível que eles auxiliem a manter a pressão dos olhos, fortalecer os músculos que controlam o alinhamento dos olhos e reduzir olhos secos.

Quando os exercícios para os olhos são indicados?

Os exercícios para os olhos são indicados em casos em que se exige maior conforto visual, e menos esforço por parte dos olhos. Portanto, pode colaborar para algumas doenças:

4 tipos de exercícios para os olhos

1-Regra 20-20-20

Esse exercício consiste em permitir que os olhos descansem seguindo a regra dos 20. Ou seja, a cada 20 minutos que você passa no computador ou celular, você deve olhar para um outro ponto distante de você por 20 segundos.

2- Mudança de foco

Sentado, coloque um dedo a alguns centímetros de distância dos seus olhos e direcione o seu foco para ele. Mova o dedo lentamente para longe, e se concentre em um objeto que esteja longe.

Depois, aproxime o dedo novamente, e volte a focar no dedo, de perto. Repetir esse procedimento três vezes. 

3- Figura 8

Sentado, olhe para o chão a cerca de 2 metros de distância de você. Imagine uma figura de número 8 e percorra ela com os seus olhos por 30 segundos. Depois, faça o mesmo percorrendo na direção oposta.

4- Flexões com Lápis

Segure um lápis à sua frente, no comprimento dos braços, entre os dois olhos. Olhe para o lápis e tente manter o foco, enxergando uma única imagem, enquanto você vai movendo esse lápis na direção do seu nariz. Repetir de 10 a 20 vezes.

O que é terapia da visão?

A terapia de visão consiste em exercícios para os olhos especializados. Ou seja, que vão mais além do que os que ensinamos acima), com lentes especiais, recursos eletrônicos, entre outras coisas, feitos por médicos oftalmologistas e optometristas.

Dessa forma, são exercícios que têm como objetivo fortalecer os músculos oculares, melhorar o conforto visual e mudar a forma como o seu cérebro interpreta o que vê.

Exercícios para olhos e Terapia da visão. Principais diferenças

Nem os exercícios para os olhos e nem a terapia de visão são capazes de corrigir alguns erros de refração mais graves. 

Entretanto, ainda assim, são diferentes uns dos outros. Os exercícios para os olhos, apesar de teoricamente colaborarem para o conforto visual, não têm muitas evidências médicas e científicas de que realmente funcionam.

Já a terapia de visão é um programa montado por especialistas e tem eficácia comprovada na melhora da visão e nas habilidades visuais, até para atletas, por exemplo.

Quando exercícios para os olhos não adiantam e é melhor procurar por um médico?

Caso você tenha condições mais graves, como:

  • Espasmos oculares
  • Glaucoma
  • Músculos oculares paralisados
  • Catarata

Ou ainda, se você apresentar alguns sintomas como:

Mesmo assim, é sempre recomendado procurar o médico antes de realizar quaisquer exercícios. Assim você tem uma uma melhor orientação, além de um tratamento adequado para a sua necessidade. 

O que fazer para manter sua visão saudável

  • Visitar o médico periodicamente e realizar exames
  • Investigar o histórico familiar e se precaver de possíveis doenças genéticas
  • Usar óculos escuros
  • Ter hábitos alimentares saudáveis, uma dieta com alimentos que contenham vitamina A
  • Realizar exercícios físicos

E você, já realizou algum tipo de exercício para os olhos? Sentiu que funciona? Conte sua experiência para nós nos comentários!

Fontes

Healthline

Very Well Health

Web MD

Medical News Today

All about vision

Harvard Health Publishing

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lenscope

Somos uma Health Tech que faz uso do que há de mais moderno na tecnologia para transformar a jornada de compra de lentes para óculos no Brasil. Com nosso serviço 100% online, você faz as lentes do seu óculos de grau pela internet, sem precisar sair de casa.

E, para nos ajudar a continuar desenvolver tecnologias exclusivas no Brasil e no Mundo, fomos selecionados para o programa Creative Startups da Samsung, além de fazer parte do Eretz.bio, incubadora de startups do Hospital Israelita Albert Einstein, considerado um dos melhores hospitais da América Latina. Também fazemos parte da Supera, incubadora da Universidade de São Paulo (USP/FM-RP) e do Cubo Itaú, um dos principais ecossistemas de startups do Brasil.

Conte com a gente para ver e se sentir bem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *